Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Esquizofrenia

Feita por >Ronei · 22 jan 2015 Esquizofrenia

Queria saber se uma pessoa com esquizofrenia tem que tomar remédio a vida toda ou tem outra forma de controlar o transtorno.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 29 JAN 2015

A esquizofrenia baseia-se em um estado biopsicossocial do indivíduo, onde este fica a mercê de viver em seu próprio mundo, ao invés do real. Na psicanálise, é dito que como o sujeito não consegue satisfazer seus impulsos emocionais de forma sadia, ele se volta a si mesmo, para que consiga satisfazer-se através de suas fantasias.
A esquizofrenia por sua vez, pode ser desencadeado de modo genético (quando familiares também o tem), e por sofrimentos psicossociais em decorrência de sua vivência, e em relação a isso, é necessário um acompanhamento multiprofissional, para que aja melhorias na qualidade do indivíduo
Particularmente, sou contra o medicamento, já que este desencadeia outros efeitos colaterais e o indivíduo fica preso a um círculo de medicamentos para inibir efeitos colaterais anteriores.
Por outro lado, é um mau necessário, e a melhor solução para isso é sim, tomar medicamentos, com acompanhamento, e ter o complemento do suporte psicológico, e quando o indivíduo sentir melhorias, retirar os medicamentos aos poucos (através, claro, do consentimento médicos) para que aja o desenvolvimento de autonomia do sujeito, e este possa ter uma qualidade de vida melhor, independente de remédios.

Marcio Gomes Pereira Jr. Psicólogo em São José dos Campos

7 respostas

138 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 JAN 2015

Olá Ronei,
no caso de esquizofrenia há a necessidade de se realizar um trabalho em conjunto com o psiquiatra (remédios) e o psicólogo (terapia através da fala). As dosagens dos remédios com a psicoterapia tendem a diminuir, mas nunca eliminados.
Excelente dia!

Karine de Toledo Pereira Saito Psicólogo em São Paulo

5 respostas

154 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 JAN 2015

Olá Ronei, tudo bem?
No caso da esquizofrenia o tratamento é realizado com antipsicóticos, ou seja, medicamentos que tem como indicação controlar crises, surtos, alucinações.
Existem vários tipos de antipsicóticos e dificilmente um paciente que inicia seu uso poderá deixar de usá-lo.
A psicoterapia é uma aliada, neste sentido, pois se o paciente apresenta melhora em seu quadro, o medicamento pode ser diminuido.
Se a esquizofrenia é refratária, ou seja, resistente, existem outros métodos para controlar o transtorno, entre eles métodos invasivos, como o choque, que hoje é utilizado como terapia.

Lilian Fernanda Gomes Psicólogo em Ribeirão Pires

4 respostas

118 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 JAN 2015

Olá, Ronei!
Além de trabalhar em consultório particular , também trabalho numa clinica neurológica e afirmo que : Esquizofrenia exige remédios para administração dos sintomas e as dosagens podem até ser diminuidas . O acompanhamento de um Psicólogo também é fundamental , pois os remédios funcionam como "administradores" dos sintomas e a Terapia ajuda no reequilibrio dos comportamentos . Esse conjunto aumenta a segurança e a possibilidade de uma convivência saudável.Enquanto houver a possibilidade de convivência social ,mínima que seja , não é aconselhável a retirada da medicação .

Psicóloga Monica Androli Psicólogo em Rio de Janeiro

14 respostas

185 pontuações positivas

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 JAN 2015

Em caso de sofrer de esquizofrenia é necessário um tratamento conjunto de psicoterapia e fármacos. Os remédios são necessários.
Susana

Susana Rodriguez Iglesias Psicólogo em Balneário Camboriú

39 respostas

8682 pontuações positivas

Fazer terapia online

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 JAN 2015

Bom dia Ronei!!!

Em pessoas que não sofrem de esquizofrenia, a atuação de um neurotransmissor chamado dopamina, que atua no cérebro, é liberado em quantidades equivalentes e necessárias para o lobo frontal e temporal, ocorrendo a esquizofrenia haverá uma descompensação, ocasionando excesso,deste neurotransmissor, no lobo temporal provocando delírios e alucinações e a falta no lobo frontal provoca apatia e lentidão no pensamento, ocorrendo os sintomas que dão origem ao diagnóstico ... como o surto deixa sequelas, apenas pode ser feito tratamento medicamentoso continuo e terapia para amenizar os sintomas. Os Centros de Atenção Psicossocial de cada cidade atendem e fazem acompanhamento incluindo um Projeto Terapêutico Individual.

Espero ter contribuído para para esclarecer alguma dúvida.

Atenciosamente;

Psicólogo Carlos

Carlos César Petruy Psicólogo em Curitiba

283 respostas

9792 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 JAN 2015

Olá Ronei, uma pessoa com diagnóstico de esquizofrenia deve sim tomar medicação e ter um médico psiquiatra que o acompanhe de tempos em tempos para fazer controle da dosagem, esse paciente não deverá abandonar o tratamento para evitar possíveis surtos. É importante, além do acompanhamento com o médico psiquiatra, também a psicoterapia semanal. Espero ter contribuído em sua dúvida. Abraços. Cláudia Zardo. Psicóloga CRP 16-2743

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

26 JAN 2015

Ronei, é importante saber que cada caso é único e deve ser avaliado como tal. Os medicamentos são importantes, especialmente em momentos de crise, porém são mudados e até podendo ser diminuída a dosagem, a critério médico.Já acompanhei casos em que a pessoa passou a tomar doses bem menores, mas é importante manter o medicamento, pois controla os sintomas. Espero ter colaborado. Boa semana!

Psicóloga Martha Veloso Psicólogo em Salvador

8 respostas

1184 pontuações positivas

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Esquizofrenia

Ver mais psicólogos especializados em Esquizofrenia

Outras perguntas sobre Esquizofrenia

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 9300 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10800

Psicólogos

perguntas 9300

perguntas

respostas 31300

respostas