Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Abuso sexual infantil

Feita por >Maira · 13 abr 2020 Violência sexual

Tenho uma sobrinha que foi abusada sexualmente por um rapaz filho de uma amiga da família, a menina tem apenas 9 anos e não quis contar muita coisa sobre o ocorrido o que eu posso fazer? Agora com esse vírus não sei onde posso levar ela pra conversar com um profissional estou sem chão.

Resposta enviada

Em breve, comprovaremos a sua resposta para publicá-la posteriormente

Algo falhou

Por favor, tente outra vez mais tarde.

A melhor resposta 16 ABR 2020

Olá Maira!
É fundamental que ela inicie o tratamento psicoterapêutico que pode ser feito neste momento por skype, mas diante de um trauma tão grave em uma idade tão importante do desenvolvimento, que a ajuda seja buscada o quanto antes.

Fico a disposição

Maitê Hammoud

Maitê Hammoud Psicólogo em São Paulo

1524 respostas

39361 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

6 MAI 2020

Maira boa noite, nesse caso você e/ou responsável pela menor tem que entrar em contato com a policia, é a primeira coisa a se fazer, a denúncia de violência contra criança e adolescentes pode ser feita no Ministério Público, Conselho tutelar, Delegacia da Infância e da Juventude, após ela vai se encaminhada para exames de corpo de delito, logo em seguida a menor é atendida por uma equipe multidisciplinar, médico pediatra, acolhimento psicológico, posteriormente psicoterapia e, durante a pandemia serviços médicos essenciais funcionam apesar de algumas restrições, procure no ambiente virtual o telefone dos órgãos.

Eliane Weber Psicólogo em Salvador

509 respostas

742 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

15 ABR 2020

Olá Maíra, o recomendado é que a leve em um profissional que posso obter mais informações sobre o caso e te orientar melhor como seguir, pois se isso é recente tem alguns procedimentos legais a serem tomados, procure um bom profissional na sua cidade ou mesmo on-line para fazer o primeiro atendimento e acolher a demanda, não force sua sobrinha a falar, deixe para ela falar quando se sentir segura para falar com um profissional. Assegure que ela esteja segura, e observe as mudanças de comportamento que possam ocorrer.

Maria Antonia Pinto Psicólogo em Palmas

6 respostas

2 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

15 ABR 2020

O indicado é levá-la para terapia o quanto antes. O profissional vai dar todas as orientações necessárias a ela e a família. Pode porcurar durante a pandemia, muitos estao atendendo, inclusive online.

Center Clínica Psicologia Psicólogo em Mogi Mirim

2 respostas

2 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

14 ABR 2020

Olá, Maira
Os casos de Abuso Sexual Infantil desestabiliza á família, mas alguns pontos precisam ser destacados, como o sentimento de vergonha que geralmente a vítima sente, o desespero da família em querer saber o que de fato aconteceu e insistir em questionamentos ou falar constantemente sobre o assunto, e até mesmo a família e/ou a vítima se sentir culpada pelo ocorrido - mediante a esses aspectos que geralmente ocorrem nessas situações - o ideal é que procure ajuda profissional para que vocês possam expor os sentimentos acerca do acontecido e também consigam acolhe-lá e apoia-lá, e ela também tenha o seu espaço de fala e elaboração do trauma. Seja online ou presencial ajuda profissional é fundamental.

Agnes Catarino Moura Psicóloga Psicólogo em São Paulo

11 respostas

7 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

14 ABR 2020

Olá! Grato por participar. Há várias medidas: primeiro observar o comportamento e a energia dela, isto é, ver se ela consegue manter hábitos comuns, tanto brincadeiras, humor, conversas, interações; em segundo lugar é muito importante guardar o máximo de sigilo disso, de forma que somente pessoas que efetivamente tenham como ajudar na situação e tenham maturidade e ética para ponderar o ocorrido, saibam; em terceiro lugar, é importante ter sensibilidade, respeito e disponibilidade para deixar ela manifestar a você, o que ela está pensando e sentido, mesmo que te pareça absurdo. É importante não censurar nem direcionar a fala dela, pois somente assim, será possível você entender o que ela está pensando e sentindo; Em quarto lugar, também é importante não fazer dessa experiência o único tema da atualidade, nem deixar que isso se torne um empecilho para todas as outras áreas da vida. É uma situação altamente condenável e difícil, mas a maior parte das pessoas superam. Quanto ao profissional, talvez seja interessante você ir, sem a necessária participação dela, colocar o contexto e os desdobramentos observados, para aprofundar ações de direcionamento para os próximos tempos da vida dela. Coloco-me à disposição para aprofundamentos. Um abraço (virtual em tempos de Covid-19 - fique em casa). Ary Donizete Machado - Psicólogo clínico.

Ary Donizete Machado Psicólogo em Limeira

1652 respostas

834 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

14 ABR 2020

Olá!
O mais adequado nessa situação e fazer um B.O do ocorrido, sendo assim ela será encaminhada para psicólogos especializados.
E também procurar o serviço de saúde do seu município, em casos como este de urgência , um psicólogo será disponibilizado para atender.

Psicóloga Daniele Mazzuchini Psicólogo em Caxias do Sul

2 respostas

2 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

14 ABR 2020

O atendimento psicológico online é uma alternativa. Profissionais que realizam atendimento psicoterapeutico infantil estão realizando atendimento online de orientação com pais ou responsáveis. Nesse atendimento o psicólogo saberá mais detalhes da situação e dará direcionamentos que auxiliarão a como lidar com situação.

Maytana Cruz Mendes Psicóloga Psicólogo em Fortaleza

1 resposta

1 pontuações positivas

Fazer terapia online

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

14 ABR 2020

Olá. Então sim você pode levar ela sim, pois é considerado um caso de emergência psicológica, desde que mantenha todas as orientações do ministério da saúde. E receber a devida orientação de como proceder nesse momento.

Sabrinne de Camargo Psicólogo em Goiânia

2 respostas

2 pontuações positivas

Contatar

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

14 ABR 2020

Olá, Maira! Tudo bem com você?

Eu compreendo que a situação que você, sua sobrinha e sua família passam é bastante difícil, eu imagino que essa situação deve ter mobilizado bastante a todos vocês!

É importante que tanto sua sobrinha, quanto os seus familiares estejam em acompanhamento psicológico para que possam obter melhores recursos de enfrentamento para a situação.

O atendimento on-line é uma opção caso se sintam mais confortáveis. O importante é que ela seja levada a um profissional que dê a ela condições de expressar livremente suas angústias.

Coloco-me a disposição de vocês para ajudá-los no que estiver ao meu alcance. Espere que você e sua sobrinha fiquem bem e consigam atravessar essa situação com leveza e tranquilidade!

Um abraço!

Estêfani Honorato
Psicólogo

Estêfani Honorato Psicólogo Psicólogo em Maringá

4 respostas

1 pontuações positivas

Fazer terapia online

A resposta foi útil a você?

Obrigado pela sua avaliação!

Psicólogos especializados em Violência sexual

Ver mais psicólogos especializados em Violência sexual

Outras perguntas sobre Violência sexual

Explique seu caso aos nossos psicólogos

Publique a sua pergunta de forma anônima e receba orientação psicológica em 48h.

50 Você precisa escrever mais 9300 caracteres

Sua pergunta e as respectivas respostas serão publicadas no site. Este serviço é gratuito e não substitui uma sessão de terapia.

Enviaremos a sua pergunta a especialistas no tema, que se oferecerão para acompanhar o seu caso pessoalmente.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

A sessão de terapia não é grátis e o preço estará sujeito às tarifas do profissional.

Coloque um apelido para manter o seu anonimato

Sua pergunta está sendo revisada

Te avisaremos por e-mail quando for publicada

Esta pergunta já existe

Por favor, use o buscador para conferir as respostas

Psicólogos 10800

Psicólogos

perguntas 9300

perguntas

respostas 31300

respostas