Minha filha sofre por não ter amiga

Feita por >Paula>. 8 Fev 2017 7 respostas

Olá sou Paula tenho uma filha de 13 anos de idade ótima filha e aluna interagem muito bem com a família . mais não consegue fazer amizade na escola ou em qualquer outro lugar e sofre por isso chora por se sentir deslocada e por sentir inveja de outras meninas da mesma idade por elas terem amigas e ela não .O que devo fazer pois já tivemos varias conversar mais nada adianta .obrigada desde já

Assuntos relacionados

7 respostas

  • A melhor resposta

    Olá Paula!
    Já pensou em buscar ajuda de um profissional em sua região.
    Acredito que seria bastante importante para sua filha poder falar sobre as próprias questões, das dificuldades e barreira encontradas e que dificultam ou a impedem de interagir com as outras pessoas fora do vínculo e contexto familiar.

    Fico a disposição!

    Upload feito em 09 Fevereiro 2017

    Logo Jessica Moreira Carvalho

    151 respostas

    2593 pontuações positivas

Explique seu caso à nossa comunidade de psicólogos!

Qual é a sua dúvida? Psicólogos especializados no assunto respondem à sua pergunta
Verifique se há perguntas similares já respondidas:
    • Escreva de forma correta: evite erros de ortografia e não redija tudo em maiúsculas
    • Expresse-se de forma clara: use uma linguagem direta e com exemplos concretos
    • Seja respeitoso:não use vocabulário inadequado e mantenha as boas maneiras
    • Evite SPAM: não coloque informação pessoal (telefone, e-mail, etc.) nem publicidade

    Se o que você deseja é pedir informação como cliente, clique aqui
    Como você deseja enviar sua pergunta?
    Excluir
    Nome (será publicado)
    E-mail em que receberá as respostas
    Para que possam atender-lhe por telefone
    Para escolher expertos da sua região
    Para escolher aos expertos mais adequados
    • 6500 psicólogos à sua disposição
    • 2300 perguntas feitas
    • 15300 respostas dadas
    • Paula, seria importante buscar um acompanhamento psicoterapeutico para sua filha, em geral os adolescentes respondem super bem ao tratamento e poderia ajuda-la a se abrir e ver o que esta acontecendo, as vezes com os familiares é dificil falar sobre determinados assuntos e com um psicoterapeuta pode ser mais faci.

      Upload feito em 14 Fevereiro 2017

      Logo Andréa Moog Klein
      Andréa Moog Klein Novo Hamburgo

      27 respostas

      103 pontuações positivas

    • Boa noite Paula, que bom que você conversa bastante com sua filha, mas se isso não está resolvendo vai ser preciso buscar ( e oriento que seja rápido) um acompanhamento para sua filha porque essa situação deve trazer muito sofrimento, principalmente se tratando de adolescente onde as relações sociais são muito importantes. Verifique se ela consegue falar com pessoas estranhas, caso não, sinalize isso para o profissional. A insegurança e ansiedade social, timidez excessiva também precisam ser avaliados. Abraço e boa sorte pra vocês. Vânia Virgínia

      Upload feito em 09 Fevereiro 2017

      Logo Vânia Virgínia da Silva

      16 respostas

      66 pontuações positivas

    • Oi Paula! Tente conversar com sua filha procurando compreender como é seu comportamento nas interações sociais...ela pode não se aproximar de outras pessoas por se sentir insegura e certamente isso acarreta sofrimento para ela porque na idade em que ela está é muito importante a "aceitação" do grupo de amigos. Tente elogiar também, ressaltar suas características positivas para diminuir essa insegurança. O acompanha psicológico pode contribuir no processo.
      Um abraço!

      Alânia Diógenes - psicóloga, CRP: 11/06425

      Upload feito em 08 Fevereiro 2017

      Logo Psicóloga Alânia Diógenes

      22 respostas

      48 pontuações positivas

    • Paula, bom dia! Primeiramente fico feliz, por ter dividido um pouquinho da situação. Em seu discurso há poucos detalhes do comportamento (atitudes, falas) de sua filha que poderia nos nortear para um direcionamento, mas aconselho a busca de um processo terapêutico em sua cidade. É muito importante e saudável a conversa entre vocês, com certeza é uma segurança em sua filha. Contudo, um olhar de um psicólogo, com falas e atividades no processo terapêutico pode proporcionar novas dimensões e percepções interessantes nesta fase pré-adolescente. Espero tê-la ajudado. Para quaisquer esclarecimentos ou acompanhamento, estou à disposição. Danielle Almeida

      Upload feito em 08 Fevereiro 2017

      Logo Danielle de Almeida
      Danielle de Almeida Rio de Janeiro

      195 respostas

      4428 pontuações positivas

    • Paula bom dia, após ler o seu pequeno relato percebo que se este comportamento está causando sofrimento em sua filha se faz necessário acompanhamento psicológico para se trabalhar as possíveis causas que estão por trás deste comportamento e resgatar o equilíbrio emocional e alto estima de sua filha. Espero ter contribuído, att. à Psicóloga Ussénade.
      Boa sorte!

      Upload feito em 08 Fevereiro 2017

      Logo Ussénade Maria de Oliveira

      510 respostas

      7285 pontuações positivas

    • Prezada Paula, precisamos investigar o que no comportamento da sua filha pode estar ocasionando isto. Desta forma, sugiro que busquem atendimento profissional com psicólogo.

      Upload feito em 08 Fevereiro 2017

      Logo Matheus de M. M. Schreiner

      48 respostas

      462 pontuações positivas

    Perguntas similares Ver todas as perguntas