Posso decidir sobre a vida do meu enteado?

Feita por >Letícia · 17 ago 2018 Terapia familiar

Bom tarde , tenho um relacionamento de 4 anos com meu marido , e desde então o mesmo cria o filho , devido as maus condições da mãe ,que e agi com total negligência , há 1 ano e 6 mês me casei e estou mandando com meu enteado. Estou criticando educando fazendo o papel de mãe na vida dele , ele reconhece isso . Porém ele sente falta da mãe , e pensamos e fazer novamente ( ente várias tentativas do meu marido) de deixa ela ter mais contato com meu enteado. Sendo que ela não quer que eu participe das decisões . Primeiramente ela não ajuda em nada com a criança nem da educação , cuidava do menino com total negligência e quer alegar que era pq não tinha condições financeiras. Sendo que eu e meu marido queremos os 3 senta e conversa . E como sou eu que participo da vida do menino , faço tudo por ele meu marido quê minha a minha opinião . Ela alega que como não tenho nenhum laço de sangue não sou nada e não devo participar das decisões da criança . Para resumir a minha dúvida e , se o menino está sobre a minha casa ,meus cuidados , minha responsabilidade , sou eu que crio , educo , me dedico , represento uma mãe para ele , eu tenho o direito de participar das decisões da criança , de da minha opinião , de permitir ou negar certas coisas que vem da parte da mãe essa e minha dúvida . Obrigada

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 19 AGO 2018

Oi Leticia! Realmente parece uma situação bem difícil para todos. Primeiramente é importante levar em consideração quem tem a guarda, acredito que por ele está morando com vocês sejá do seu marido. Porém é importante o seu papel e o da mãe dele, o ideal seria vocês entrarem em acordo no que se refere ao teu enteado, para o bem dele. Acredito que ele possa estar angustiado, sentir falta da mãe sim, embora segundo a tua percepção ela era negligente.
Surgiro que você é seu marido busquem um atendimento com uma psicóloga para que ela possa auxiliar vocês mais de perto diante dessa situação, já que existem bastante conflitos com a mãe dele e talvez continue sendo difícil de lidar.
Espero ter ajudado. Desejo que a situação se resolva da melhor forma. Abraço . Gabriela Mascarenhas

Gabriela de Oliveira Psicóloga Psicólogo em Pelotas

17 respostas

45 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Terapia familiar

Ver mais psicólogos especializados em Terapia familiar

Outras perguntas sobre Terapia familiar

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 10250 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 11200

Psicólogos

perguntas 10250

perguntas

respostas 32900

respostas