Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Erros do passado, aborto, consequências

Feita por >F.C.A em 18 Fev 2018 Psicologia clínica

Bom dia, tenho 23 anos, e sou mãe de um filho de 5 anos.

Minha vida sempre foi muito regrada, meus pais sempre me privaram muito de sair, acabei namorando cedo e engravidando, casei mas infelizmente éra muito insegura e brigávamos muito.

Após 3 meses do nascimento do meu filho em 2013, engravidei de novo e acabei realizando um aborto aos 3 meses de gestação, após o aborto não senti nada psicologicamente.

Mas em 2017 comecei a ficar com medo de consequências pelo o meu ato, vi em um site de espiritismo que quem o praticava, acabava ficando louca ou sofrendo possessões. A partir dai comecei ficar com medo de ficar louca ou machucar o meu filho, mas não sinto vontade nem desejo apenas tenho medo fazer isso inconscientemente.

Após todo esse episódio reparei que desde criança até hoje, antes de dormir ou alguns momentos sozinha, fico imaginando minha vida casada rica, sabe uma vida imaginária mas ela não me domina. Isso ficou na minha cabeça será que é um indício que tenho transtornos?

Vou ficar muito feliz com sua resposta pois tenho certeza que muitas mulheres passam por isso!

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

Olá! Pelo seu relato me parece que você começou a alimentar um medo irracional frente a algo que você parece não ter muito conhecimento. É natural ter medo daquilo que não conhecemos, e quando passamos a entender melhor as coisas o medo pode ir se dissipando. Se você se identifica com a doutrina espírita e quer saber mais, procure ler, estudar e participar das reuniões. Isso vai esclarecer melhor acerca desse seu medo. Por outro lado, ficar pensando e imaginando coisas é normal para qualquer ser humano. O problema é viver demais a fantasia e não viver a realidade, acreditando que a sua imaginação é real. Espero ter ajudado. Boa sorte.

Leonardo Viana de Vasconcelos Martins Psicólogo em Fortaleza

1038 respostas

27935 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

FCA, entendo que esteja com receio de que seu ato seja cobrado, possivelmente você esteja alimentando culpa e inconsciente esteja buscando reparar, acabando que está ficando louca. Trabalhe o perdão, tente entender quem você era na época, procure reler o texto espírita e talvez possa entender melhor, que possivelmente não seja nada taxativo.
Procure fazer Psicoterapia, você precisa de autoperdão.
Espero que tenha lhe ajudado
Estou a disposição
Abraço
Vera Pelizzari

Vera Pelizzari Psicóloga Clínica Psicólogo em São Paulo

295 respostas

5014 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Ola querida tudo bem?

Acredito que seria interessante uma terapia no seu caso para o profissional entender cada pedacinhos dos traumas que você carrega, suas culpas, você precisa entender cada parte da sua história de uma forma positiva para poder seguir adiante, pois todos nós temos uma marca , mas nem por isso devemos seguir para sempre frustrados.

Abraços

Psicóloga Natalia Martins Psicólogo em São Paulo

246 respostas

5116 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

FCA, boa tarde! Pelo seu relato me parece que a culpa por ter realizado o aborto se juntou a uma informação obtida na internet e desencadeou um processo de bastante ansiedade, com muitas preocupações. Recomendo que você busque terapia para lidar com essas questões. Estamos a disposição para ajudá-la. Att, Equipe Afetto Psicologia

Psicóloga Renata Brito Psicólogo em Rio de Janeiro

365 respostas

2874 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Bom dia, FCA.

Sugiro que não se segue tanto a uma informação solta que leu na internet. Se vc for conhecer melhor a doutrina espírita entenderá que não é assim tão preto no branco. É preciso estudar pra vc entender melhor.
De qualquer maneira, como a colega disse anteriormente, me parece que a culpa está te corroendo, de maneira tardia, pois a princípio vc não sentiu isso. Existem outras maneira de lidar com as dificuldades e criar um filho não é uma tarefa das mais fáceis, na verdade é muito difícil. Esse sentimento de que vc pode machucar seu filho provavelmente apareça nos momentos em que vc se sente mais cansada. A vontade é de se livrar dos problemas.
De qualquer maneira busque psicoterapia para melhor entender seus sentimentos e aprender a lidar com eles e as situações de maneiras mais equilibradas.
Espero ter te ajudado um pouco.
Grande abraço.
Bjos

Claudia Santos Nunes Psicólogo em Sorocaba

18 respostas

90 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, FCA.
Pelo seu relato não dá para fechar um diagnóstico, mas me pareceu que através de uma informação lida em um site, desencadeou em você um medo é uma culpa, por ter feito um aborto, é que hoje por conta dessa sua crença, você anda muito ansiosa.
É interessante você procurar por ajuda psicológica, que vai te ajudar a quebrar crenças que no Brasil é cultural, pois em outros países ou religiões, é mais comum é sem esse peso.
Qualquer dúvida estou a disposição.

Fernanda Veronesi de Menezes Psicólogo em São Paulo

548 respostas

4441 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Psicologia clínica

Ver mais psicólogos especializados em Psicologia clínica

Outras perguntas sobre Psicologia clínica

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 6200 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10150

Psicólogos

perguntas 6200

perguntas

respostas 27700

respostas