MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Ansiedade / Trauma

Feita por >Bianca Marques Gonçalves>. 30 Nov 2018 2 respostas  · Ansiedade

Olá, aconteceu uma situação em minha vida bastante delicada e que me causou um sofrimento emocional muito grande, e que desenvolveu um transtorno de ansiedade, não conseguia esquecer oque aconteceu, chorava muito e logo depois comecei a ter crises de ansiedade, minhas mãos suava, falta de ar, minha mão e corpo tremiam muito, ficava muito nervosa, e chorava as vezes de desespero , comecei a ter pensamentos de ter medo de sair de casa e acontecer algo, mas eu não ficava em casa, reconheci que o medo só existia em minha mente e enfrentava e o dia ocorria perfeitamente, as crises ocorreram por mais de 3 meses, comecei a escrever meus pensamentos e oque eu pensava pra ocorrer aquelas crises, e comecei a fazer um " autoconhecimento" e saber lidar com esse meu problema sozinha e tentar me recuperar do meu trauma, desde de Setembro que não tenho nenhuma crise, mudei meus hábitos, comecei a ter pensamentos mais otimistas, a me exercitar pela manhã, hoje me sinto bem, hoje eu só quero tratar meu problema, superar e seguir vivendo, saio de casa tranquilamente e estou me sentindo bem até demais, mas tenho vestígios do meu trauma ainda, dia 05 de dezembro vou ao neurologista, e queria saber se meu caso é necessário a intervenção de medicamentos ?, porque eu realmente não queria tomar antidepressivos e fico triste em pensar nessa hipótese, não queria ficar apática, Obrigada pela atenção

A melhor resposta

Olá Bianca. Gostaria de parabenizá-la por ter conseguido sozinha seguir alguns passos, que nós, psicoterapeutas cognitivo-comportamentais, usamos para crises de ansiedade - questionar os pensamentos disfuncionais a fim de recuperar o autocontrole das crises de ansiedade eminentes. Os fatos que marcam profundamente nossa vida não são esquecidos, mas resignificados, portanto acredito que com a ajuda de um psicoterapeuta, nessa mesma abordagem, você conseguirá entender melhor o trauma e resignificá-lo buscando a crença nuclear a fim de enfraquecê-lo.
Espero ter colaborado de alguma forma, estou à disposição. Abraços. Eliana Benedetti.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

Bom dia Bianca, no seu caso seria interessante buscar ajuda de um psicólogo especializado em dessensibilizar traumas, porque o trauma é uma memória de longuíssima duração que não se apaga com o tempo a menos que seja tratada com a técnica correta. Além disso, há o que se chama de gatilhos traumáticos que acionam sempre que a pessoa vivencia uma situação semelhante ao que ocorreu no momento do trauma e esses gatilhos precisam ser dessensibilizados para que não acionem mais.
Busque um profissional que trabalhe com técnicas próprias para traumas como o EMDR, o Brainspotting, Experiência somática, EFT, TFT entre outras.

A resposta foi útil a você?

Sim Não

Obrigado pela sua avaliação!

2 DEZ 2018

Logo Edgard Tetsuo Utiama Edgard Tetsuo Utiama

90 respostas

2507 pontuações positivas

Perguntas similares

Ver todas as perguntas
Ansiedade e trauma são parecidas?

2 respostas, última resposta em 02 Julho 2018

Como lidar com a minha ansiedade?

4 respostas, última resposta em 16 Junho 2017

Como vencer o medo e a ansiedade?

8 respostas, última resposta em 12 Dezembro 2017

Como faço para me livrar de pensamentos obsessivos e indesejados?

1 resposta, última resposta em 18 Agosto 2018

Estou perdida e pioro a cada dia que passa

3 respostas, última resposta em 21 Abril 2018

Mãos inquietas

3 respostas, última resposta em 16 Abril 2018

Tenho 19 anos, faço música

1 resposta, última resposta em 27 Março 2018