Como posso ajudar a minha filha a ter amigas?

Feita por >Carol · 22 ago 2021 Psicologia infantil

Minha filha tem 10 anos e é muito amigável, sendo que a maioria de seus amigos é meninos, na sala de aula ela é a única menina e na rua onde moramos também, sempre pego em seu caderno mensagens que ela escreve onde queria ter amigas, queria ter uma melhor amiga para conversar e contar segredos, que não gostaria de conversar com terapeuta e nem Psicologa (ela fazia terapia), diz que está sentindo um vazio no peito, sempre converso com ela, mas vê-la desse jeito me trás muita angústia e tristeza.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 23 AGO 2021

Olá Carol.
Você pode levá-la a parque para se sentir mais enturmada com as crianças e dar a ela a oportunidade de escolher com quem quer brincar. Em tempos de pandemia as crianças estão ficando muito isoladas afetando a qualidade das relações sociais.
É importante entender melhor o que ela está dizendo atrás das palavras que pronuncia.
Por outro lado procure entender o que aconteceu que ela não quer ir na profissional que a atendia, explique que há diferentes pessoas e vocês podem juntas encontrar alguém que ela se sinta melhor. Pergunte a ela o que a agrada e o que a desagrada em momentos de terapia, até que você possa entender melhor o que aconteceu e juntas encontrar um profissional que ela se sinta melhor acolhida.
Espero ter ajudado.
Jane Assunção.

Jane Assunção Psicólogo em São Paulo

776 respostas

1036 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

25 AGO 2021

Olá Carol, espero que esteja bem!

Pelo seu relato parece que sua filha apenas não teve a oportunidade de estar/frequentar, por um período prolongado, ambientes onde houvessem mais meninas, ou pelo menos, uma proporção igual de meninos e meninas. Como na escola e na rua de casa existem mais a presença de meninos que de meninas, talvez seja um bom momento de concretizar uma atividade extra curricular que envolva mais a participação de meninas, e tornar essa atividade sistemática, para que ela, possa ter a oportunidade de desenvolver amizades com outras meninas.

O desejo dela de não querer conversar com um Psicólogo deve ser respeitado. Esse contato só deve acontecer quando ela estiver realmente predisposta a isso.

Acredito que não há nada de errado com sua filha, e que uma boa atividade extra curricular, bem assistida pelos pais, pode fazer com que ela desenvolva laços sociais com outras meninas, que podem até ser mais duradouros, e que vão fazer muito bem para o desenvolvimento adequado da fase que sua filha se encontra no momento. Esperto ter ajudado, e desejo que fique tudo bem!

Um abraço!

Clóvis Leite - Psicólogo Clínico CRP 17/1518
(Atendimentos On-line)

Clóvis Leite Psicólogo Psicólogo em Natal

181 respostas

124 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

24 AGO 2021

Carol seja a primeira amiga dela. Faça ela confiar em vc . Ensine a como ser amiga de alguém . Isso é treinar habilidades sociais. Espero q ajude.
ABS.
Monica psicóloga

Psicóloga Monica Mesquita Psicólogo em Rio de Janeiro

2337 respostas

1719 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

23 AGO 2021

Olá Carol! Grato por escrever. Sem outras considerações seguem algumas sugestões básicas: colocar em esportes coletivos de contato como: futebol, basquete, handbol; escola de teatro, escolha de circo, se vocês forem religiosos, de religiões razoáveis (não radicais) colocar em grupos de idade assemelhada. Quando controlarmos a pandemia, conversar com pais de meninas da sala de aula e convidar as meninas para passar um dia, por exemplo, em sua casa, facilitar viagens com meninas, devidamente monitoras ( isso geralmente é promovido por escolas e igrejas) , acampamentos, etc.
Outra frente é você dar o exemplo com tua prática: receber tuas conhecidas, colegas e amigas com alegria, frequência e orgulho, incluindo, quando for o caso, as filhas delas.
Espero ter ajudado. Outra forma de aprofundamento poderá ser, em vez dela, você passar por um estudo científico sobre a rotina e hábitos dela, para direcionar modificações.
Estaremos à disposição.
Abraços virtuais (em tempos de pandemia verdadeira, de maioria de falsos políticos, de grande maioria de falsos religiosos, até de alguns falsos cientistas, sigamos recomendações de instituições como: Instituto Butatan, TV Cultura, Universidades Públicas, Organização Mundial da Saúde!)

Ary Donizete Machado - psicólogo clínico.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

4123 respostas

2949 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Psicologia infantil

Ver mais psicólogos especializados em Psicologia infantil

Outras perguntas sobre Psicologia infantil

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 15250 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 12400

Psicólogos

perguntas 15250

perguntas

respostas 44500

respostas