Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

TERAPIA EM GRUPO COMO FORMA DE AUTO CONHECIMENTO E COMPARTILHAMENTO

124

Comentários

  • TaciaF3TaciaF3
    Eu não tenho outra ideia. Pelo o que eu percebi, os administradores da página sempre apagam os números, deve ser por questão de privacidade, uma vez que o fórum é aberto, se você deixar teu número aqui, qualquer um na internet pode ter acesso. =/

    Entendo, Valdimir, mas também não podemos deixar de ser nós mesmos para agradar aqueles que estão ao nosso redor. Se o círculo social que você faz parte te deixa desconfortável por algum motivo, talvez você esteja no círculo errado.
  • Vera3Vera3
    Acho que estamos sempre no círculo certo, seja ele bom ou ruim é o que precisamos naquele momento para evoluir. O universo é sábio. No entanto, se não estamos satisfeitos, devemos ampliar esse círculo até encontrarmos tudo que desejamos. Quanto ao nosso contato o jeito é o Messenger ou Facebook , é assim que as pessoas se encontram hoje. Já passei meu nome pra vcs. É só procurar lá e mandar mensagem .
  • Valdimir1Valdimir1
    De fato, somos nós que atraímos as pessoas que fazem parte de nossas vidas. Atraímos devido a diversos fatores que desconhecemos, por isso não sabemos explicar. Outra questão levantada é, que todos criam máscaras para poder viver em sociedade. Com isso, não sabemos quem exatamente somos, apenas, assumimos personagens que nos agrada ser. Assim é também com todos em nossa volta, pois saber quem somos é resultado de um processo muito longo e desafiador. Na verdade temos medo de mergulhar em nosso universo particular. Concordo com a Vera quando diz que sempre estamos num círculo certo é que temos que ampliar esse circulo para encontrar alguém que possa criar uma conexão favorável a determinados aspectos da nossa existência.
  • TaciaF3TaciaF3
    É verdade, Vera! Acho que tudo nessa vida acontece por algum motivo, e acho que o principal é a gente aprender alguma coisa com o acontecimento.
    Valdimir, acho que as coisas e pessoas que atraímos é tudo reflexo do que a gente faz e diz. Realmente as vezes as pessoas usam máscaras, talvez até com o intuito de atrair algo que querem muito, mas as máscaras sempre caem em algum momento, ninguém consegue ser quem não é por tanto tempo.
  • Valdimir1Valdimir1
    Mas as máscaras é um artifício da qual dependemos para viver em sociedade, faz parte de nosso ser psicológico. É com ela que cumprimos muitas obrigações, eventos. Todos nós temos máscaras, acontece que durante a vida somos levados a acreditar as as máscaras que criamos refletir exatamente quem realmente somos, é aí que nos perdemos, é aí que nos corrompemos, é aí que nos tornamos pessoas medíocres. Inconscientemente usamos máscaras, inconscientemente agimos, sem nos darmos conta de quem somos.
  • Catarina_PradoCatarina_Prado
    Acho que todo mundo usa algum tipo de máscara, ninguém é completamente real com todo mundo. Realmente precisamos de máscaras para viver nesse mundo. Eu por exemplo não saio contando para todo mundo que acho que sou assexual, ou seja, uso uma máscara, perante meus amigos sou "normal" igual.
    Mas também concordo com a Tacia, acho que algumas máscaras sempre vão cair!
  • Vera3Vera3
    Por que vc se acha assexual Catarina? O que te faz pensar assim?
  • Catarina_PradoCatarina_Prado
    Então Vera, eu não sinto desejo sexual nenhum por ninguém. Até sinto atração física, mas não passa disso, não tenho vontade de ter relações sexuais, de ser beijada, de ser tocada.
    Eu não tenho certeza se realmente sou assexual, mas pelo o que eu li, me encaixo. Gostaria muito de fazer uma terapia, mas infelizmente não tenho como pagar e não me sentiria a vontade também de conversar com alguém sobre essas coisas.
  • Vera3Vera3
    Catarina, primeiramente lembre-se que vc tem o direito de ser o que quiser, de gostar ou deixar de gostar de qualquer coisa porque vc é única e não tem que ser igual a ninguém. Ser diferente não é necessariamente um problema. O problema é quando vc não se aceita como é. Nesse caso a terapia é necessária para que vc se conheça, se entenda e se aceite como vc é. Ninguém é obrigado a gostar ou deixar de gostar de alguma coisa, simplesmente gostamos ou não gostamos. Como eu posso gostar do vermelho e vc do amarelo. E daí??????
  • Vera3Vera3
    Estamos montando um grupo de terapia por whatsapp, experimental e gratuito. Só não sei como entrar em contato com vc ou quem tiver interesse.
  • Valdimir1Valdimir1
    Carl Jung disse que existe um outro de nós dentro da gente e que não o conhecemos, é como se fosse a face oculta da lua. Esse outro tem as respostas quw precisamos saber da gente, porem, nossa comunicação com ele é muito difícil. Acontece que costumamos não ter um bom relacionamento com esse outro eu, por isso não nos conhecemos melhor. Habitamos um corpo estranho pra gente. Parece que estamos desconfortaveis com que nos pertence. É como viver ciente de que não estamos vivendo de acordo com nossa desejos e anseios. Temos que nos firmar perante a sociedade somente o padrào estabelecido dentro das leis da conformidade moral, despresando o individual. A liberdade está dentro de nós, temos que assumi-la. Segundo dizem os especialistas temos que estabelecet contato com o outro eu que vive em nós.
  • Catarina_PradoCatarina_Prado
    Eu acho q iria gostar de um grupo por whats, talvez eu conseguisse me abrir um pouco. O grupo já está pronto p começar?
    Sei q eu tenho q me aceitar, mas é complicado, me sinto um peixe fora da água. É complicado tuas amigas estarem conversando sobre sexo e coisas relacionadas e eu lá, me sentindo super mal, com vergonha de mim mesma e rezando para que mudem de assunto logo.
  • TaciaF3TaciaF3
    Valdimir, mas acho que esse autoconhecimento é um processo longo e meio complicado. Existem pessoas que fazem terapia a anos e mesmo assim não conseguem conhecer o outro que habita dentro de si.
  • Valdimir1Valdimir1
    Acontece,assim eu penso, que é melhor estar em desacordo com o mundo, doque estar em desacordo consigo mesmo, porque somos a única pessoa do qual não podemos nos separar. Talves seje certo pensar que não se consegue estabelecer uma relação saudavel com ninguem sem estar bem consigo mesmo.
  • TaciaF3TaciaF3
    Com certeza, Valdimir! Acho que é pelo fato que nós não podemos mudar os outros, mas podemos mudar as coisas em nós mesmos. Assim viver em desacordo consigo mesmo só vai causar uma frustração interna.
  • Valdimir1Valdimir1
    Confrontar quem somos com quem gostaríamos de ser com quem deveríamos ser e com quem gostariam quem a gente seja, é um comportamento muito doloroso, envolve intenso sacrifício, não estamos dispostos a encarar tal necessidade. Passamos a vida nos escondendo da gente mesmo, sufocando nossas dores,dificultando nossa percepção de realização.
  • Catarina_PradoCatarina_Prado
    Valdimir, concordo plenamente com isso. As vezes eu fico pensando como eu gostaria de ser e, realmente, isso só me causa dor. É frustrante a gente pensar nisso, ainda mais quando envolvem coisas que não depende de nós mudar.
  • Valdimir1Valdimir1
    Sabe, penso que todos nós escrevemos o livro de nossas vidas, essa idéia de gostaria de ser ou ter antecipa o curso normal da nossa história, acana por atrapalhar a sequencia das coisas. Temos que nos atentar na linha que estamos escrevendo, ou seja, no momento, pois é nele que somos constítuidos, não somos o futuro, ou as páginas adiante do nosso livro. O que te alegra? O que te agrada? É possível solucionar todos nossos problemas, seja ele qual for, a pergunta é estamos dispostos a provocar nossa própria dor? Pois correção pressupõe dor, incomoda, sacrifica.
  • TaciaF3TaciaF3
    Valdimir, mas se a gente não pensar lá na frente, será que não acaba fazendo que a gente fique acomodado com tudo? Acho que pensar no futuro é uma motivação, lutar por aquilo que a gente quer ter ou até ser. Ninguém é cravado em pedra, acho que tudo nessa vida é passível de mudanças ou até mesmo de aceitações.
    E será que a vida realmente é desprovida de dor, incômodo ou sacrifício? Sabe, eu não acredito na felicidade, acho que ser feliz nessa vida não é algo que consigamos alcançar, pois sempre vai haver alguma coisa ruim, algum incômodo, algum sacrifício ou seja lá o que for para acabar com a felicidade.
  • Valdimir1Valdimir1
    A gente ter ser muitas coisas e ter tambem muitas coisas, na maioria sem corresponder a nossa necessidade. Traçar um objetivo definido requer um pouco de conhecimento de nós mesmos. Os que possuem um principal objetivo definido e é fiel a ele costumam conhecer o sucesso. Agora, essa de ficar querendo simplesmente porque acha que é melhor, sem análise é pouco eficiente. O mundo onde vivemos obedece a lei da mutação, tudo muda. Mudamos sem nos darmos conta. Lutar para resolver um problema é direcionar essa mudança a nosso favor.
  • Vera3Vera3
    Catarina, querida. Qualquer mudança depende só de vc e de mais ninguém. Só que primeiro necessário verificar se realmente vc precisa mudar. Eu detesto futebol mas quando estou num grupo que fala sobre futebol, eu fico lá, dou risada, pergunto qualquer coisa e pronto, logo o assunto muda. Além disso, também deixo claro que não entendo nada e nem por isso me sinto um peixe fora da água. Cada um é o que é e se vc está num grupo de amigas de verdade, elas vão entender. Vc não gosta e acabou. Deve ter alguém lá que também não gosta de berinjela, de limão, de andar de avião e etc e nem por isso tem que se sentir mal ou diferente. Cada um é o que é e pronto. Vou repetir pra vc: VC deve se aceitar e a como consequência, os outros te aceitarão tb. É vc que não se aceita e não os outros e isso seria bom vc trabalhar numa terapia.
  • Valdimir1Valdimir1
    É inevitavel, será mesmo que somos também o que fizeram conosco? Somos resultados de nossas escolhas, somos herança biologica. Somos desconhecidos e desconhecemos de onde vem nossos hábitos, pensemtos e sentimentos. Essa angustia de existir sem respostas parece não ter fim.
  • Catarina_PradoCatarina_Prado
    Eu gostaria muito de fazer uma terapia, acho que realmente me ajudaria a me aceitar, pois sou frustrada com a situação toda. Talvez eu precise me encontrar, me entender, me aceitar.
    Não tenho coragem de falar para minhas amigas como me sinto, acho que tenho medo de ser julgada ou de rirem da minha cara. Morro de medo de que me perguntem alguma coisa e quando comentam algo comigo sobre sexo, tenho disfarçar ou responder algo superficial.
    Sei lá, talvez eu não consiga me aceitar por achar isso fora do normal. Não gostar de limão é normal, tem um monte de gente que não gosta, mas não gostar de sexo, na minha cabeça não é normal.
  • Vera3Vera3
    Vc disse bem Catarina; na SUA cabeça não é normal. FREUD dizia: NÃO É NORMAL SER NORMAL. Na vdd ninguém é normal, todos temos neuroses e traumas. Suas amigas não devem ter esse "problema" mas com certeza elas tem outros.
  • Vera3Vera3
    Valdimir, tente entender que não nos é dado o direito de saber certas coisas. Não sabemos de onde viemos e nem para onde vamos. Não sabemos e pronto. Tem que aprender a conviver com isso. A vida é uma escola e estamos aqui para aprender. Aprender a existir sem respostas e SEM ANGUSTIA.
    Segundo a psicanálise, sim, somos também o que fizeram conosco. Mas podemos aprender a administrar tudo isso, tentando conhecer nosso inconsciente e não deixar que essas atitudes inconscientes nos dominem.
  • Valdimir1Valdimir1
    Vera, questionar nos leva ao conhecimento. Você usuflui do resultado dos questionamentos de pessoas que ousaram tentar responder as angústias. Quase tudo em nosssa vuda é resultado dessa atitude. Alguns serea humanos se limitam, se conformando que coisas não tem respostas, a religião faz muiro bem esse papel.
    Somos praticamente seres inconscientes, muito de pouco de nós é consciente. Somos uma sequencia de eventos que está interligados entre si. Nada doque acontece é um evento isolado, nada, pelo menos tenho percebido isso.
  • Valdimir1Valdimir1
    Como está a idéia da terapia em grupo que você mensionou, Vera?
  • Vera3Vera3
    Oi Valdimir. O grupo está se formando mas não sei como entrar em contato com vc, a Tacia e a Catarina. Tente me achar no Messenger ou FB e me mande mensagem.
  • Catarina_PradoCatarina_Prado
    Com certeza minhas amigas tem os seus problemas, quem não tem né? Mas o fato de eu não me aceitar faz com que tudo isso se torne difícil. Sei que não existe um normal, mas mesmo assim tenho dificuldades de aceitar quem eu sou e minhas diferenças.
    Mas como está funcionando o grupo Vera, tem algum horário para conversar ou as pessoas vão falando no grupo quando querem?
  • Vera3Vera3
    Catarina, a maioria vai decidir se prefere um horário fixo ou vai falando quando quiser como geralmente se faz no whatsapp, mas sempre haverá a interveniência do terapeuta. O que vc acha melhor?
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.
Novo tópico

Salas de discussão