Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Posso salvar esse casamento?

Feita por >Adilson · 12 nov 2017 Terapia de casal

Casado a 12 anos e tenho 3 filhos, minha esposa n tem o mínimo de respeito por mim, me insulta de todo jeito que possa imaginar mesmo.

N aceita minhas opiniões, sempre revida mesmo estando errada, ela faz coisas que prefiro nem reclamar pq n tenho nem paciência de entrar em mais briga pq já sei o fim (separação). Preciso de ajuda mas já n sei se é pro meu casamento ou pra mim pq sofro muito, n tenho ânimo mas pra nada, tenho 31 anos e já sofro de pressão alta, gastrite nervosa, ansiedade estou engordando muito.

Me ajudem por favor este fardo está muito pesado, as vezes olho pessoas criticando aqueles que se suicídam, mas vejo que essas pessoas já não viam saídas para seus problemas.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

Adilson, eu sempre parto da premissa que cada um sabe o que é melhor para si, que é você que vivencia o relacionamento, é você que tem a noção real do que passa. O psicólogo é apenas um guia que vai ajudar você a ver melhor certas coisas que agora, por conta do sofrimento, não consegue perceber. Se você deve ou não encerrar essa relação é uma decisão somente sua. Você acha que já tentou de tudo? Você ainda quer tentar? Ninguém é obrigado a permanecer numa relação de sofrimento, você pode analisar bem e fazer sua escolha. Se puder fazer terapia, acredito que não só sua escolha ficaria mais clara, como também você teria suporte emocional. Boa sorte.

Leonardo Viana de Vasconcelos Martins Psicólogo em Fortaleza

1038 respostas

28164 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Adilson, bom dia! A briga e os insultos podem ser expressões de desgaste de uma relação. Este desgaste pode ter várias causas e sintomas que precisam ser compreendidos e bem conhecidos primeiramente individualmente. A insatisfação quanto aos pequenos comportamentos podem se intensificar principalmente quando há uma dificuldade de comunicação do casal. Não temos como mudar o sentimento das pessoas, mas cuidar do nosso e das nossas relações. Neste contexto, a opinião, a conversa e a orientação são importantes para o diálogo na relação, mas sempre com cuidado e zelo nas interpretações. Cada um seguirá conforme seus sentimentos. Seria importante você procurar profissionais que possam te ajudar nestas situações através do processo terapêutico. Serão várias situações no dia a dia que precisarão ser elaboradas de acordo com a sua forma de lidar, ver, sentir e ser. Contudo, só vocês podem conversar e se responsabilizar quanto à tentativa de reconciliação ou a separação.
Em uma relação afetiva é importante que ambos conheçam suas fronteiras que impactam a relação, seja dos valores, da forma de se expressar... Tem fronteiras que são os limites da mudança, mas tem outras intrínsecas as quais, não são possíveis de mudar, somente negociar para amenizar ou encontrar junto o melhor momento de adaptar-se. Relacionamento é negociação e muita conversa.
É claro que não há uma resposta ou solução única para todos os casos, mas existem profissionais que podem ajudar neste processo através da terapia individual ou mesmo de casal, caso vocês se sintam a vontade em fazer. Na terapia de casal é preciso que ambos estejam dispostos a ouvir e se entregar na busca da reconciliação conjugal saudável através de novos comprometimentos de cada um, e uma reconciliação de ânimo para manter o relacionamento. Estou à sua disposição, caso precise de acompanhamento psicológico ou para maiores esclarecimentos. Abraços, Danielle Almeida

Danielle de Almeida Psicólogo em Rio de Janeiro

353 respostas

15313 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Adilson, boa tarde! Seu casamento parece estar passando por sérias dificuldades mas o que mais me chamou atenção foi a sua situação como pessoa. Você relata já estar sem ânimo, apresentando uma variedade de problemas e começando a se ver sem saída. Recomendo que procure uma psicoterapia para lhe ajudar nesse processo, seu casamento será um dos assuntos a ser analisado mas existem outros que também merecem atenção. Estou à disposição para ajudá-lo, Renata Brito

Psicóloga Renata Brito Psicólogo em Rio de Janeiro

365 respostas

2904 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Adilson boa tarde!

Sou psicóloga, você pediu ajuda e vou tentar lhe ajudar!
Percebo que você está se sentido além de agoniado, numa situação sem possibilidades de saída, digo que há sempre uma saída pra tudo, por mais dolorosa que essa possa ser, mas sempre existirá uma saída.

Primeiramente sugiro que você converse com a sua esposa, expresse os seus sentimento e sugira procurar ajuda de um psicólogo para conversarem, se ela ficar resistente a isso, sugiro que então você vá sozinho.
Acredito que com uma boa terapia você irá enxergar outras formas de aliviar a sua angústia.

Espero ter contribuído um pouco.

Estarei a disposição.
Psicóloga Claudiana

Claudiana Amaral Psicólogo em Mogi Guaçu

14 respostas

195 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Adilson, bom dia.
Antes de decidir pela separação é importante que você comunique essa intenção à sua esposa e também pergunte a ela qual que é a visão dela sobre o casamento de vocês. Num relacionamento o diálogo é fundamental, talvez essa seja uma oportunidade. Você diz que tem coisas que prefere não dizer nada porque ela não vai ouvir, pois é, você não diz mas também não se sente bem com isso. Como descreveu seu corpo está dando sinais com a pressão, o ganho de peso por exemplo. Oriento que marque consulta com um psicólogo para trabalhar a questão de você falar dos seus sentimentos. Ao final você se compara com as pessoas que se suicidam pois não tiveram outra saída, que bom que no seu caso você tem saída sim, existe tratamento para o que você está passando. Se cuide!
Fico à disposição,
Suiani Oliveira Fustinoni

Suiani Oliveira Fustinoni Psicólogo em São Paulo

225 respostas

1633 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

A relação a dois exige respeito , compreensão , diálogo , se já está sofrendo com isso e não consegues obter respeito a terapia é uma intervenção que ajudará a ambos, a tristeza e desânimo são sentimentos que aparecem
Em decorrência disto ou outras questões suas que deves trabalhe com
O terapeuta que escolher , segunda etapa se ela aceitar fazer terapia de casal se ambos quiserem resgatar a relação.Fico a disposição para lhe auxiliar .

Giane F. Schmaedecke Psicóloga Psicólogo em Porto Alegre

3 respostas

1 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Bom dia Adilson,

Imagino o quanto deva estar dificil esta situação. Penso o que fez vocês chegarem a este ponto... a terapia de casal poderá ajuda-los a retomar a comunicação, se não para uma retomada sadia da união, para um término respeito e onde se responsabiliza e compreende a parte de cada um. Você é muito jovem, tem uma grande responsabilidade cuidando de uma familia de três filhos. Sugiro que cuide de você um pouco. Procure um terapeuta.

Estou a disposição

Elisa Lengler

Elisa Canellãs Lengler Psicólogo em Florianópolis

453 respostas

14168 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, sei como é difícil esta situação, mas você não pode desistir nem levar para o seu corpo o que vem acontecendo. Faça algo mais por você e até mesmo pelo seu casamento, procure uma terapia, também indico a terapia cognitivo comportamental, de preferência o casal, caso não possa, faça você, mas não continue a colocar para o seu corpo seus problemas. Um abraço.

Marinez Rangel Psicólogo em Rio de Janeiro

13 respostas

319 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Adilson,
Acredito que esse casamento pode ser salvo caso o casal deseje salvar. Recomendo terapia cognitivo comportamental para o casal ou terapia cognitivo comportamental para você.

Entendo que os conflitos crônicos vão desgastando o relacionamento e trazendo adoecimento mental para ambos.

Agora você tem uma direção, cabe a você ir atras de auxilio técnico,

Anônimo-271188 Psicólogo em Florianópolis

63 respostas

3239 pontuações positivas

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, Adilson
Pelo seu relato, você apresenta sinais de depressão.
Quanto ao casamento, você pode sugerir para a sua esposa paranfazerem

Fernanda Veronesi de Menezes Psicólogo em São Paulo

548 respostas

4467 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Terapia de casal

Ver mais psicólogos especializados em Terapia de casal

Outras perguntas sobre Terapia de casal

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 7700 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10600

Psicólogos

perguntas 7700

perguntas

respostas 28950

respostas