Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Como lutar contra a fobia social?

Feita por >Bia · 30 mai 2019 Habilidades sociais

Tem dias que eu só queria sumir, não como uma metáfora, mas desaparecer de verdade. Sem essa de querer me encontrar, buscar um novo eu e essas balelas, só puf nunca mais existir. Os dias são fardos, que as vezes sangram as minhas mãos.
Queria saber em qual momento que eu me perdi, em que momento da minha vida o olhar das outras pessoas sobre mim se tornou soberano, onde seus pensamentos limitam meus passos, qual foi o dia que eu me prendi dentro de mim mesma ? Onde será que deu errado ? Que não me permite sair de casa sem medo, porque tudo é uma vergonha, come se até o piscar dos meus olhos fosse motivo de julgamento, que me aprisiona, que acelera meu coração, que me faz suar as mãos, que entala minha garganta. Qual foi o dia que o mundo se perdeu ? Que eu me perdi ...
Todo dia é o mesmo looping, de falta de força pra agir a vida, vendo tudo passando da janela, na falsa segurança da minha casa, onde o peso do tempo e a falta de ações vai caindo sobre minhas costas, dado o momento que eu sei que estou prisioneira de mim mesma. Eu queria sair por ai, trabalhar, conhecer pessoas, a vida parece tão bonita, pq pra mim não pode ser ? Porque eu tenho que ter um juiz ao meu lado observando tudo o que eu faço ? Me dizendo que eu não vou conseguir.

Eu quero ser livre, libertar minhas amarras, quais nem me permitem pedir ajuda. Ou apenas queria dormir um sonho bom e não voltar mais ...

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 5 JUN 2019

Bom ter o seu contato Bia!!!

Lendo o seu relato, sugiro que procure um profissional da área da psicologia habilitado em EMDR, específico para psicotraumas.

Atenciosamente,

Psicólogo Carlos César

Carlos César Petruy Psicólogo em Curitiba

283 respostas

9792 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

10 JUN 2019

Ola Bia,

A vida está difícil e você não encontra forças para ser você, está em um momento onde nada faz sentido e um vazio enorme invade sua alma, e você desistiu de lutar por você. Nesse momento o melhor é procurar ajuda profissional, um acompanhamento psicológico para ser escutada e aprender olhar para você, se amar, se respeitar e lutar por você.

Seu desejo sair por ai, trabalhar, conhecer pessoas, para que isso aconteça é necessário se permitir, e creio que você deseja essa ajuda, o fato de nos escrever é um começo, estou a disposição se desejar, ou procure alguém próximo a você, alguém com quem se identifique e tenha liberdade de conversar e colocar suas dificuldades. Trabalhe essas crenças que te travam e impedem você de crescer.

Um abraço.

Sandra Reis

Sandra Reis Psicóloga Psicólogo em Belo Horizonte

23 respostas

440 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

6 JUN 2019

Bem, embora suas indagações sejam profundamente significativas, são tão antigas quanto o homem. Não é por outra razão que são igualmente antigas e inúmeras as tentativas de responde-las. Se são satisfatórias cabe ao que interroga avaliar. Algumas modalidades de psicoterapia alinham-se entre estas tentativas com o elemento diferencial de serem as únicas que possuem um embasamento que busca um grau de cientificidade ancorado em um sistema teórico. Como pode perceber, esta característica fundamental não as qualifica para muitos que, como vc,, interrogam. Por outro lado, são as únicas capazes de atender a alguns que trazem indagações semelhantes às suas. Isso vc vai ter que conferir.

Roberto A. Bello Psicólogo em Rio de Janeiro

12 respostas

354 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

4 JUN 2019

Bia você precisa se conhecer e somente num trabalho de psicoterapia você terá esse acesso.
Busque um profissional de confiança.
Att

Psicóloga Natalia Martins Psicólogo em São Paulo

326 respostas

5185 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

2 JUN 2019

Olá Bia! Que bom seu contato! Ainda que você não apresente outros dados, pelos seus relatos, pode-se supor que você foi, ao longo de sua história, passando seu tempo em casa, provavelmente com televisão, leitura, celular internet. Esse é um caminho comum na atualidade. Relata dados que indicam forte sentimento persecutório. Qual seria o motivador para as pessoas deixarem de observar outras coisas e centrar a atenção em você? Preste atenção, com harmonia e calma, em uma pessoa, uma flor, um pássaro, um cavalo. Eles apresentem suas belezas, seus encantos, independente de terem consciência e ou esforço por isso. Você também é assim, certamente apresenta atrativos, que fazem pessoas te admirarem. Seu estado emocional, faz você sentir a mensagem de forma diferente. Faça um favor a si mesma: procure um psicólogo para caminhar de mãos dadas com as técnicas e estratégias da psicologia, para modificar sua autoconcepção, e, por consequência, modificar seus hábitos e direções de pensamentos e sentimentos. Espero ter contribuído. Coloco-me à disposição, para maiores aprofundamentos. Um abraço: Ary Donizete Machado.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

1613 respostas

824 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

1 JUN 2019

Olá Bia
O problema relatado por você é extremamente comum nos consultórios de psicologia.
O excesso de autocrítica, julgamento e autocobrança pode levar a vários transtornos, como fobia social, depressão e outros tipos de ansiedade. Muitas vezes essas atitudes foram herdadas de pais muito exigentes e muito críticos, ou de outras situações semelhantes vindas de pessoas significativas da nossa vida, como avós e professores.
Há vários tratamentos que ajudam nesse caso. Se você se consultar com um bom psicólogo, você consegue dar uma virada na sua vida.
Até lá, eu sugiro um livro que estou lendo e tem muito a ver com o seu relato:
Autocompaixão, da Kristin Neff.
Se precisar, estou à disposição.
Abraço
Roberta Bouchardet

Roberta Bouchardet Psicóloga Psicólogo em Foz do Iguaçu

215 respostas

388 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

31 MAI 2019

Oi Bia.
Você está certa quando pergunta: onde foi que isso começou?
É fundamental, em psicoterapia, e isso é psicoterapia, encontrar as causas primárias, o início de tudo. As causas sempre são emocionais e inconscientes. Em um estado alterado de consciência eu ajudo meu cliente a ir de encontro às causas emocionais que estão controlando sua forma de pensar, sentir e agir. Ao chegarmos a essa causa, promovemos uma ressignificação para que tua vida possa fluir de forma livre. É isso bia.

Consultório de Psicoterapia Regressiva Pedro do Nascimento Psicólogo em Curitiba

54 respostas

1047 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

31 MAI 2019

Bia,
Você falou que dá muita importância para o julgamento que os outros fazem de você. Se você continuar fixando o mundo externo você vai continuar se sentindo assim mesmo. Que tal você mudar o foco e voltar o olhar para dentro de você mesma com mais carinho e seguir essa vontade que tem de melhorar? Acredite, a força começa dentro de você! Com isso poderá se fortalecer e até produzir algo para melhorar financeiramente. Use a força que você tem para pedir ajuda. Na prática, também pode fazer caminhadas ou outro exercício físico que goste, melhore a sua respiração e procure alimentos saudáveis. Essas coisas ajudam seu corpo a liberar hormônios que te deixarão mais feliz e seu cérebro a formar pensamentos mais positivos sobre você mesma e o mundo.
Pedir ajuda psicológica também é importante para entender os seus sintomas e tratá-los.
Fico à disposição.

Psicóloga Maria Nair Psicólogo em Curitiba

78 respostas

56 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Habilidades sociais

Ver mais psicólogos especializados em Habilidades sociais

Outras perguntas sobre Habilidades sociais

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 9250 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10800

Psicólogos

perguntas 9250

perguntas

respostas 31150

respostas