MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Saiba como identificar um quadro de bullying

Situações de perseguição, presencial ou virtual, podem se tratar de bullying, tendo crianças e adolescentes entre suas vítimas habituais. Descubra a seguir os principais sinais do problema.

1 Abr 2016 Crianças e adolescentes - Leitura: min.

psicólogos

Por definição, bullying é uma situação de perseguição, com repetidos atos de violência verbal e psicológica. Não existe uma idade específica para ser vítima de bullying, porém, o quadro está estreitamente vinculado ao ambiente escolar, afetando maiormente crianças e adolescentes.

Estar submetido a constantes humilhações e situações de hostilidade por parte dos colegas deixa marcas profundas na vida da pessoa. Por isso, é fundamental o acompanhamento de um psicólogo especializado em bullying para trabalhar as questões deixadas pelo trauma e permitir que essa criança ou adolescente restaure sua autoestima.

Mas como saber se seu filho é vítima de bullying? Quais os sinais que nos permitem identificar o problema? Veja a seguir o que dizem os especialistas.

Como ocorre o bullying?

Há papéis que se repetem. Para que haja uma vítima, sempre há a figura do valentão, que é quem encabeça os atos de violência e incita os demais a participar de:

  • gozações
  • apelidos cruéis
  • roubos de lanche na escola
  • agressões físicas
  • agressões verbais
  • situações vexatórias nas redes sociais

O bullying surge de uma diferença, que pode ser física ou intelectual. Alunos que se destacam na escola são frequentemente excluídos pelo grupo, assim como podem ser os que são "gordinhos", "baixinhos", "altos demais", "desastrados", os que têm "orelha grande", "voz fina", os que são "narigudos", têm "cabelo afro", algum tipo de deficiência, entre outros.

Nos agressores há um desejo de dominar e mostrar superioridade em relação aos "diferentes", e as manifestações mais comuns são os ataques em público, presenciais ou pela Internet. A vítima se converte numa pessoa retraída, sendo este, possivelmente, o primeiro sinal de um quadro de bullying.

Como identificar um quadro de bullying?

É habitual que grande parte das crianças e adolescentes que sofrem bullying o faça em silêncio. Eles sentem vergonha de dizer que estão sendo perseguidos, se sentem, inclusive, culpados e merecedores da discriminação e hostilidade.

Mas, mesmo sem querer, as vítimas alteram seu comportamento em função dos ataques e há muitos sinais que podem ser considerados como indicativo de bullying:

  • desejo de mudar de turma ou de escola
  • queda no rendimento escolar
  • problemas de atenção
  • a pessoa fica triste e oprimida
  • repetidos indícios de agressões físicos (arranhões, roxos, roupas rasgadas, etc.)
  • tem medo de voltar para a escola
  • tende ao isolamento e pode ter ataques de raiva
  • dor de barriga, dor de cabeça, falta de apetite e problemas para dormir

Vale lembrar que uma agressão isolada não é bullying. Elas precisam ser repetidas e intencionadas. A angústia provocada por um ataque de bullying deve ser tratada, independente da idade da vítima. Não deixe de procurar um profissional especializado para aprender como lidar com este problema.

Foto: por CarolineBach (Flickr)

1 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Você não pode deixar de ler...