Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Você sabe o que é psicose?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

​Uma das doenças psíquicas tratadas pelos especialistas da área é a psicose

6 FEV 2016 · Leitura: min.
Você sabe o que é psicose?

Uma das doenças psíquicas tratadas pelos especialistas da área é a psicose, que se configura como um quadro metal grave, em que a pessoa perde o contato com a realidade e, na maioria dos casos, se torna antissocial.

O dado positivo é que é possível tratar, com acompanhamento psicológico e psiquiátrico, já que demanda o uso de medicamentos controlados para o controle de alguns dos sintomas. Fique atento a este artigo para entender o que é a psicose, seus tipos e principais sintomas.

Definindo a psicose

De origem grega, a palavra psicose significa um estado de mente que não é normal. Quem tem esse problema, tem uma percepção distorcida da realidade e normalmente é agressivo, agitado e impulsivo.

Ainda não há um consenso sobre as causas deste problema, mas a maioria dos especialistas defende a influência de fatores psicológicos e biológicos como desencadeantes.

Abuso de álcool e drogas, especialmente as que são estimulantes, seriam fatores de risco para o aparecimento de um quadro de psicose. Este problema pode surgir em qualquer etapa da vida e, segundo estimativas, afeta cerca de 5% da população mundial.

Quais os tipos de psicose?

O primeiro que devemos entender é que psicótico não é sinônimo de psicopata. A psicose é uma perda de contato com a realidade, não um transtorno de personalidade, como a psicopatia. Nessa, a condição do paciente é muito mais grave e só pode ser controlada, não tratada.

As psicoses podem ser de diversos tipos, e para cada um há uma série de manifestações relacionadas. Considerando as causas, elas podem ser divididas em três grandes grupos:

  • psicose causada por um fator psicológico - depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia, stress grave, entre outros.
  • psicose causada por abuso de álcool e drogas - crises de abstinência
  • psicose causada por um quadro médico - Alzheimer, epilepsia, insuficiência renal/hepática, infecções no sistema nervoso, AVC, Aids, entre outros.

Quais os sintomas da psicose?

Não existe uma fórmula padrão, cada pessoa desenvolve sintomas distintos e com uma intensidade particular. Normalmente, o psicótico começa experimentando uma mudança de comportamento. O humor fica diferente, assim como sua forma de pensar.

Os sintomas mais comuns deste quadro são:

  • alucinações e delírios - as alucinações mais comuns num quadro de psicose são ver coisas, ouvir vozes, sentir toques desagradáveis e cheiros. Além do mais, as ideias de perseguição e sentimentos de medo constante podem ser algum dos delírios experimentados pelo paciente.
  • agitação - afeta a atividade motora, já que há um estado agudo de ansiedade. A pessoa também pode ter ações violentas, especialmente se está em meio a um delírio persecutório.
  • pensamento desorganizado - a pessoa é incapaz de manter uma conexão entre as ideias e os pensamentos. Quando fala, as frases não têm sentido e há uma grande dificuldade de concentração. Não são raros os casos de perda de memória recente.
  • mudanças comportamentais - a pessoa pode ficar demasiado ativa ou parada, e há uma queda de rendimento na escola ou trabalho. Outro indicador é a falta de cuidado com a higiene pessoal, perda de apetite e alterações no sono.

Se sente que necessita de uma avaliação profissional, para você ou algum familiar, entre em contato com psicólogos especializados em psicose.

Foto: por Aymen FANTAR (Flickr)

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
1 Comentários
  • Abdulcadre almeida

    Gostei da apresentacao tras consigo detalhes importantes da psicose

últimos artigos sobre problemas psicológicos