Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Estou confusa quanto à minha sexualidade. O que eu faço?

Feita por >Iza em 29 dez 2019 Bissexual

Acho que sou bissexual. Percebi que sinto atração por meninas quando notei que eu reparava mais nas meninas do que nos meninos. Quando estou em uma festa, eu olho pras garotas. Mas também acho que gosto de meninos, acho alguns muito bonitos, mas nunca senti nada por nenhum garoto e até alguns meses atrás, o mesmo era com as garotas. Mas eu comecei a conviver mais com uma garota da minha escola, ela também se questiona sobre a sexualidade e nós duas ja falamos sobre isso. Eu sou bem aberta nesse ponto, acho que todos os meu amigos sabem da minha "question". Faz um tempo que as aulas acabaram, e eu e essa garota (vou chamá-la de Bia) ainda nos falamos normalmente, como adolescentes, sabe? Coisas como mandar meme e falar sobre coisas aleatórias. Ela me faz bem, e sei que gosto dela, só não sei de que forma. Acho que tudo seria mais fácil se eu tivesse certeza da minha sexualidade. Às vezes eu até penso " o que vc está esperando? Vc é BI. Isso é óbvio, todos sabem. Se assume logo!" mas nessas horas eu pareço aqueles desenhos animados, sabe? O diabinho e o anjinho discutindo? Kkk aí uma outra voz responde "É, mas e a família dela? O que vão achar? A mãe dela ja disse que sente nojo de duas mulheres juntas. Ela vai consiguir suportar a dor de saber que a própria mãe sente nojo dela?". Pois é, e para melhorar, meu pai também nao é muito liberal, não me preocupo tanto com a opinião dele, mas com a da minha mãe sim. Quando ela disse aquilo pra mim eu me senti mal, muito mal. Não chorei, mas foi horrível ouvir aquilo dela. Eu nao sei, talvez eu seja BI, e talvez eu ja saiba disso, e talvez nao queira aceitar porque a idéia de que minha mãe sentirá nojo de mim, me assombra. O que eu faço?

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

Olá Iza, Em primeiro lugar, aprenda a gostar de ti e expresse os teus sentimentos, sabendo que geralmente as pessoas adultas não se sentem a vontade com a expressão de sentimentos.
Aprenderam que deviam se relacionar homem x mulher... este era o padrão considerado correto e embora MUITOS sofressem esta condição porque são frustrados, aceitaram esta condição e agora a dificuldade é maior em aceitar uma outra modalidade.
A forma como cada um expressa seus sentimentos afetivos, sexuais, de amizade... é uma particularidade de cada um. Hoje existe um movimento de não ser fingido consigo mesmo, de ser verdadeiro consigo mesmo. Portanto, ser bissexual ou não, ser lésbica ou gay é uma particularidade privativa que só pertence a cada um. E se pertence à pessoa, merece ser respeitado.
Pode ser que seja apenas curiosidade tua envolver-se com a menina. Mas não tem como saber e ter certeza de seus sentimentos se não vivenciá-los. Pra vida, nada é errado, tudo podes fazer, são experiências que podes fazer. Tens o livre arbítrio e depois podes decidir se queres continuar ou não. Estão se descobrindo.
O sistema (família, sociedade) sim pode te proibir, julgar... convém ser inteligente e ver como podes driblar este posicionamento do sistema.

Geime Rozanski Psicólogo em Brasília

577 respostas

260 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Bom dia, Iza todas essas dúvidas, questões e reflexões sobre sua sexualidade e, principalmente a sua preocupação com a opinião da sua mãe estão te deixando confusa, olha a sexualidade não se decide, se vive, não se escolhe ser homossexual, bissexual, heterossexual, não é questão de escolhas e, nem está baseado na opinião dos outros.

Não é uma questão de escolha se relacionar com homens ou mulheres, está baseado em sentimentos, emoções, atração e, isso o ser humano não controla, mas posso te dizer que ao ouvir muitas opiniões, julgamentos e principalmente ficar se questionando só vai produzir insegurança, medo, ansiedade, e a sexualidade humana é uma coisa natural, mas os seres humanos ficam presos aos julgamentos, regras sociais e não vivem a vida em sua plenitude.

Respondendo a sua perguntar "o que eu faço?", Iza sugiro que, simplesmente viva a sua vida, se permita relaxar, deixar de se questionar, não precisa nesse momento planejar a sua vida sexual, tratar a sua sexualidade como um problema, pois não é, olhar e achar bonito homens e mulheres é normal, sentir desejo e gostar, sentir atração sexual também é normal e, mais importante é que você ainda não está preparada para tomar decisões sobre a sua vida sexual, logo não seria melhor parar um pouco para pensar sobre todas essas questões? Um forte abraço.

Eliane Weber Psicólogo em Salvador

415 respostas

662 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Adolescência é uma fase transitória e de descobertas. Um processo psicoterapêutico vai ajudar em seu auto conhecimento.
Estou à disposição!

Elmira Lopes de Barros Psicólogo em Jaboatão dos Guararapes

2 respostas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Ola pelo seu relato voce esta em uma fase de descoberta de si mesmo,.e fazer isto sozinha é.dificil. Um profissional Psicoterapeuta podera lhe ajudar. Podemos marcar uma entrevista.

Elisabete Ferreira Gomes Pereira Psicóloga Psicólogo em Guarulhos

37 respostas

10 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá! Essas questões inquietantes pra você são fundamentais para a sua vida e precisam de um apoio profissional para lhe proporcionar um conhecimento maior de você mesma. Procure um bom profissional!

Paula Bittencourt S. A. Ferreira Psicólogo em Belo Horizonte

6 respostas

1 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Iza você precisa se conhecer e se entender , e um profissional preparado e neutro irá te ajudar!

Psicóloga Natalia Martins Psicólogo em São Paulo

288 respostas

5141 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Iza, este é um momento de muitas descobertas na sua vida.
O acompanhamento com um profissional neutro de preconceitos e também que te ajude a olhar com clareza para as suas questões sem ferir a sua matriz de identidade é muito importante.
Eu atendo na cidade de Jundiaí - SP e também online. Se quiser podemos marcar uma sessão.
Teríamos muito a conversar sobre isso.
Abraços.
Camila Lopes

Camila Lopes Psicóloga Psicólogo em Jundiaí

14 respostas

11 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Iza5! Grato por participar. Como o homossexualismo é tido como "não natural", por não propiciar a procriação, é e sempre será cercado de preconceitos e objeções de parte de sociedade. Você, pelo que diz, deve ter idade não superior a dezoito anos. Será interessante poder refletir profundamente sobre os caminhos a seguir: não deve violentar sua identidade, mas também não pode ignorar que a sociedade cria dificuldades para as pessoas que vivem expressão sexual diferente daquela que consideram "normal".
Será interessante você poder conversar sobre isso com pessoas de cabeça aberta, experientes, éticas e confiáveis, que vivam diferentes expressões sexuais. Como essas qualidades são difíceis de encontrar em pessoas do dia-a-dia, será importante você poder contar com um psicólogo: código de ética da psicologia, experiência profissional, corpo de conhecimento científico. Coloco-me à disposição para maiores aprofundamentos. Um abraço: Ary Donizete Machado.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

921 respostas

417 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Bissexual

Ver mais psicólogos especializados em Bissexual

Outras perguntas sobre Bissexual

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 7200 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10500

Psicólogos

perguntas 7200

perguntas

respostas 28850

respostas