Problema com relação às filhas

Feita por >maedegemeas · 26 mai 2022 Adolescência

Ola, boa tarde
tenho duas filhas de 15 anos, fazem 16 em agosto. Separei do pai delas em 2009, ele me traiu e saiu de casa mandando um email. Elas ficaram comigo e aos poucos foram ficando mais dias na casa dele, ele colocou isso na justiça.
Em 2014 ele teve uma oportunidade de morar nos EUA e como meu trabalho era de casa, ele me fez uma proposta de ir por um ano e meio. Fui. Assinei contrato e ele não cumpriu o contrato, me obrigando, através de ameaças de tirar as meninas, a ficar 5 anos la.
Fiquei com depressão, ansiedade, panico, e compulsão alimentar.
Depois de 5 anos eu tomei coragem e voltei, com elas. Ele colocou na justiça que eu tinha sequestrado elas, sendo que avisei. A guarda era minha. Perdeu pq provei através de emails e audios . Na justiça disseram que ok ficar aqui comigo.
6 meses aqui, elas com dificuldade na escola e com 12 pra 13 anos, foram passar férias lá. De lá ligaram dizendo que não voltariam.
Ai meu mundo desabou. Sei que ele fez a cabeça delas mas resolvi nao obrigar niguem a ficar comigo. Veio a pandemia e ficamos 1,5 anos sem nos vermos. A relação ficou péssima. Tenho uma mágoa delas que acho que nunca vai acabar. Nos vimos em agosto do ano passado, dezembro e janeiro. Mas elas estão frias, não se importam comigo e eu não sei como agir, até porque a minha mágoa delas eu não consigo curar. Se pudesse esquecia delas pra poder parar de sofrer com isso. Hoje estou muito deprimida, pois não me ligaram no dia das mães, e já marquei psiquiatra pra tomar medicação de novo.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 27 MAI 2022

Oii Mãe de Gêmeas! Obrigada pela partilha e oportunidade me te acolher.
Vejo como para você é frustrante não tê-las com você depois de ter sido traída pelo pai delas.. Parece que existe um sentimento de abandono tanto em relação à ele, quanto em relação à elas.
A sua mágoa em relação à elas é por elas preferirem estar com o pai?
Se elas ficam com você, você consegue oferecer à elas o seu feto, mas se elas escolhem morar com o pai, é difícil para você se entregar para a relação com elas, por causa da mágoa que você tem com o seu ex marido?
Parece que existem muitos sentimentos confusos quanto aos acontecimentos.
Busque ajuda psicoterapêutica para se aproximar dessa história, compreender como ela vem te impactando, quais são as suas necessidades que não foram supridas com tudo isso.
Com afeto, Psi Marina

Marina Heluy Máximo Marques Psicóloga Psicólogo em Varginha

41 respostas

23 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

28 MAI 2022

Olá maedegemeas, espero que esteja tudo bem com você.

Essa é uma situação delicada e posso imaginar a dor e mágoa que está sentindo neste momento. Porém, é preciso compreender que embora você sinta mágoa, afirmando que esse sentimento nunca mais vai acabar, eu acredito que você ainda deseje ter uma boa relação com suas filhas, mesmo elas vivendo em outro país. Se a confiança foi quebrada em algum momento, e atualmente elas demonstrem frieza em relação a você, a pergunta que podemos pensar é: o que você pode fazer para reverter isso? Você deseja cultivar um bom relacionamento com suas filhas ao longo da vida, baseada em cumplicidade, respeito e confiança? Lembre-se, elas atualmente estão entrando na adolescência, sendo direcionadas pelos responsáveis, mas em um outro momento elas se tornarão adultas, e farão escolhas próprias muito baseado no que estão vivendo agora e na imagem que elas possuem de você. Como você está demonstrando essa imagem para elas? Como uma pessoa que guarda mágoas de filhas adolescentes, de certa forma culpabilizando elas pelo afastamento de vocês, quando na verdade elas ainda nem possuem condições de gerir a própria vida? Será que não é necessário uma nova forma de agir que faça com que você realmente tenha o que deseja? A medicação com um psiquiatra vai trazer suas filhas para mais perto de você, do ponto de vista afetivo e emocional? Esse trabalho de reaproximação, e de restauração de laços afetivos, é um trabalho diário, constante, sistemático, mas que se feito desta forma poderá trazer bons frutos no futuro. É indicado você ter um acompanhamento regular com um Psicólogo para trabalhar alguns pontos que mencionei acima, e rever sua postura de mágoa, para encontrar novas formas mais proativas de ação. Esse acompanhamento será muito importante para você obter o que deseja, que é ter uma boa relação com suas filhas mais uma vez. Lembre-se, se você sente mágoa de suas filhas, elas também devem sentir isso por você. Se você sente orgulho, amor, confiança, respeito e admiração por elas, então elas também poderão sentir isso. Por último, é preciso que a sua relação com o pai de suas filhas possa ser melhorada de alguma forma. O que acontece é que as crianças acabam absorvendo toda carga negativa dos conflitos do pais, e isso acaba afetando elas de maneira muito negativa em seu desenvolvimento. Por isso, um ponto também que deve ser trabalhado, é recuperar uma relação minimamente saudável com o pai de suas filhas, dentro do que for possível, reconhecendo que o principal é a saúde mental e emocional e o bom desenvolvimento de suas filhas.

Espero ter te ajudado, e desejo que fique bem! Torço por você!

Um abraço!

Clóvis Neto - Psicólogo Clínico CRP 17/1518
(Atendimentos On-line)

Clóvis Neto Psicólogo Psicólogo em Natal

408 respostas

393 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

27 MAI 2022

O que voce precisa é fazer Psicoterapia para entender várias coisas que te levam ao sofrimento.
As coisas podem não ser assim como escolheu... Precisa sanear a causa que te leva a escolher coisas, jeitos que te colocam em sofrimento. Enquanto age com esta distorção, todas as decisões te levarão à discórdias, tanto com relação às filhas como com relação ao seu ex.
Não serao os medicamentos que vao te ajudar... eles vao apenas maquiar a dor, mas não curam, sem contar com as sequelas ao corpo.

Geime Rozanski Psicólogo em Brasília

3018 respostas

3132 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

27 MAI 2022

Olá maedefemeas
Me parece, pelo seu relato, que você foi traída e retornou para seu ex marido ficando um ano e meio nos Estados Unidos. De certa maneira ele preparou uma situação para aproximar as meninas para perto dele no EUA, ao ponto delas não terem mais interesse em voltar para a mãe no Brasil. Resta você repensar essa história fazendo terapia para definir sua vida.

Aline Tavares Guerreiro Psicólogo em Rio de Janeiro

12 respostas

5 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

27 MAI 2022

Bom dia, você perceber seu adoecimento e buscar um profissional para lhe auxiliar no tratamento é parte do caminho em busca da cura, suas questões estão voltadas para sua dificuldades familiar, o luto do abandono do ninho e fragilidade emocional, recomendo psicoterapia para que trabalhe o autoconhecimento e enxergue você, suas dificuldades e capacidades de enfrentamento. Existem várias possibilidade na vida, mais no meio da crise e adoecimento é difícil de enxergar novos caminhos. Espero poder ajudar, fique bem.

Cristiane Gouveia Psicóloga Psicólogo em Lauro de Freitas

6 respostas

1 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

27 MAI 2022

Olá, gostaria de te parabenizar por sua coragem em procurar ajuda aqui para essas demandas que te causam tanto sofrimento. Seria interessante além do tratamento psicofármaco com medicações, o tratamento de psicoterapia, porque você não é a doença e sim um ser humano que está em sofrimento, e a somatização de todas essas situações vivida por você desencadeou o seu adoecimento. Por isso, seria o interessante o acompanhamento do psiquiatra e psicológico para que você possa desenvolver suporte para lidar com essa situação de conflito familiar. Fico a disposição.
Att. a psicóloga Ussénade

Ussénade Maria de Oliveira Psicólogo em Recife

739 respostas

27752 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

27 MAI 2022

Olá
Eu sinto muito que você esteja vivendo essa sensação que me parece de abandono. Imagino que deva ser difícil aceitar um sentimento ruim direcionado a suas filhas. Sinto que seria interessante buscar um processo de terapia para que isso possa alcançar vazão, assim abrindo espaço para que novas coisas surjam daí, sem ignorar tudo que vem acontecendo.

Eloisa Goronci Psicóloga Psicólogo em Vila Velha

648 respostas

597 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

27 MAI 2022

Olá!
Você precisa de uma rede de apoio. Profissionais, grupos de apoio ou até amigos. Sozinha fica difícil ter um equilíbrio. Já está começando certo procurando um psiquiatra. Faça também sua terapia semanal. Boa sorte!!

Roberly Freitas Vaz Psicólogo Psicólogo em Goiânia

27 respostas

10 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

27 MAI 2022

Olá Mãedegêmas! Obrigado por escrever. Seu caso apresenta muitos fatores a serem ponderados, alguns deles com peculiaridade:
- Adolescentes de quinze anos, muitas vezes, de forma rápida e pouco envolvidas com desdobramentos, escolhem ficar próximas a grupos, em detrimento dos pais;
- As demandas, habilidades empáticas e captação do que será razóavel para o futuro, ainda não estão consolidadas;
- Um país diverso potencializa fantasias que não precisam ser postas à prova devida a falta de plenitude da diversidade cultural e histórica;
- Acontece entre gêmeos, de as personalidades que determinam escolhas, poderem ficar um tanto quanto projetadas ao outro, sem o assumir pleno das decisões;
- A história que você relata contempla peculiaridades históricas que precisam ser melhor esclarecidas;
- Não há pessoas perfeitas, o que implica poder refletir também sobre tuas dificuldades.
Com essas e outras ponderações, será altamente recomendável que você passe por uma avaliação e trabalho científico com psicólogo.
Estaremos a disposição.
Abraços virtuais (A Covid e a Dengue estão vigentes: a maior parte dos políticos são falsos, a imensa maioria dos ditos, líderes religiosos - são motivados por dinheiro- profundamente falsos - atores, comerciantes da fé, opositores do conhecimento. Há até alguns falsos cientistas. Diante disso sigamos recomendações de instituições como: Anvisa, TVs Educativas, Universidades Públicas, Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, Organização Mundial da Saúde!)
Vacine-se! Vacine as crianças! Fortaleça o afeto, evite aglomerações e destrua os criadouros do mosquito da Dengue.

Ary Donizete Machado - psicólogo clínico.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

5305 respostas

4221 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Adolescência

Ver mais psicólogos especializados em Adolescência

Outras perguntas sobre Adolescência

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 18300 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 13150

Psicólogos

perguntas 18300

perguntas

respostas 51300

respostas