MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Deixar um casamento morno por um novo amor?

Feita por >Tatives>. 30 Ago 2017 2 respostas  · Separação

Estou com um dilema em minha vida que esta acabando....

Sou casada a 11 anos me casei muito nova com 21 anos e meu marido ja era mais velho tinha 30 anos na época que nos casamos. Vivemos bem como casal durante uns 5 anos, mas depois o casamento foi caindo na rotina e meio que fui perdendo o interesse nele, ele começou a se relaxar muito e sem contar que por vezes ele é muito grosso cmg. No ano de 2011 conheci uma pessoa tbm casado e aconteceu o que não deveria, começamos a nos relacionar e o envolvimento emocional tbm aconteceu. Essa pessoa é totalmente diferente do meu marido me trata super bem, me sacia na cama, é amigo enfim td procuro ele tem ... Eu e meu marido temos um filho de 03 anos. Só que essa pessoa se separou e esperou por um ano para q eu me separasse tbm, só que não tive coragem de deixar meu marido por pena, ele é uma pessoa muito difícil não tem amigos, tem uma relação difícil com a família ai fiquei c dó de tirar a unica coisa de bom q ele tem na vida q a família, mas por outro lado ele não colabora para que vivemos bem .... e essa pessoa que citei que me envolvi disse que vai seguir a vida que não pode viver as margens da minha vida sempre e que quando eu quiser ele estará me esperando mas já tem uma pessoa interessada nele e ele não vai rejeita-la .... ou seja estou morrendo de medo me perde-lo mas tbm não tenho coragem de deixar meu marido por pena, pelo que minha família vai achar, pelo que a família dele vai achar, pelo que o meu filho vai sentir e pelo que a igreja vai falar e achar .... o que faço? Será que poderia me orientar de alguma forma ......Peço que leia meu relato e me oriente / ajude ....

casamento

A melhor resposta

Olá, Tatives! O ser humano pode ter sempre este questionamento. Muitas pessoas entram em relações sérias com objetivos específicos: união, família, filhos, estabilidade para uma vida. E assim, as pessoas acabam se casando para estarem certas da presença do outro. Depois, acabam por ter que saber lidar com o fato de estarem presentes, mas não terem o amor, que precisa de demonstrações/ manifestações que o casamento nem sempre propicia.
Neste contexto que você apresentou, por termos processos químicos intrínsecos a nós que nos deixa mais propício à busca de aventuras/desafios (em algumas pessoas com maior intensidade, em outras menos), precisamos cuidar cada dia mais dos nossos sentimentos, sensações, emoções e razão em nosso modo de ser e agir. Permitindo-nos a cada dia conhecermos nós mesmos! Quando estamos apaixonados, as inconstâncias de nossos hormônios interferem em nossa capacidade reflexiva e, fatalmente, criamos mundos imaginários de ilusões e expectativas que, com o passar do tempo, e o contato com a realidade em si, se mostram diferente e geram frustração. Não porque a realidade em si seja ruim, mas talvez porque seja diferente do que imaginamos. E, assim, deixamos até de curtir momentos e pessoas que poderia ser interessante de vivenciar. Portanto, a vida que você talvez se imagine vivendo, pode ser que esteja somente na sua imaginação, a realidade pode ser bem diferente e você precisa perceber e se responsabilizar por tudo isso.
Relacionamento é sempre negociação e muita conversa, para lidar com todas as fronteiras de valor, de contato, de sentimentos... que impactam no nossa forma de se relacionar.
Quanto a sua decisão de se separar ou não, essa resposta só você tem. E para encontrar as suas respostas, seria importante você buscar um processo terapêutico até para entender se precisa realmente dessa vida nova ou se está apenas em uma fantasia, se ama ou não e, se quer reestruturar sua vida conjugal. Estou à sua disposição, caso precise de acompanhamento ou para maiores esclarecimentos. Abraços, Danielle Almeida

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

Ola Tatives!
É indicado que procure ajuda de um psicólogo para que seja possível organizar suas emoções tomando decisões com mais segurança.

Fico a disposição

Maitê Hammoud

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

2 SET 2017

Logo Maitê Hammoud Maitê Hammoud

1295 respostas

38763 pontuações positivas

Perguntas similares

Ver todas as perguntas
Deixei o amor ser asfixiado. O que fazer?

1 resposta, última resposta em 21 Setembro 2018

Nova chance ao casamento ou ouvir meu coração?

4 respostas, última resposta em 23 Outubro 2017

Razão ou amor? Estou grávida e penso em ir embora de casa

1 resposta, última resposta em 28 Junho 2018

Viver com conforto ou escolher o amor?

2 respostas, última resposta em 22 Junho 2016

Há amor verdadeiro nessa relação?

9 respostas, última resposta em 12 Junho 2017

Sentir amor e ódio é possível?

6 respostas, última resposta em 06 Novembro 2017

O amor me assusta

3 respostas, última resposta em 15 Junho 2018

Amor patológico, como me livrar?

5 respostas, última resposta em 09 Março 2017

Como evitar que minha vida amorosa afete minha autoestima?

10 respostas, última resposta em 26 Agosto 2016