MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Onde está o problema?

Feita por >Cleyton Oliveira>. 5 Fev 2018 9 respostas  · Sexualidade

Boa noite!

Tudo bem?


A 2 anos atrás no terceiro ano do ensino medio conheci um colega que tornou-se alguém muito próximo, um amigo!


Todavia no decorrer daquele ano e com nossa aproximação, me apaixonei por ele, ja que tinhamos um contato muito legal.

Devido a isso acredito que criei uma ilusão em minha cabeça por achar que o sentimento era recíproco e de decidi me declarar.

Acontece que o mesmo foi meio grosseiro, dado que sou gay e ele “hetero”. Porém quando nossos contatos são presenciais, o sentimento aflora e toda a conversa é movida por abraços, sorrisos, olhares, beijos no pescoço, etc.. Me deixando muito indeciso, já que quando tento dar um passo à frente, demonstrar meus sentimentos, ele recua.


SOCORRO! Como superar esse love e seguir em frente?


Ps.: Meus sentimentos são grandes por ele, sendo diferente de tudo o que já senti!

A melhor resposta

Olá Cleyton, infelizmente não há como exigir que as pessoas sintam por nós o que sentimos por elas. Estar apaixonado é maravilhoso, mas não ser correspondido pode trazer sofrimento. Sabendo que ele não manifesta interesse real por você o que você pretende fazer? Porque somente você alimenta essa sentimento, e quanto mais você focar, maior ficará. Terapia também pode te ajudar a lidar melhor com essas emoções. Boa sorte.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, Cleyton Oliveira.
Se implicar em um relacionamento que se tem perspectivas de uma possível relação amorosa, se tornar inquietante e se sobressai as dúvidas, no seu caso. Uma vez que, a projeção de sentimentos vem de você, te oriento a continuar dialogando com ele, já que há uma abertura para o diálogo, dar espaço para o outro refletir e buscar orientações presenciais de um psicólogo também lhe fará bem.

Encontro-me á sua disposição,
Sara Rodrigues
____________________________
Psicóloga \ Recife-PE

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

5 MAR 2018

Logo Sara Rodrigues Psicóloga Sara Rodrigues Psicóloga

71 respostas

287 pontuações positivas

Boa noite Cleyton em resposta a sua pergunta, onde está o problema? posso dizer que, não há um problema, seus sentimentos apenas não são correspondidos no momento, seu colega apenas sente por você outro tipo de sentimento ou talvez esteja confuso nessa relação de demonstração de afeto e em outros momentos negação, a ambiguidade, o querer e não querer, sugiro que procure uma psicóloga para conversar, expor seus sentimentos e emoções, vai ajudar a superar e entender esse momento que está vivendo. Um forte abraço. Boa sorte.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

4 MAR 2018

Logo Eliane Weber Eliane Weber

164 respostas

305 pontuações positivas

Cleyton, bom dia! Se apaixonar é uma delícia, são tantos sentimentos, não é mesmo? A questão é que apesar de seu amigo ser afetivo com você ele disse que não corresponde a esses sentimentos amorosos. Infelizmente nosso querer não é suficiente tem o querer do outro também. Você precisa pensar que mesmo que seus sentimentos sejam grandes e diferentes dos outros, será que o objeto do seu afeto corresponde à eles? Se não, como posso esquecê-lo?

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

7 FEV 2018

Logo Psicóloga Renata Brito Psicóloga Renata Brito

365 respostas

1959 pontuações positivas

Boa noite Cleyton, quando um não quer dois não brigam certo? Existe uma abertura para tal, que ele te dá, é claro... quando menciona a proximidade, mas muitas vezes a pessoa sim pode ser 'hetero' como ele se declara, e se interessar por uma pessoa do mesmo sexo e entrar num processo de negação, o que pode ou não ser o caso dele, creio que as pessoas se apaixonam por pessoas e não por escolha ..mas enfim, aguarde o desfecho com serenidade, caso seja demais pra ti, tente se afastar para amenizar seu sentimento. boa sorte!!

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

6 FEV 2018

Logo Renata Hagge Psicóloga Renata Hagge Psicóloga

26 respostas

3102 pontuações positivas

Cleyton, não é nenhum problema sentir algo positivo por alguém, porém sempre deve existir o respeito. Pense até quando você poderá nutrir esse sentimento. Se é algo que te faz sofrer a terapia irá lhe ajudar. É importante o respeito sempre e também consigo próprio. Conte conosco.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

6 FEV 2018

Logo Cristiano Bezerra Psicólogo Cristiano Bezerra Psicólogo

82 respostas

348 pontuações positivas

Acho que o melhor que vc tem a fazer é ter uma conversa franca com ele, se expor, dizer o que vc sente e verificar qual será a reação dele, se ele der luz verde, siga em frente e seja feliz, caso contrário, mantenha uma certa distancia para vc não se iludir a toa. Boa sorte

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

6 FEV 2018

Logo Dínerson Fiuza Dínerson Fiuza

207 respostas

13747 pontuações positivas

Olá, Cleyton! Estou bem e você?

Bom, diante do seu relato acredito que um possível forma de lidar com essa situação é pensar por você, por mais que você sinta e queira acreditar que algum dia pode vir a acontecer algo entre vocês esse não é a resposta que você tem objetivamente dele. Portanto, Cleyton, o ideal é que você pense na sua saúde emocional diante da situação e leve em consideração se isso é saudável para você. Há opções que você pode tomar: continuar a amizade, investir no relacionamento amoroso, se afastar.. Essas opções devem ser elaboradas por você na busca de tomar uma decisão. Pode parecer fácil pra quem ver de fora, mas é realmente uma decisão bastante difícil e que demanda um força interna para sustentar. Nesse momento um profissional pode sere um facilitador desse processo, poderá lhe auxiliar a buscar internamente essas respostas, procure ajuda, caso sinta necessidade!
Espero que algo do que disse tenha lhe clareado saídas e me coloco a disposição para maiores informações.

Att, Núbia Barbosa

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

6 FEV 2018

Logo Núbia Cristina Farias Barbosa Núbia Cristina Farias Barbosa

49 respostas

1655 pontuações positivas

Ola Cleyton!

Penso que uma das formas de você lidar com essa situação é questionar-se até que ponto é saudável pra você alimentá-la. Tomando a decisão de continuar se envolvendo, manter o relacionamento apenas na amizade ou romper, exige bastante maturidade de sua parte.

Independente de qual for sua escolha, é importante que você converse com seu amigo sobre ela, para que a comunicação flua entre vocês e fique claro quais são as "possibilidades" dentro desta relação, evitando frustrações maiores por expectativas não comunicadas ou não correspondidas.

Espero ter ajudado.
Boa sorte!

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

6 FEV 2018

Logo Psicólogo Wallace Jones Psicólogo Wallace Jones

28 respostas

332 pontuações positivas

Perguntas similares

Ver todas as perguntas
Problemas com a filha que estuda na creche onde eu trabalho

1 resposta, última resposta em 01 Junho 2018

Onde encontrar especialistas em dermatite artefacta em São Paulo?

4 respostas, última resposta em 29 Outubro 2017

Será que ele tem problemas emocionais?

3 respostas, última resposta em 22 Dezembro 2016

Como comprovar que tenho problemas?

4 respostas, última resposta em 29 Novembro 2016

Problemas psicológicos agravados por determinados tipos de ruídos

4 respostas, última resposta em 24 Janeiro 2018

Filho com problemas no aprendizado. O que fazer ?

6 respostas, última resposta em 18 Outubro 2016

O desejo constante por sexo é um problema?

7 respostas, última resposta em 22 Abril 2016

Problemas sexuais relacionado à ansiedade

6 respostas, última resposta em 13 Novembro 2016

Como diferenciar um problema real de um imaginário?

2 respostas, última resposta em 05 Abril 2018

Meu filho de cinco anos tem problema de atenção e aprendizagem

5 respostas, última resposta em 24 Janeiro 2017