Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Notei ter medo de afeto e felicidade. O que posso fazer para trabalhar isso?

Feita por >Lia · 22 mai 2020 Desenvolvimento pessoal

Vendo algumas palestras, vídeos e podcasts sobre o assunto...

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 24 MAI 2020

Oi Lia,
O medo não pode ser temido, é uma precaução.
Mas também pode significar, no teu caso, uma recusa em se envolver afetivamente por medo de sofrer o que indica emoções bloqueadas, por traumas e conflitos vividos no passado. Só um processo psicoterapêutico pode chegar à vivencia onde o fato aconteceu e liberar a emoção trancada.

Geime Rozanski Psicólogo em Brasília

652 respostas

347 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

23 MAI 2020

Olá Lia! É ótimo ter medo do afeto e da felicidade, em certo sentido, mas somente em certo sentido. O afeto gera apego, gera expectativa, que pode não ser correspondida. A felicidade é um estado que não apresenta garantia de permanência, nem acontece de ser permanente. Você citou o problema, mas não contextualizou a história de como ele acontece. Privar-se do afeto e da felicidade, por medo, será uma perda muito grande, uma estratégia, muito ruim. Será muito enriquecedor você poder trabalhar o aprofundamento da forma de situar-se perante a troca de afeto e delimitação da vivência e construção da felicidade, com a ajuda técnico-científica de um psicólogo. Espero ter dado uma contribuição inicial. Estou à disposição para aprofundamentos. Abraços virtuais (em tempos de pandemia, saia de casa, somente para o que for necessário, com máscara, higiene e distanciamento físico: uma morte a mais evitada, vale toda a vida preservada!) Ary Donizete Machado - psicólogo clínico.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

1308 respostas

637 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

22 MAI 2020

A melhor opção é procurar uma ajuda psicológica para buscar conhecer melhor esses sentimentos, podendo lhe proporcionar um novo modo de se relacionar consigo mesma e com os outros. Espero ter ajudado, boa sorte.

Gabriela Cleto Andrade Psicóloga Psicólogo em Curitiba

4 respostas

1 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Desenvolvimento pessoal

Ver mais psicólogos especializados em Desenvolvimento pessoal

Outras perguntas sobre Desenvolvimento pessoal

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 8650 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10750

Psicólogos

perguntas 8650

perguntas

respostas 30100

respostas