Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Sobre o luto e o morrer de alguém querido

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Sobre o luto e o morrer de alguém querido... como lidamos com a perda? O que ela significa para nós? O que ela diz de nós mesmos?

3 NOV 2015 · Leitura: min.
Sobre o luto e o morrer de alguém querido

Estar rodeado de amigos e família pode te ajudar. A religião e o trabalho também. Se a pessoa querida sofria, você teve tempo de se adaptar. Você sabe que esse momento chegará para todos. Você sabe o que é morrer, já ouve sobre o assunto desde criança.

Então por que sofremos tanto quando perdemos alguém próximo? Esses anos todos de contato com a ideia de morte não nos ensinaram nada? Aí é que está: a ideia sobre as coisas não nos ensina tanto quanto vivenciá-la. Sentimos o luto quando vivemos uma perda; assim como sentimos o amor quando amamos.

A vivência nos transforma, e podemos nos conhecer melhor - e encontrar respostas - quando entramos verdadeiramente em contato com o que sentimos nos diversos momentos da vida. Vejo o luto como um dos momentos mais carregados de sentimentos que alguém pode experimentar.

Podemos ficar perdidos no meio de tantas emoções, de tantos sinais que nosso corpo nos dá. Podemos nos deparar com uma profundidade dentro de nós que não existia antes, em dias "normais". Aproveite a oportunidade e mergulhe: O que o luto está trazendo de você, para você? O que podemos descobrir através do que ele desperta? Busque ressignificar sua vida.

E que coisas boas podemos extrair? Afinal, "só há luto quando há amor" (ouvi de alguém certa vez). Afeto e boas memórias existem. Resgate-os! Penso que ressignificar a própria vida e resgatar as coisas boas representam a melhor forma de manter viva uma pessoa querida. E de provar que ela deixou um legado.

Foto: por Martina Troiano (Flickr)

Escrito por

Tatiana Campbell

Ver perfil
Deixe seu comentário

últimos artigos sobre luto