Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Não sei se tenho transtorno bipolar

Feita por >Aislanny Rafaela · 5 set 2013 Transtorno bipolar

Às vezes estou alegre outras estou deprimida. Já sofri muito bullying quando criança pois era gordinha, hoje não. Mais me sinto sempre inferior aos outros. Já mudei minha autoestima um pouco, mas sinto que ainda não sou segura de mim mesma, com essas mudanças de humor, às vezes nem sei quem eu sou realmente. Se sou uma pessoa séria ou extrovertida. Sou um pouco de cada. Mas isso não me faz bem. Será que tenho transtorno bipolar?

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

Bom dia Aislanny, tudo bem?
Então o fato de você ter sofrido bullying por si só já preocupante. Sabemos o quanto é séria esta questão. Quanto ao fato de você começar a se questionar também com relação a sua autoestima e seu humor variável também é mais um indicador de alerta psíquico de que algo não vai bem e que talvez você esteja precisando de ajuda profissional. No entanto Aislanny, é muito mais importante buscar ajuda do que ficar tentando nomear suas questões internas e seus sentimentos. Um ser humano é muito mais que um diagnóstico, antes de um diagnóstico nós somos pessoas, temos uma identidade e acima de tudo somos "seres humanos". Complexos, confusos, duvidosos, ansiosos, amedrontados, mas "humanos, diferentes e lindos em nossas diversidades". Então minha querida apenas procure um psicólogo e tente enfrentar suas dificuldades acompanhada, quando estamos sozinhos tudo parece ter um peso bem maior do que a nossa realidade nos apresenta.
Abraços,
Edjane A. Rocha.

Edjane Aniceto da Rocha Psicólogo em Salvador

18 respostas

2547 pontuações positivas

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Para diagnosticar o Transtorno Afetivo bipolar é preciso que você vá a um profissional Psicólogo ou Psiquiatra que vai avaliar sua história de vida, seus sintomas e comportamentos, para daí estabelecer o diagnóstico. Cada transtorno mental tem uma série de critérios, apenas algumas características ou sintomas não são suficientes para dizer se uma pessoa tem ou não aquele transtorno.

Leonardo Viana de Vasconcelos Martins Psicólogo em Fortaleza

1038 respostas

28160 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Aislany,

Seria irresponsável de nossa parte concluirmos um diagnóstico com base no que está sendo dito. O mais indicado é que você procure um profissional especializado - psiquiatra ou psicólogo para avaliá-la por completo e conseguir dar um diagnóstico mais preciso.

Êxito - Orientação e Desenvolvimento Profissional Psicólogo em Salvador

25 respostas

255 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Aislanny, boa tarde!

Sentir-se feliz e triste, seria e extrovertida são características normais de todo ser humano. Somos um amontoado de emoções e reagimos às situações do dia a dia. Transtorno bipolar, Aislanny, é quando você passa da depressão à euforia sem motivos aparentes, de forma bem mais intensa, não essas mudanças de humor que todos nós temos. O que para mim está mais aparente é que você precisa conhecer mais a você mesma e se amar mais.
Dra. Isabella Ruiz

Clínica de Psicologia Humanista Isabella Ruiz Psicólogo em Belo Horizonte

15 respostas

4622 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Difícil responder assim, sugiro a você procurar um profissional especializado que saberá não só te diagnosticar corretamente como também te direcionar nos seus conflitos.

Dínerson Fiuza Psicólogo em São Paulo

258 respostas

14442 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Boa tarde Aislanny,

Transtorno bipolar é um tipo de transtorno psíquico segundo a nomenclatura diagnóstica médica (DSM-IV).

Todo diagnóstico parte de descrições de estados emocionais, comportamentos e características para se chegar a um nome (“doença”), que passará a resumir a vida psíquica da cada sujeito.

Entendo que a pequena descrição de sua história e vida emocional que fez, diz mais de você do que se dissesse que tem transtorno bipolar.

Penso que deva procurar dar encaminhamento às questões que sua vida psíquica lhe coloca, muito mais que procurar um diagnóstico. Na verdade já começou esse processo quando postou essa questão nesse site. O próximo passo é colocá-la na presença de um psicólogo clínico.


Att.
Paulo Cezar de Oliveira

Paulo Cezar De Oliveira Psicólogo em Sorocaba

6 respostas

1656 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Aislanny, boa tarde!

Mas do que identificar se o que você apresenta como dificuldade é transtorno bipolar ou não, é preciso identificar seu padecimento emocional. Todas as dificuldades emocionais dizem respeito a vida de relações interpessoais, e são forjadas na infância e adolescência, e vem a atrapalhar a vida adulta. A primeira coisa é ver se há sofrimento. É um sofrimento emocional que eu já percebo como desproporcional a situação? Se a resposta for positiva, entre em contato com um profissional da psicologia que poderá identificar o seu padecimento e fazer intervenção de modo a superar as suas angústias. De fato muito das complicações psicológicas envolvem insegurança de ser, que faz sofrer, mas que pode ser superada com intervenção profissional. O nome do que você tem é mais importante para o psicólogo e o médico do que para você mesma, pois estes profissionais precisam identificar as características da sua dificuldade para intervir. Mas é preciso ir além de um nome, porque apenas o rótulo não auxilia a pessoa em nada, é preciso que se intervenha na situação emocional para recuperar a pessoa para sua vida de relações.

Ana Claudia de Souza - Psicóloga e psicoterapeuta no Consultório Relações.

Relações Psicologia e Psicoterapia Psicólogo em Florianópolis

31 respostas

3134 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, Aislanny.
Às vezes algumas pessoas ficam procurando onde se "encaixam". Se algum quadro de neurose ou psicose tem características da sua personalidade, se é normal ou não é. Se você procurar vai achar sempre alguma característica que seja parecida com o que está acontecendo com você e não vai ajudar, muito pelo contrário pode te deixar ainda mais preocupada ou angustiada.
O importante é se perguntar, estou bem? Me sinto bem ou estas mudanças estão me prejudicando no meus vínculos e estão me deixando infeliz?
Se você está se sentindo infeliz, não consegue dominar as mudanças de humor e isso está te prejudicando, o melhor é que consulte um psicólogo. Poder conversar em quanto a teus medos, ansiedades, angustias e teus temores em relação a tua saúde.
Não procures rótulos ou diagnósticos sozinha porque podes te confundir com facilidade.

Abraço,
Susana R. Iglesias.

Susana Rodriguez Iglesias Psicólogo em Balneário Camboriú

39 respostas

8673 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Aislanny!

Às vezes as mudanças de humor são rotuladas como transtornos, porém para que isso aconteça há uma série de exames e questionamentos que necessitam ser contextualizados para saber se no seu caso trata-se de uma patologia de fato.

Att.
Rosanna - All Family Psico

All Family Psicólogo em Santos

36 respostas

3849 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Transtorno bipolar

Ver mais psicólogos especializados em Transtorno bipolar

Outras perguntas sobre Transtorno bipolar

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 7650 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10600

Psicólogos

perguntas 7650

perguntas

respostas 28950

respostas