Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Treine seu cérebro para economizar dinheiro

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Anda com problemas para economizar? Tem a sensação de que nunca consegue alcançar a meta? Atenção! Neste artigo compartilhamos dicas úteis para treinar seu cérebro e lograr seu objetivo.

25 OUT 2018 · Leitura: min.
Treine seu cérebro para economizar dinheiro

Poupar dinheiro sempre foi um desafio para você? Acredite, você não é o único. Muitas pessoas têm dificuldade para planejar e ter uma perspectiva a longo prazo, e isso só contribui para prejudicar sua capacidade de resistir quando as tentações aparecem.

De acordo com os especialistas na área, uma das grandes barreiras para que uma pessoa aprenda a economizar é a comodidade. Às vezes é difícil encontrar um bom motivo para deixar de fazer, comprar ou adquirir algo que você deseja neste momento, no presente, sabendo que pode demorar para conseguir materializar tal objetivo num futuro.

Mas sabe qual é a vantagem? Há alguns truques mentais valiosos para começar a treinar seu cérebro e controlar o impulso de ceder à tentação, a todo momento. Com isso, você estará cada vez mais perto de alcançar sua meta.

Não queira forçar uma naturalidade que não existe

Algumas etapas do processo de poupar dinheiro não estão alinhadas com nossos instintos, por isso é tão difícil seguir adiante. Tentar “normalizar”, tratar a questão como algo que todos podem fazer, pode gerar frustração e desmotivação, funcionando exatamente da forma contrária do que você imagina.

Ao invés disso, conscientize-se de que trata-se de um hábito que requer disciplina e adaptação. Entender que poupar suas finanças com um objetivo  ou não, poderá ser realizado gradativamente adaptando seu orçamento e suas necessidades e expectativas. Vale também a relexão sobre a maneira como você se relaciona com suas finanças, avaliando o custo benefício de suas ações. Esta reflexão permitirá o resgate de memórias onde a ausência de uma reserva impactou prejuízos e desconfortos emocionais, a privação de usufruir de algo importante por aquisições que não foram tão relevantes, etc.

economize1.jpg

Coloque em prática a regra dos 3 dias

Sempre que você sentir que está tentando a tomar uma decisão financeira duvidosa, recorra à regra dos 3 dias. Mais que um número, porque pode ser 3 ou 5 ou 7 dias, significa dar um prazo para a reflexão. Pensar se você realmente necessita desta aquisição, se o momento é o mais apropriado ou se a decisão pode ser postergada.

Escolha: acelerar ou pisar no freio

Um recurso bastante utilizado para treinar seu cérebro a tomar as decisões corretas é imaginar que você está dentro de um carro, cada vez que precisa decidir se gastar ou não se investir ou não, se vender ou não, etc.

economize.jpg

Dependendo da sua postura, estará acelerando ou pisando no freio, tendo em vista que seu objetivo é economizar. Pense que a velocidade com a que você alcança as metas propostas depende das decisões que você toma.

Pense numa velhice confortável

Um estudo realizado pela Universidade de Stanford (EUA) conseguiu demonstrar que as pessoas que conseguem vislumbrar sua velhice e se preocupar por um futuro confortável estão mais suscetíveis a economizar. Ter isso em mente pode funcionar como uma dose extra de motivação para você nos momentos de tentação.

Use a tecnologia a seu favor

Atualmente, há uma série de aplicativos (gratuitos e pagos) que ajudam você a economizar, estabelecendo objetivos alcançáveis e contribuindo para a sua organização, com lembretes, gráficos evolutivos e outros recursos práticos. Está claro que você precisa estar decidido a economizar, ou nada disso fará efeito.

Tenha parceiros para poupar

Uma das formas mais fáceis de resistir à tentação é ter parceiros que dividam com você o peso dessa jornada. Vocês podem ter objetivos em comum, uma viagem ao exterior por exemplo, ou não. O importante é compartilhar as dificuldades da caminhada, comparar resultados e dividir técnicas para seguir adiante.

Outro fator que poderá contribuir significativamente para o sucesso ao se poupar é a construção de planos estratégicos que estipulem novas formas de dividir o orçamento mensal e, sempre que se privar de alguma aquisição, ao invés de pensar no que está "perdendo", pensar no que você está ganhando: um passo mais próximo de atingir seus objetivos. 

Fotos: MundoPsicologos.com

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário

últimos artigos sobre dicas de psicologia