Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Minha namorada alegou depressão e terminou comigo. O que fazer?

Feita por >João em 31 mar 2016 Depressão

Minha namorada está com depressão. Conversamos e ela me pediu um tempo e três dias depois terminou comigo. Ela havia dito que em seu último relacionamento o namorado teria depressão e a humilhou muito, mesmo ela tentando ajudar. Me disse que tinha medo de isso vir a ocorrer conosco, que não queria me ver mal. Nunca brigamos e agora estou perdido. Não sei se eu sumo ou se ainda mando mensagem. Eu amo ela de verdade e não quero a amizade. Nunca fui grudento e respeitei o espaço dela naqueles três dias. Queria saber como ajudá-la e ando confuso. Me disse que a separação era o melhor para o momento (para sua recuperação) e que um dia entenderia.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

João, penso que neste momento ela precisa de um tempo para se encontrar e você mesmo que angustiado e amando- a deve cuidar de si mesmo, procurar se ocupar fazendo as coisas que gosta, um trabalho voluntário, deixe ela ter o tempo que precisa. Porque sufocando ela nada vai adiantar, se for amor verdadeiro com certeza ela voltará atras.
Abraços
Psicóloga Natalia Martins

Psicóloga Natalia Martins Psicólogo em São Paulo

265 respostas

5129 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

João sua namorada está passando por um momento delicado, está deprimida e com medo de sofrer. Por isso ela quer se afastar de você, não se recuperou do passado. Converse com ela e sugira um tratamento psicológico para ela se fortalecer.

Gizeuda Motta Machado Psicólogo em Nova Iguaçu

50 respostas

3789 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Bom dia João.
É um momento difícil é delicado, mas conforme as tuas informações é necessário avaliar para confirmar o diagnóstico de depressão e assim buscar acompanhamento médico e terapêutico adequado.
Confirmado o diagnóstico, o apoio da família e de pessoas próximas é primordial, mas é necessário ter paciência principalmente no início do tratamento. Aconselho a você buscar orientação psicológica para poder lidar com estas demandas e com os eventuais conflitos que você poderá desenvolver.
A terapia irá te auxiliar na busca de respostas e no manejo de situações, ampliando teu repertório no enfrentamento as situações desconfortáveis.
Atte. Letícia

Leticia M. Fonseca Psicólogo em Palhoça

43 respostas

5760 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

ola joao!!!!! saudaçoes!!!!!procure respeitar o pedido de tempo...procure tb um psicologo. sou sandra elena caroiso-psicologa-sexologa-hipnologa-

Sandra Elena Carosio Psicólogo em São José do Rio Preto

480 respostas

21557 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá João, bom dia! Imagino o conflito que esteja enfrentando, é muito difícil querer estar perto de alguém e não poder. Caso seja diagnosticado realmente a depressão, é necessário acompanhamento psicoterápico e médico, pois é um quadro que pode se agravar muito. Neste momento pode ser que realmente ela não suporte estar próximo de alguém e respeitar esta condição sem humilhar a situação é algo que ela deseja, assim como criticou o último relacionamento. Porém, não há dados para saber como anda este acompanhamento, a família sabe? Está passando por algum psicólogo? Existe um laudo sobre esta depressão? Ha quanto tempo ocorre? Entende?
Sugiro que ela procure ajuda, caso ainda não tenha feito e se for um caso mais grave, que procurem ajuda por ela. Quanto a você, pode ser que toda essa vivência seja árdua demais, já que a ama de verdade, então a terapia pode lhe auxiliar nesta confusão e autoconhecimento. Espero ter ajudado, estou a disposição.

Clínica de Psicologia Márcio Ferreira Psicólogo em Ribeirão Preto

32 respostas

6119 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Sinto muito por essa situação delicada por qual está passando. Fim de relacionamento é difícil, pior ainda quando a justificativa não convence ou angustia mais ainda. Entretanto, considerando que ela esteja mesmo com depressão, ela precisa demais do apoio de todos os que estão a sua volta. Depressão é um caso sério e demanda muito cuidado. Por outro lado tem você e suas emoções, que também sofre e requer cuidados. O primeiro passo para ajudar alguém é cuidar de si mesmo. Tente refletir sobre a relação que vocês mantinham, é provável que você encontre algum ponto a se apoiar. Se estiver muito difícil lidar com isso sozinho, procure uma terapia focal, breve, para lhe ajudar nisso. A grande verdade é que só podemos nos responsabilizar pelo nosso bem estar, e só conseguimos ajudar o outro, quando este aceita a ajuda.
Boa sorte para você. Torço para que essa situação se resolva.
Abraço
Sueli

Sueli Doniseti dos Santos Psicólogo em São Paulo

29 respostas

2232 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Oi João. Sinceramente achei este relato estranho da parte das alegações da sua namorada. Será que ela está mesmo com depressão ou desânimo? Ela fala que o ex-namorado tinha depressão e que a humilhava muito, mas isso não é típico de quem esta depressivo, geralmente há uma prostração profunda e nem tem força para atitudes sádicas, pelo contrário são mais masoquistas. Parece agora que ela se identifica com o ex-namorado e tem medo de te humilhar, o que é incoerente numa pessoa que ama outra pessoa. Lamento João, mas acho que o que está acontecendo é que ela não está mais afim de continuar o relacionamento e só conseguiu se afastar através dessa desculpa. Minha orientação é você cuide de sua vida e se afastando emocionalmente. Eu sei que não é fácil, às vezes dolorido, mas você vai evitar situações piores no futuro. Boa sorte.

José Carlos Bastos Psicólogo em Rio das Ostras

132 respostas

11315 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Depressão é um quadro difícil e é preciso muito tato e cuidado para lidar com quem está depressivo. Sugiro que dê um tempo para ela pensar consigo mesma, mas não precisa abandoná-la, tu podes continuar em contato, se importando e se preocupando como, de início, um amigo que se importa com a saúde mental de outro, sem pressões neste momento.

Tamires Passos Decimo Psicólogo em Passo Fundo

114 respostas

9730 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Depressão

Ver mais psicólogos especializados em Depressão

Outras perguntas sobre Depressão

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 6700 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10300

Psicólogos

perguntas 6700

perguntas

respostas 28450

respostas