Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

É possível recuperar a libido perdida?

Feita por >RF · 5 mai 2014 Terapia sexual

Comecei a me masturbar aos 12 anos e era muito fácil atingir orgasmos bastante intensos. Eu me sentia excitada com facilidade e o meu corpo respondia a isso de forma muito clara para mim. Aproximadamente aos 19 anos comecei a ter problemas pessoais, que resultaram num comportamento e humor depressivo, talvez uma depressão leve ou moderada, e perdi a minha libido. Achei que era normal por causa da depressão e que depois as coisas voltariam ao normal assim que passasse essa fase. Hoje tenho 22 anos, perdi minha virgindade ano passado, e minha libido continua muito baixa, raramente consigo ficar excitada, não tenho vontade de me masturbar e é difícil ter orgasmos (até assim, através da masturbação). Tenho namorado e ele sabe parcialmente da minha condição. Faço sexo com frequência com ele mesmo sem estar excitada (essa é a parte que ele não sabe, ele acha que eu sinto muito tesão, só não consigo ter orgasmos). Eu gosto muito de sexo, mas o meu corpo não responde mais. Eu queria voltar à minha antiga condição. É possível?

PS.: Eu continuo tomando remédio (cloxazolam 2mg por dia) e também tomo anticoncepcional injetável (mesigyna). Eu melhorei em relação à depressão, mas não posso parar de tomar os remédios, talvez trocar.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

Olá Rafaela,

A questão química também influencia negativamente no desejo sexual, por isso sugiro-lhe procurar seu Ginecologista para realizar avaliação hormonal, informar seu Psiquiatra sobre esta ocorrência para que ele possa alterar as dosagens medicamentosas e, paralelamente, procurar um Psicólogo para cuidar das questões emocionais. Desejo-lhe boa sorte!

Cristina Santos Psicólogo em Recife

40 respostas

3763 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Rafaela, tudo que foi perdido é porque algum dia existiu. Sim, a libido pode ser recuperada, isso acontece quando em processo terapêutico o paciente junto com o analista trás a consciência aspectos que foram deslocados por algum evento, tanto positivo como negativo. Att, Psicólogo Ederson Mariano

Psicólogo Psicanalista Ederson Mariano Psicólogo em Maringá

10 respostas

289 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, Rafaela. Nosso corpo tem um funcionamento complexo, onde os processos são integrados, ou seja, o físico e o emocional estão intimamente ligados. Isso significa que nossas emoções interferem diretamente na saúde física. Se você já descartou alguma alteração física que justificasse essa falta de libido, seria interessante investigar melhor sua relação com seu corpo, com suas fantasias e expectativas em relação ao sexo e ao seu parceiro. A excitação da mulher é também muito subjetiva, alimentada pelo universo simbólico de cada pessoa. E também sofre muita influência da educação, dos valores morais, dos significados atribuídos à sexualidade. Reflita sobre a importância de você se conhecer melhor e entender como funciona todo o seu ser, pois assim estará também entendendo sua sexualidade. Boa sorte. Abraços. Elizabeth Ventura.

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

O que pode lhe ajudar é procurar um psicólogo, poderá ajudar com algumas questões relacionadas à sua depressão, também com a sua falta de libido. Você toma medicamento para depressão, muitos podem comprometer também a libido. Porque 80% dos casos de falta da libido é emocional, poucos casos são físicos.
Abraço, Jorgete Onohara

Psicóloga Jorgete Onohara Psicólogo em Joinville

32 respostas

2385 pontuações positivas

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Rafaela!

Importante salientar que medicamentos sempre têm efeitos colaterais. Há algumas condições que creio não serem possíveis de solução apenas com medicamentos e o contrário também verdadeiro, há condições que não são passiveis de resolução só com terapia.
Dessa forma seria interessante pensar em fazer uso de medicamentos e terapia ao mesmo tempo, para obter resultados mais duradouros.

Att. Rosanna - Allfamilypsico

All Family Psicólogo em Santos

36 respostas

3849 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Primeiro sugiro que você converse com o médico que acompanha sua terapia medicamentosa, porque essa medicação que você usa interfere no desejo sexual. Considero indicado uma psicoterapia também. Boa sorte!

Terapia Domiciliar Kátia Saraiva Psicólogo em Porto Alegre

4 respostas

341 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Procure fazer terapia, paralelamente ao acompanhamento psiquiátrico. Tudo isso que você relata é acompanhado de sentimentos sofridos (difíceis de serem vividos de forma solitária), que precisariam de um psicoterapeuta para acompanhá-la nesse processo e mesmo interagir profissionalmente com seu médico psiquiatra.

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Com a depressão é normal ter uma queda da libido e o pior é que antidepressivos geralmente reduzem muito a libido também. O que eu recomendo a você é iniciar um processo psicoterapêutico para levantar sua autoestima e tratar sua depressão. Pode ser um processo demorado, mas o importante é você não desistir, sei que é difícil mas você precisará ter persistência, visando a sua saúde e a sua qualidade de vida.

Dínerson Fiuza Psicólogo em São Paulo

258 respostas

14442 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Terapia sexual

Ver mais psicólogos especializados em Terapia sexual

Outras perguntas sobre Terapia sexual

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 7700 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10600

Psicólogos

perguntas 7700

perguntas

respostas 28950

respostas