Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Ando irritada e desmotivada, o que fazer?

Feita por >Patricia em 13 mar 2018 Depressão

Bom dia me chamo Fernanda e tenho 30 anos, a um ano tive o meu primeiro filho e o amor da minha vida, desde então ando totalmente sem paciência com meu filho, com meu namorado e principalmente com a minha mãe. A todo o momento sinto vontade de gritar e sair correndo, Sinto como se todo o peso do mundo tivesse caído sobre mim. Antes o que me era prazeroso hoje não é mais. Não sinto mais prazer nem em assistir uma TV. Fico irritada constantemente com meu filho e depois me sinto uma péssima mãe.

E para piorar ando desmotivada com o meu serviço. Ir para o trabalho se tornou um tormento, tenho odiado até os meus amigos de trabalho. O que eu faço? Eu nunca fui assim e me sinto péssima por está me sentindo tão irritada e desmotivada.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta

Bom ter o seu contato Patricia!!!

Considerando ser um assunto que deve ser tratado com a devida atenção, relacionado a sua qualidade de vida, sugiro que procure um profissional da área da psicologia, para uma avaliação criteriosa da sua demanda.

Onde em um ambiente reservado e bem propício, este profissional poderá contribuir de forma significativa, a fim de que um trabalho psicoterapêutico direcionado a sua queixa possa contribuir a um retorno para uma qualidade de vida desejável.

Atenciosamente,

Carlos César Petruy Psicólogo em Curitiba

274 respostas

9770 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, irritação constante, falta de prazer, e os outros sintomas que você relatou são sintomas de estresse constante que depois de um tempo pode se converter num quadro depressivo. Excesso de pressão, trabalho, responsabilidades do qual a pessoa se sente sobrecarregada pode ter essa consequência. É importante ter alguém para dividir essa carga, ter hábitos saudáveis, fazer atividade física e ter um lazer. Tudo isso ajuda a reduzir o estresse. Se você está sentindo isso há mais de 4 meses sugiro que busque ajuda profissional de um psicólogo na sua cidade. Espero ter ajudado. Boa sorte.

Leonardo Viana de Vasconcelos Martins Psicólogo em Fortaleza

1038 respostas

28092 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá Patrícia!
A gestação e toda atenção que a mãe dá ao bebê após o nascimento pode ser estressante e causar depressão pós parto. Quando isso ocorre, o primeiro passo a ser dado é buscar uma consulta médica e pedir exames clínicos para saber se há algum problema físico, tais como anemia e outros exames que o médico considerar necessário. Segundo pesquisas, se sabe que durante a gestação e amamentação a mulher deve enriquecer a alimentação com ômega três, quando isso não ocorre, a depressão pós parto pode surgir.
Se acontecer de não haver nenhum problema de ordem física, busque fazer terapia.

Eriberto Lemos

Eriberto Lemos Psicólogo em Belo Horizonte

50 respostas

920 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Olá, Fernanda.
Sugiro que busque ajuda profissional, onde você pode encontrar o motivo de estar tão sensível, e assim poder se cuidar melhor.
Qualquer dúvida estou a disposição.

Fernanda Veronesi de Menezes Psicólogo em São Paulo

548 respostas

4456 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Depressão

Ver mais psicólogos especializados em Depressão

Outras perguntas sobre Depressão

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 7200 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10500

Psicólogos

perguntas 7200

perguntas

respostas 28850

respostas