Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

O que fazer quando você sofre pressão psicológica dos pais?

Feita por >Pedro · 6 mai 2017 Coaching

Bom. Ano passado eu estagiava e estudava para o Enem. Tentei Medicina pela terceira vez, mas não consegui é tive uma nota muito ruim. Não consegui pra nada e recentemente meu contrato na empresa acabou, meus pais ainda não sabem estou com medo de contar porque com certeza eles vão fazer pressao psicologia em mim. Querem que eu trabalhe e como já tentei 3 vezes o vestibular ficam passando isso na minha cara. Eu quero tentar o Enem de novo mas eu estou na depre porque já tentei várias vezes e como sou burro não consigo tirar uma nota Boa e meus pais querem que eu trabalhe e ficam brigando comigo direto. Não sei o que fazer. Já pensei no suicídio várias vezes pra eu parar de passar por isso. Se eu tivesse entrado na Universidade seria muito melhor. Agora tenho que sofrer as consequências e a empresa não quis renovar o meu contrato. Estou sem rumo. E agora ?

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 7 MAI 2017

Olá, Pedro,

A forma como o ensino está estruturado é por muitas vezes injusta. Há uma hierarquia de cursos que são considerados melhores que outros, vagas que não são suficientes para todos, e raramente quem realiza as provas teve as mesmas oportunidades de estudo. Então, não se trata de se considerar burro. Há muitos fatores que influenciam sua entrada na universidade.

Eu começaria questionando sua preferência pela medicina. O que te levou a decidir por essa carreira? Desde quando? Um psicólogo poderia lhe ajudar num processo de orientação profissional. Pode não ser seu caso, mas muitas pessoas se enganam na escolha de sua carreira, e logo depois que entram no curso se frustram, às vezes inclusive depois da graduação.

Você ter medo de se abrir com seus pais diz de uma comunicação falha. Não parece haver um espaço de diálogo para vocês se expressarem e se compreenderem. E isso gera muito conflito.

Você está numa fase da vida em que há muita pressão social. De você é requerido que entre logo em uma universidade. Ou que defina seu caminho e já comece seguir por ele. Dos seus pais, é requerido que eles tenham um filho independente. E eles podem estar preocupados por você estar "perdendo tempo". A pressão que fazem é justamente por se preocuparem com você.

Não sei como são as condições financeiras de sua família. Se eles podem ou não te ajudar durante os estudos. Há também o que uma graduação representa em seu meio familiar. Há muitas coisas em jogo num núcleo familiar, e que nem sempre são explícitos.

Dependências são sempre limitadoras. A dependência financeira de seus pais te priva de algumas possibilidades. Talvez trabalhar nesse momento signifique mais liberdade para você realizar seus sonhos. E é possível trabalhar e estudar paralelamente também.

Minha primeira sugestão é que você tente ter um diálogo mais aberto com seus pais. Tente entender as razões deles, tendo em mente também a história de vida de cada um. Compreendendo o que é importante para eles, você pode encontrar formas de conciliar e fazer o que é importante para você. Sem essa coa comunicação vocês não chegarão a uma situação. Ficaram frustrados, você por não estudar, eles por acharem que você está estagnado. Uma forma de facilitar esse processo seria com a ajuda de um (a) psicólogo (a). Nem sempre conseguimos resolver nossas questões sozinhos.

Qualquer coisa, estou à disposição.

Edvaldo Colen Psicólogo em São Paulo

35 respostas

2375 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

7 MAI 2017

Olá Pedro!
Seu sofrimento é tão intenso que o suicídio parece a unica maneira de lidar com estas emoções, mas não é.
Inicialmente é fundamental que procure apoio de um psicólogo para que seja possível encontrar o apoio que não recebe dos seus pais, se fortalecendo emocionalmente seja para tentar o enem novamente, seja para encontrar outras alternativas para o curso que almeja.

Fico a disposição

Maitê Hammoud

Maitê Hammoud Psicólogo em São Paulo

1524 respostas

39361 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

6 MAI 2017

Pedro, converse com seus pais sobre o que você quer para a sua vida, trabalhar com o que você realmente gosta faz muita diferença. Não sei se eles tem condição financeira de lhe apoiar neste momento, mas de toda forma é importante que ambos os lados possam ter uma conversa franca e expor quais são as expectativas.
E mesmo se eles não toparem lhe ajudar isso não quer dizer que você não alcançará seu sonho de entrar na medicina, quer dizer apenas que você terá que procurar outras formas ou, infelizmente, adiar por um ano o seu novo Enem.
Não deixe, também, de procurar ajuda psicológica. Por vezes pensar no suicídio pode ser visto como uma estratégia de resolver o problema que está vivendo, mas infelizmente não é. Com a terapia psicológica você poderá desenvolver outras formas de enfrentar o que está vivendo e receber apoio para isso.
Não deixe de procurar ajuda.
Abraços
Patrícia

Patrícia Martins Psicólogo em Belo Horizonte

312 respostas

14815 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

6 MAI 2017

Boa tarde, Pedro!

Só você sabe o momento e as pressões que está enfrentando. Este momento da sua vida representa uma transição, uma nova fase, ter de tomar decisões, fazer escolhas que irão repercutir na sua vida e pensar sobre isso, mobiliza muitos questionamentos, sensação de não saber o que fazer nem para onde ir. Mas você sabe o que quer para a sua vida, você escolheu a carreira que se imagina atuando e se realizando profissionalmente, e isso é um fator muito positivo. Valide isso! Você sabe o que quer para a sua vida! Se este é o seu sonho, o seu objetivo, você tem todas as ferramentas para atingi-lo. Não desista do que faz sentido para você e como você se imagina ajudando e salvando vidas. As pressões sociais que está sofrendo podem abalar, desmotivar, desestabilizar, principalmente vindas das próprias figuras mais significativas para você. Abra um diálogo com eles e exponha. Receber a compreensão e o apoio da sua família são fatores importantes para você estar bem, seguro, e encontrar mecanismos de ajustar as suas estratégias para atingir o seu objetivo, e o mais importante, o equilíbrio emocional, pois se preparar para um vestibular requer muitos recursos emocionais, energia, tempo, dedicação, concentração. Busque ajuda de um psicólogo para que possa trabalhar essas demandas e ajudá-lo a enfrentar da melhor forma possível tudo o que está vivenciando. Sua vida é muito importante, Pedro! Olha a diferença que você pode fazer para as pessoas com esse sonho que você tem.
Estou à disposição! Um abraço.

Psicóloga Giselle Melo Psicólogo em Manaus

56 respostas

7619 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Coaching

Ver mais psicólogos especializados em Coaching

Outras perguntas sobre Coaching

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 9300 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10800

Psicólogos

perguntas 9300

perguntas

respostas 31300

respostas