Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Medo de não saber amar

Feita por >Ariana Barbosa Araujo em 19 jun 2019 Medo

Depois de uma desilusão amorosa não quero mais me envolver com ninguém, até acho que é compreensível que eu pense dessa maneira e pode ser momentâneo pois o trauma é muito recente. Com esse parceiro anterior eu não consegui demonstrar o quanto gostava dele e esse foi um dos motivos para não ficassemos mais juntos. Não correspondi as expectativas dele e ele duvidou do que eu sentia.
Mesmo que um dia volte a cultivar sentimentos por outra pessoa, tenho medo de que o mesmo aconteça e que ele não saiba interpretar a minha forma de amar, que tenho certeza que não é a maneira mais óbvia e convencional.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

Olá, Ariana

Cada relação amorosa se constitui de uma forma singular e cada um pode ter uma percepção diferenciada sobre os acontecimentos da vida. Sendo assim a sua forma de demonstrar amor pode ser diferente de acordo com o parceiro e a relação estabelecida com o mesmo, ou essa "maneira não óbvia e convencional" pode ser muito bem vista ou atraente pelo novo parceiro.

Mas para gostar e entrar numa nova relação amorosa é importante uma real abertura para o outro, uma elaboração da desilusão, do trauma recente, uma melhor forma de lidar com o medo e o entendimento das singularidades de cada relação (para que o atual relacionamento não se torne uma repetição do antigo).

Existem diversas formas de trabalhar essas questões, dentre elas a análise.

Beijos,
Larissa Siqueira

Larissa Siqueira Psicólogo em Rio de Janeiro

6 respostas

2 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Oi Ariana Barbosa Araujo, como já disse antes, você precisa gostar de si mesma. Uma das formas da gente gostar da gente gostar de nós mesmos, é estender esse gostar a outras pessoas. Entre o gostar e o não gostar há análises enganosas, inseguranças, medos, ciumes, inveja, dentre outros sentimentos. Gostar contém a possibilidade de não ser gostado, de precisar conduzir caminhos para tornar-se gostado. Não é razoável, evitar isso, por medo. Vale a pena enfrentar o medo. Um abraço: Ary Donizete Machado - Psicólogo Clínico.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

921 respostas

417 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Medo

Ver mais psicólogos especializados em Medo

Outras perguntas sobre Medo

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 7200 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10500

Psicólogos

perguntas 7200

perguntas

respostas 28850

respostas