Como posso saber que estou mesmo em um relacionamento abusivo?

Feita por >Brenda em 19 Set 2019 Violência psicológica

O meu relacionamento era bom no início, mas... Essa pessoa não tá sendo doce comigo ( eu até entendo... pq eu fui bem ciumenta e Possessiva) diz que sou maluca, vadia... Diz que sou muitas coisas
Vive me julgando pelas coisas que fiz no passado e hoje em dia... Eu até entendo essa pessoa, mas... Dói ser tratada assim

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

Às vezes pode-se pensar que ninguém melhor para compreender se está em relacionamento abusivo do que quem está nesse relacionamento. Mas, quase sempre quem está em um relacionamento abusivo é o "último" a saber, já que em certos casos pessoas ao seu redor já perceberam. Por isso recomendo atendimento psicológico, para, digamos clarear, ou melhor, compreender o que se passa nesse relacionamento. Agora, sua questão é, como saber se estou mesmo em um relacionamento abusivo? Existem certo indícios - e vale lembrar que a violência não é necessariamente física, podendo ser psicológica, sexual e até financeira - como:
Te constrange em público? Diminui a sua autoestima?Faz chantagem emocional? Faz com que você se afaste de todas as pessoas ao seu redor, inclusive familiares e amigos? O ciúme está presente o tempo todo, muitas vezes sem motivo? Sente medo de como ele agirá em determinadas circunstâncias? Sente-se culpada o tempo todo? e claro tem, como já citada, a agressão física e sexual. Existem vários outros indícios, por isso, reitero que o melhor seria passar por um atendimento/orientação com psicólogo, falar é muito importante.

Nilo Marques Psicólogo Psicólogo em São Paulo

10 respostas

9 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, boa tarde, relacionamento abusivo é todo aquele que denigre a sua imagem com agressão verbal que acaba gerando uma violência psicológica, que é os eu caso diante do que relatou. Entender essa maneira de ser tradada no relacionamento porque é ou foi ciumenta e possessiva não é o melhor caminho, se ainda continua sendo, é necessário se cuidar porque tudo em excesso gera um conflito e acaba não sendo saudável. Você precisa ser respeitada no relacionamento mesmo você tendo feito ou faz algo de errado como diz, pois precisa cuidar da sua saúde mental e emocional, procure um psicólogo e faça uma acompanhamento para poder recuperar autonomia no seu relacionamento e na sua vida.

Espero ter ajudado.

Consultório Particular Liriane Oliveira Psicólogo em Caruaru

2 respostas

1 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Brenda,
avaliar se.um.relaciinamento é ou não abusivo depende de muitos fatores, da relação estabelecida e muitas outras coisas. Mas somente o fato de haver xingamentos e ele te diminuir já são atitudes importantes e agressivas. Acredito que seria importante iniciar uma terapia para vc melhor conseguir se colocar na relação, e passar a reconhecer quando é agredida ou somente uma discussão de casal, passar a entender seus sentimentos e tbm aprender a s colocar como parte integrante desta relação tbm. Afinal, um relacionamento de casal é feito por 2 pessoas. QQ qualquer coisa estou à disposição!

Maria Virgínia Campos Rocha Psicóloga Psicólogo em Rio de Janeiro

8 respostas

3 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

boa tarde! Seria importante conhecer melhor essa situação para poder avaliar o que está ocorrendo. Indico você buscar iniciar uma terapia, para que você compreenda e tome alguma decisão em sua vida e relacionamento.

Consultório Fernanda Pires Psicólogo em Teresina

20 respostas

71 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá , Bom dia!
Você acha que pq foi ciumenta, merece passar por esses comportamentos? Tenha um olhar pra você nesse momento. A maturidade faz com que o tempo passe e com ele aprendemos coisas únicas.
Meu nome é Francilene, sou psicóloga.

Francilene Noronha Psicóloga Psicólogo em Salvador

7 respostas

1 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

No começo as relações são sempre muito agradáveis, na medida que vamos nos conhecendo mais e se apresentarmos certos comportamentos de ciúmes e possessão, gerar um desconforto no outro, mas não implica de que o outro seja agressivo em suas palavras para conosco, pois o respeito é um fator que deve ter sempre o seu lugar nas relações. O diálogo e a apresentação do nosso descontentamento se faz necessário e caso o outro não compreenda, iremos respeitar e iremos ponderar se vale a pena continuar nesta relação. E iremos procurar auxílio para compreendermos melhor o que se passa em nossa intimidade, para poder levar uma vida equibilibrada e feliz.

Atenciosamente,

Persona Singular Psicologia Psicólogo em Sombrio

3 respostas

1 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Brenda,
como é sua família? a relação entre seu pai e sua mãe? e seus avós?
Você poderia estar repetindo crenças inconscientes de desvalia. Para sanar melhor as dúvidas, me contate. Gabriel Miziara, Psicólogo.

Consultório de Psicologia Gabriel Miziara Psicólogo em São José do Rio Preto

1 resposta

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Brenda, Relacionamentos abusivos são aqueles onde o respeito é perdido. Isso quer dizer que qualquer espécie de agressão como xingamentos, desqualificação, violência física ou Psicológica são considerados relacionamentos não saudáveis. Importante dizer que possivelmente você pode ter feito o mesmo antes de começar sofrer e ambos podem ter sido atraídos por essa característica. Então seria importante você rever que espécie de relacionamento quer ter e pode oferecer antes de prosseguir. Quer falar mais sobre isso? Estou à disposição. abraços

Katia Vega Psicólogo em Rio de Janeiro

10 respostas

5 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Brenda! As verdades sempre precisam ser construídas tendo como centro o senso individual; da mesma forma o amor ao outro e pelo outro somente é sólido quando é precedido do amor próprio. Pondere se você está tendo auto-respeito. Veja se prevalecem aspectos positivos sobre os negativos da interação. Outras perguntas: Qual a sua idade? Qual o grau de aprofundamento do relacionamento? (namoro, noivado, viver juntos, casamento). O gradativo e planejado envolvimento previne a prevalência de exageros inadequados. Um abraço: Ary Donizete Machado.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

606 respostas

259 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Você não acha que merece mais? Comece a se tratar com respeito, a se cuidar e assim, aos poucos, vai conseguir se fortalecer e a não aceitar ser mal tratada por ninguém. A psicoterapia pode te ajudar muito neste processo de resgate de auto-estima.

Psicólogo Weslley Augustho Psicólogo em São José do Rio Preto

8 respostas

5 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá! Qualquer relação onde não exista o respeito ao outro não é saudável para ambos. Em uma relação o companheirismo, respeito, diálogo, amizade, atracação são fundamentais para o crescimento e cuidado consigo e com o outro. Estar em uma relação onde estes quesitos não existem não é saudável. Se está te fazendo mal, a pessoa não consegue assumir suas responsabilidades e apenas joga culpas a você e te cobra torna está relação abusiva.

Carol Cruz Psicóloga Psicólogo em Campinas

4 respostas

2 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Estar em um relacionamento onde o outro tenta te diminuir já é considerado abusivo. Além disso muitas vezes os comportamentos de ciúmes e possessão também são abusivo. Não posso dizer com certeza que é um relacionamento abusivo pois tenho poucas informações, mas também não me parece um relacionamento nada saudável.

Júlia Gasch Psicóloga Psicólogo em Taubaté

2 respostas

1 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Boa noite. Primeiramente agradeço o contato.
Sobre as questões que mencionou, imagino o quão triste deva estar com essa relação que deve der bons e ruins sentimentos. Precisamos entender esses pontos, colocar na balança e trabalhar técnicas para melhorar sua autoestima.

Roberto Luiz Junior Psicólogo Psicólogo em São Paulo

24 respostas

10 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Vc precisa se blindar, se proteger, se não ele vai continuar te machucando, procure um profissional para que vc seja melhor orientada

Att

Dínerson Fiuza Psicólogo em São Paulo

249 respostas

14416 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Violência psicológica

Ver mais psicólogos especializados em Violência psicológica

Outras perguntas sobre Violência psicológica

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 6050 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10050

Psicólogos

perguntas 6050

perguntas

respostas 27150

respostas