Não pode se deslocar a nenhum consultório?
Encontre um psicólogo online
Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Dependencia quimica e alcoolismo

IveteUchoaIveteUchoa
editado October 2016 em Drogas
Preciso encntrar uma terapia cognitivo comportamental para um irmão porém ele não tá conseguindo trabalhar e que teria que pagar seria eu e minhas condições financeiras são bastante limitadas, existe alguma indicação deste tipo de terapia a um preço mais baixo por cada sessão?
«1

Comentários

  • estevesbr80estevesbr80
    ei Ivete, eu não sei se você já procurou ajuda no posto de saúde da sua cidade... normalmente eles devem oferecer atendimento psicológico para casos assim, de dependência.... Meu tio sofria de alcolismo e lembro de ter sido atendido no posto....
  • taniadiaz8901taniadiaz8901
    Você também pode procurar ajuda em faculdades de psicologia... normalmente costumam oferecer atendimentos gratuitos, um tipo de treinamento, estágio mesmo, para os que estão quase fromando.

    Tem alguma na sua cidade?
  • Joana_MundoPsicoJoana_MundoPsico
    Bem-vinda Ivete, espero que nossa comunidade possa te ajudar… Como o Jorge comentou, dependendo do tamanho da sua cidade, você poderá buscar ajuda no CAPS, o Centro de Atenção Psicossocial. Há uma parte dele que é especializada no acompanhamento de pessoas com dependência de álcool e drogas. Isso sim, muitas vezes pode demorar mais que o desejado, por causa da alta demanda. Mas é importante você saber que muitos psicólogos durante o acompanhamento estão abertos a "ajustadar" um pouco os valores das sessões, dando algumas facilidades de pagamento, dependendo da gravidade do caso. O ideal seria você pesquisar profissionais da sua cidade, entrar em contato com os que te interessam e agendar uma primeira conversa, onde poderá explicar não somente o caso do seu irmão como também as limitações que encontra em relação aos atendimentos. Te passo uma lista de profissionais que trabalham com terapia cognitiva comportamental. Você poderá usar o filtro da direita para encontrar seu Estado e sua cidade.

    https://www.br.mundopsicologos.com/terapia-cognitiva

    Posso te perguntar uma coisa: seu irmão está aberto para ser acompanhado por um psicólogo?
  • JosieSilvaJosieSilva
    Ivete desculpa te perguntar... vc conseguiu alguma coisa????
    meu marido ta pessimo, perdeu os dois últimos empregos.... fica o tempo todo em casa ou no bar da frente gastando o pouco dinheiro que eu consigo levantar na semana
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    Eu fiz um tratamento um tempo atrás com o grupo dos alcoólicos anônimos da minha cidade. Me ajudou muito a largar do vício. Até estou pensando em voltar nas reuniões, pois estou passando por um momento muito difícil.
    Seu irmão conseguiu tratamento, Ivete?
  • EderHTEderHT
    Você conseguiu tratamento parra seu irmão, Ivete? Como ele está hoje?
    Tem uma pessoa na minha família que tinha problema com alcoolismo, era bem complicado lidar com ele. A família mais próxima (esposa e filhos) sofriam muito com isso, acho que como eles não entendiam direito essa coisa do vício acabava sendo pior ainda, eles brigavam muito.
    Vocês tinham muito conflitos também?
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    Acho que qualquer tipo de droga vai andar lado a lado com os conflitos, Eder. Eu também já fui escravo do álcool e sempre que eu bebia brigava, era com gente que estava no bar, com minha esposa, com filhos, amigos e assim vai.
    É um caminho muito conturbado e muito difícil de entender, acho que nem a gente entende o que acontece.
    O que me dá forças para continuar sóbrio é minha família, quase perdi eles por causa do meu vício.
  • Edu_JjEdu_Jj
    Meu avô também sofreu com esse vício, mas acho que quem sofreu mais foi a família dele. Como o Sergio disse, conflitos e agressividade são amigas bem próximas do alcoolismo. Minha vó e os filhos sofriam muito, ainda mais naquela época que o homem era super machista. Meu pai e os irmão carregam cicatrizes dessa época até hoje.
  • EderHTEderHT
    Pior que você tem razão Sergio, as brigas estão sempre acompanhando o alcoolismo.
    Mas pelo menos hoje em dia existem essas clínicas e lugares que ajudam a lidar com isso, antigamente era mais complicado, como o Edu falou, os homens eram machistas, então beber e bater na mulher e filhos não era nada demais.
    Eu imagino que esses tratamentos devem ser difíceis. Sergio, você conseguiu largar o vício só com as reuniões ou você precisou de alguma outra ajuda?
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    Eder, eu consegui largar só com a ajuda das reuniões. Sinto muito orgulho, mas as vezes quando estou passando por situações difíceis, como agora, fica muito complicado essa batalha, pois sinto muita vontade de beber para esquecer de tudo que está acontecendo.
  • BMarquelliBMarquelli
    Olá Sergio.
    Desculpa perguntar, mas como que era o seu grau de vício? Tenho um filho que está com problemas com drogas, mas não sei se no caso dele só as reuniões seriam suficientes.
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    BMarquelli, não sei se existe um grau para o alcoolismo, eu era dependente. Acho que bebia umas 5 vezes por semana, sempre chegava em casa quase caindo. E toda vez eu brigava com alguém, até o dia que minha mulher disse que ia me deixar e levar meus filhos, aí eu decidi largar. No começo foi muito difícil, pois a vontade de voltar a beber é grande.
    Olha, para as reuniões funcionarem a pessoa tem que querer largar do vício. Seu filho está tentando parar com as drogas?
  • BMarquelliBMarquelli
    Sergio, infelizmente ele não está tentando. Ele está viciado, mas não consegue enxergar o quanto isso está prejudicando a vida dele.
    Eu me sinto com as mãos amarradas, não sei o que fazer para tirar ele dessa vida.
  • EderHTEderHT
    BMarquelli, você não consegue internar seu filho em alguma clínica de reabilitação?
  • BMarquelliBMarquelli
    Eu até pensei em internar ele, mas ele diz que vai sair no dia seguinte e que nunca mais vai olhar na minha cara. Não sei o que fazer, parece que estou num beco sem saídas, se eu internar ele, posso ajudar com o problema das drogas, mas posso perder ele, pois ele vai ficar bravo comigo. Se eu não internar, ele pode morrer por causa dessas drogas malditas.
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    BMarquelli, se ele não está tentando deixar de usar, infelizmente eu acho que as reuniões não vão ajudar. Mas se fosse meu filho eu internaria ele, preferiria que ele se afastasse de mim por isso do que ter que enterrar ele por causa de uma overdose ou alguma coisa que aconteça por causa do uso das drogas.
  • BMarquelliBMarquelli
    Você tem razão Sergio. Essa semana vou atrás de um médico, dei uma pesquisada e para fazer a internação involuntária eu preciso de um laudo médico. Acho que não vai ser fácil, mas como você disse, melhor ele afastado de mim do que morto. Obrigado pelo apoio e conselhos.
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    De nada, BMarquelli. Se eu puder ajudar em mais alguma coisa ou se quiser conversar mais, estou aqui.
    A desintoxicação não vai ser nada fácil e internar ele de maneira involuntária também não, mas você precisa pensar na vida do seu filho. Não deixe com que as drogas tirem ele de você.
    Espero que tudo ocorra da melhor maneira possível.
  • BMarquelliBMarquelli
    Marquei uma consulta com um médico para semana que vem para discutir o caso dele. Vou ver o que vai precisar ser feito para internar ele de maneira involuntária. Vai ser difícil, mas é minha única escolha, ele tem se afundado no mundo das drogas cada vez mais.
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    BMarquelli, depois nos conte como foram as coisas. E se precisar de algum apoio estamos aqui para te ajudar. Esses momentos nunca são fáceis, você vai precisar de muita força!
  • BMarquelliBMarquelli
    Sergio, fui ao médico e tem todo um processo agora que precisamos fazer para poder internar meu filho. Mas o médico acha que estou tomando a decisão certa, espero que realmente esteja.
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    Que bom que as coisas estão dando certo BMarquelli. Hoje mesmo eu vi uma postagem de uma médica no facebook que falava que a internação involuntária feita por um familiar é uma demonstração de amor. parabéns pelo o que você está fazendo, imagino que deve estar sendo muito difícil.
  • BMarquelliBMarquelli
    Está sendo difícil mesmo Sergio, mas espero que tudo dê certo. Realmente estou fazendo tudo por amor, não quero ver ele se afundar cada vez mais e não quero perder ele para as drogas. Só espero que um dia ela consiga enxergar que o que estou fazendo é para o bem dele.
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    Você já conseguiu fazer a internação do seu filho, BMarquelli?
  • BMarquelliBMarquelli
    Sergio, estava programada para semana passada, mas ele sumiu, não sabia para onde ele tinha ido. Fiquei desesperado, achei que ele tinha descoberto e fugido, pensei que nunca mais ia ver ele, mas ontem ele voltou para casa. Não quis me contar onde foi, mas sei que ele deve ter ficado em algum lugar se drogando.
    Agora vou conversar com o médico de novo, fiquei com medo de fazer a internação. Está sendo um grande dilema para mim, muito difícil essa situação.
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    Que aperto que você passou! Imagino que não deva ter sido nada fácil quando ele sumiu. Mas ele normalmente faz esse tipo de coisa?
    Eu acho que você não deve desistir da internação. Tenho visto bastante artigos ultimamente sobre usuários de crack (pela situação da cracolândia) e muitos médicos recomendam a internação involuntária.
  • BMarquelliBMarquelli
    Sergio, tinha sido a primeira vez que ele sumiu, por isso fiquei tão preocupado.
    Enfim, conversei com o médico e ele também acha que eu não devo desistir da internação, conversamos bastante e está decidido, semana que vem vai ser feito. Estou muito nervoso e muito ansioso, tenho tanto medo.
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    BMarquelli, não se preocupe amigo, tudo vai dar certo. Você está fazendo o que é o melhor para seu filho, ele vai ficar bem e logo estará livre das drogas.
    Quando será feita a internação dele?
  • BMarquelliBMarquelli
    Sergio, se tudo der certo ele será internado hoje. Era para liberarem para o começo da semana, mas não saiu um papel, aí só ontem que liberaram. Espero que tudo dê certo, estou com muito medo, estou rezando muito para ter forças e conseguir passar por tudo isso.
  • SergioCorreiaSergioCorreia
    Boa sorte meu amigo! Espero que tudo ocorra da melhor maneira possível. E tenha forças, você está tomando a decisão correta.
    Se precisar estarei aqui para conversar.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.
Novo tópico

Salas de discussão