Não pode se deslocar a nenhum consultório?
Encontre um psicólogo online
Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

como lidar com uma filha adolescente rebelde,

CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
editado June 2017 em Adolescência
minha filha nao gosta de obedecer, e depressiva, e um dai ela se arranhou a si propria
«1

Comentários

  • sormariasormaria
    Oi Carlos, tudo bem? Sou mãe, apesar que meu filho ainda é criança. Cada vez que vejo um pai/mãe falando dos problemas da adolescência vou tomando consciência do tanto que essa fase pode ser complicada... me diz uma coisa... ela é rebelde só com você?
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    comigo é a mãe, eu bem rígido, mas também democrático, sempre a dou libertada de, mas com responsabilidade, mas ela que so liberdade e nada de responsabilidae
  • sormariasormaria
    isso de muitos direitos e nada de deveres acredito ser normal na adolescência... claro que você deve estar preocupado e precisa encontrar uma forma de impedir que isso piore... porque sabe né? É oq ue a gente faz agora que determina como será no futuro.

    O problema dela com vocês é por causa da imposição de limites? Quero dizer... ela se dá bem com vocês e só reage com rebeldia quando é contrariada??
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    sim temos um bom dialogo, mas o problema surge quando impõe limites e deveres, e as companhias que nao deve caminhar
  • sormariasormaria
    se vocês têm um bom diálogo, acho que o caminho para conseguir que ela entenda e quem sabe mude é conversar muito com ela... no sentido de explicar que tudo que vocês fazem é para o bem, que chegará um momento onde ela poderá fazer tudo o que quiser mas que por enquanto todo mundo tem que ceder... tentar negociar com ela... você faz isso que eu estou dizendo e ganha o direito que fazer algo que quer... você já tentou alguma coisa assim?
  • FatimaMarceliFatimaMarceli
    Oi Carlos.
    Também sou mãe de uma menina, ela está com 16 anos e em uma fase muito difícil. Estava sofrendo muito com essas coisas e decidi buscar ajuda de um psicólogo e tenho conseguido lidar melhor com tudo o que está acontecendo.
    Você disse que ela é depressiva, vocês já levaram ela no médico? Não acho que com isso se deva brincar, se ela tem algum indício de depressão, levem ela no médico. Você deve estar sabendo dessas brincadeiras que rolam pela internet, então é melhor não dar chance para o azar.
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    ja levamos,neste sentido ela esta melhorando, quanto a internet, temos livre acesso a redes sociais dela sem problema,mas o nosso maior problema são as companhias de amigas e amigos que querem fazer parte do seus grupos de relacionamento, pessoas que fazem uso de drogas, nosso conflito e este,
    pois quando pessoas contaminada de vícios entra num grupo de amizade saudável, pode contaminar
  • sormariasormaria
    a velha história da maçã podre, verdade??? concordo com você que é um motivo para se preocupar... porque a gente cria bem os nossos filhos, com limites e essas coisas, mas dependendo de onde se metem estão sujeitos à influência que gente que não presta...

    se a gente for pensar de forma prática, talvez a melhor estrategia seja conversar com ela para reforçar a confiança que vocês têm nela... explicar os perigos de se envolver demais com quem pensa diferente demais da gente... fazer ela responsável pelas decisões... não sei se será fácil, mas eu tentaria... você já conversou com o psicólogo sobre isso? Ou é só ela que vai?
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    tem uma amiga onde trabalha ela e psicologa, tem me ajudado bastante.e também a ela, como eu tenho por conceito não prender minha filha numa gaiola é uma expressão que sempre digo para ela...mas quero que ela não seja influenciada e sim seja uma influenciadora, mas nos como pais sabemos que geralmente as coisa ruins tende a influenciar mais,não é verdade?
  • sormariasormaria
    mas ela tem cabeça boa Carlos? você disse que vocês conversam, pelo visto tem proximidade e respeito... acho que é importante também ela saber que você confia mais nela, na educação que vocês deram, na relação entre vocês, do que no que uma pessoa de fora pode causar... reforçar os laçs de confiança sabe?? tipo, tentação sempre vai ter, mas se ela tiver cabeça boa vai conseguir passar sem grandes problemas... beber, fumar um cigarrinho... maconha... isso pode bater a curiosidade, mas depois ela decidir o que é melhor pra ela, não acha???
  • FatimaMarceliFatimaMarceli
    Carlos, o meu problema era bem esse, as amizades. Era o que eu mais tinha medo, pois ela mudou da noite pro dia por causa de amigos e isso me deixou super aflita, pois morria de medo que ela se tornasse em alguém diferente só por causa das influências sabe.
    Mas ela tem andado com pessoas que realmente são más companhias?
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    começou,infiltrar alguns dentro do seu grupo de relacionamentos, mas batemos uma prosa ela saiu,pois agora toda as vezes que ela quebra algo a cordato entre nós eu retiro algo dos seus direitos, por exemplo, vai cinco dias na casa da amiga mais chegada, que quebrar a regara tiro um dia, esta começando a funcionar,mas é muito tomar esta atitude...
  • sormariasormaria
    isso mesmo Carlos, por mais que seja difícil no principio ela precisa entender que é um toma lá da cá... se você tiver o costume de conversar com ela sempre, explicar porque você está tomando essa decisão, acho que ela vai acabar entendendo e a rebeldia vai passar um pouco..

    isso também deve ser coisa da idade, porque lembro da minha época e não é que eu fosse muito fácil.. claro que as coisas eram diferentes, sem internet e essas coisas mas eu também aprontei... durou uns 2 anos e passou a fase... cresci

    ela estuda direitinho? vai fazer vestibular?
  • FatimaMarceliFatimaMarceli
    Também entendo como é difícil o castigo. Eu também faço isso. Teve uma época que eu pensei em mandar ela em um intercâmbio, só para afastar ela de alguns amigos, mas dai fiquei com medo de fazer isso e ela arranjar outras amizades lá fora e ainda sem nenhuma supervisão.
    O que eu faço muito agora é conversar com a minha filha, por mais que ela não fale nada, eu tento mostrar as coisas para ela, tentar fazer ela enxergar algumas coisas que não são boas.
    Com quantos anos a sua filha está?
  • ValquiriaRValquiriaR
    minha filha tb está assim. mas não sei se é por causa de amigos, não tenho acesso a nd da vida dela. não tenho ideia do q acontece com ela. estou com muita dificuldade de lidar com isso, ela tem me deixado mto nervosa.
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    primeiro...tem que ser a primeira amiga dela... segundo dar direitos e obrigações, dar amor por limites,como eu estou fazendo com a minha, dando liberdade com responsabilidade
  • sormariasormaria
    ai Valquiria, que situação complicada. Porque no caso do Carlos pelo menos ele sabe que tem uma via de comunicação aberta com ela... quantos anos ela tem?? essa mudança foi de repente ou vocês sempre foram meio afastadas?

    fico pensando que como pais o mais difícil é conseguir um equilíbrio entre ser amigos mas sem perder a autoridade... vocês concordam?? porque tenho uma conhecida por exemplo que se diz melhor amiga da filha, fazem tudo juntos mas vejo que a menina domina ela... não tem moral nenhuma... e acho que isso não pode ser bom
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    claro que sim........
  • ValquiriaRValquiriaR
    a minha filha tá com 13 anos. a gente nunca foi de conversar mto, ela sempre foi na dela e nunca compartilhava as coisas, só qdo eu perguntava e mesmo assim eu sabia q ela nunca falava tudo. com o tempo parece q ela foi se afastando cada vez mais e agora está super rebelde, não consigo controlar ela.
    vc tem controle da sua filha Carlos?
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    sim e não......pois quando controlamos queremos dominar, e quando queremos dominar alguém com certeza teremos conflito, eu domino as acoes, procuro orienta- la e nao dominar, ela tem liberdade com responsabilidade, pois quando queria dominar se tornou pior, mas quando começei a controlar somente as ações, passei ter mais dialogo, ela tem liberdade com limites, e deveres e obrigações...
  • ValquiriaRValquiriaR
    Eu já tentei conversar com a minha filha e orientar, mas ela não escuta. Parece que faz tudo o contrário do que falamos. Se falamos A, ela vai lá e faz B, acho que é proposital, para irritar e enfrentar a gente. Já tentei tirar coisas dela, mas ela não liga, ela arranja um jeito de conseguir o que ela quer. Estou chegando no meu limite, estou perdendo a paciência.
    Carlos, mas se sua filha te escuta, qual está sendo o problema entre vocês?
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    não obedecer a mãe, manipular a mãe,,,,querer ter mais direitos que obrigaçoes
  • FatimaMarceliFatimaMarceli
    Carlos, mas parece que o problema dela é mais com a mãe. É isso mesmo?
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    bom dia, não...minha filha so queria liberdade sem responsabilidade,era desobediente,mas aos poucos fu me preparando, para esta terrível batalha, filha adolescente e ainda filha unica imagina, ainda procuro fazer malabarismos, para que ela permaneça no caminho a qual estamos educando, para que ela venha realizar os seus sonhos, que ela nos conta, mas as ma companhia insiste quebrar estes conceitos. confesso que a batalha é dura, sempre digo para ela tem lugar que ela esta liberada para ir, e tem lugar que nossa resposta para ela e não . mas ela e apaixonada pela mãe ,mas ela não gosta de ser dominada,mas aos pouquinhos estamos vencendo junto esta fase tao difícil....
  • SDGSDG
    Lendo tudo isso, tenho a dizer que temos que ter coragem de com firmeza e carinho , sempre, sempre mesmo, repetir os nossos valores e virtudes pra nossos filhos.
    Pode ser que naquele momento a coisa seja difícil, mas no futuro tudo estará guardado dentro deles. É eles saberão ser pessoas de valor. E você vai se orgulhar de ter mantido sua posição. Ser firme e positivo, também ouvir o lado do filho, e andar junto. Na alegria ,na tristeza , na raiva, no sucesso. Em tudo. Boa sorte. Bom dia
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    obrigado e sempre
  • FatimaMarceliFatimaMarceli
    Carlos, lidar com adolescentes não é nada fácil, mas pelo o que você está contando você e sua esposa estão conseguindo lidar muito bem com a situação. Acho que essa questão da liberdade e falta de responsabilidade é uma fase, a minha filha também está assim no momento. Mas acho importante, como a Simone comentou, de fazermos o máximo para ensinar os valores e as virtudes. É difícil, mas iremos conseguir passar por isso!
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    Bom dia,procuro passar para ela, o que sou como pessoa e que meus pais me passaram, ser uma pessoa humana de caráter que valoriza cada pessoa independente, do credo, da cor,etnia, enfim o respeito a ética, e vivida numa sociedade, onde ela pode fazer a diferença, sendo influenciadora e não sendo influenciada.
  • ValquiriaRValquiriaR
    Sua filha tem sorte de ter pais como vcs. ela precisa enxergar tudo que vcs fazem por ela. só assim ela vai conseguir ver como é importante obedecer vcs.
    eu tb tento passar para minha filha as coisas q a vida me ensinou, meus pais nunca fizeram isso. mas ela não consegue ver, me chama de chata e fala q não gosta de mim.
  • CarlosMagnoSaoJoseMaCarlosMagnoSaoJoseMa
    Bom dia, não se preocupe é tudo da boca para fora...na verdade leles tem uma grande dificuldade de expressar seus sentimentos.
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.
Novo tópico

Salas de discussão