Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Reflexão sobre o pensar

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Pessoas que têm medo de pensar (fronemofobia). Ligam a televisão para desligar o cérebro! Segundo a ONU, 99,7% da população mundial sofre da doença.

19 SET 2016 · Leitura: min.
Reflexão sobre o pensar

Hoje fui inspirada por Steve Jobs. Assisti o filme: "Jobs" e li um artigo que li no *Jornal O globo de "Roney Meisler: " Quando Culpar o estado sairá de Moda", muito bom! A frase de Jobs acima diz tudo, as pessoas tem medo de pensar e por isso adoecem, são infelizes e não constrôem um mundo melhor um pouquinho para si e para os outros, com suas presenças no mundo. Meisler começa seu artigo assim:

"O Brasil é a sétima economia mas é o 79 IDH do mundo, ficando atrás de países como Trinidad, Cuba e Azerbaijão. E de quem é a culpa? "Do estado claro"diríamos nós".

Entretanto, esquecemos que uma sociedade é composta por 3 entidades: Estado, cidadãos e iniciativa privada. O estado é sim, o maior responsável pelas condições de bem-estar social do país, mas não o único. Nós cidadãos e empresas também somos.

E o entendimento de que temos responsabilidades sobre um problema é por si o início de uma solução." Realmente a combinação perfeita o pensamento de "Steve Jobs" e de "Meisler", se cada um de nós assumíssemos a responsabilidade de fazer mais pelo nosso país, melhoraríamos nossos condições de vida e dos nossos descendentes.

Segundo Meisler nos venderam a ideia de que a empresa é o demônio opressor e o Estado o Santo milagreiro, morreremos acreditando nisso e manteremos os mesmos problemas para quem virá depois, ele acredita que uma verdadeira revolução social reside nas iniciativas públicas privadas.

Estou acrescentando no contexto de Meisler as Frase de Steve Jobs abaixo para pensarem um pouco, se conseguiu chegar até aqui, está no início de aprender a refletir e fazer uma diferença em sua própria vida: "Você não consegue ligar os pontos olhando pra frente; você só consegue ligá-los olhando pra trás. Então você tem que confiar que os pontos se ligarão algum dia no futuro. Você tem que confiar em algo – seu instinto, destino, vida, carma, o que for.

Esta abordagem nunca me desapontou, e fez toda diferença na minha vida. "Ser o homem mais rico do cemitério não me importa… ir para a cama à noite, dizendo fizemos algo maravilhoso… isso é importante para mim". "Eu valia pouco mais que um milhão de dólares quando tinha 23 anos e mais de 100 milhões de dólares quando tinha 25, e nada disso era muito importante, porque nunca fiz as coisas pelo dinheiro."

"Não penso muito em legado para as próximas gerações. Penso apenas em acordar de manhã e trabalhar com pessoas brilhantes para criar coisas que, espero, sejam tão apreciadas por outras pessoas como são apreciadas por nós."

"A maior invenção do mundo não é a minha tecnologia! É a morte! pois através dela, o velho sempre dará lugar para o novo! Maravilhosas as frases de Jobs, precisamos matar o velho "Capitalismo" e reinventarmos uma nova maneira de pensarmos economicamente pensando no todo e não cada um em si como nossa atualidade nos mostra, também no nosso passado.

Precisamos deixarmos de sermos tao egoístas e de pensarmos somente em nós mesmos. Impressionante a visão de Jobs sobre a morte, onde diz que a maior invenção do mundo é a morte, pois através dela, o velho sempre dará lugar ao novo. Pena que nós não paramos para pensar segundo o pensamento dele:

As pessoas ligam a televisão quando querem desligar o cérebro." Steve Jobs porque precisamos nós precisamos matar esse passado, o velho paradigma: "do eu ganho e você perde" e recomeçarmos de uma forma mais humana, pensando no todo, pois cada um de nós é uma pequena célula desse universo e cada pensamento influencia nas atitudes e não foi á toa que o povo demonstrou sua força, indo para as ruas recentemente, estamos todos indignados mas precisamos fazer a grande mudança começando por cada um de nós.

Para então influenciarmos na massa, criando uma nova cultura e deixando para trás o paradigma de que se pode fazer algo escondido que ninguém nunca saberá. Essa era da maldade acabou. Devemos jogar o jogo: eu ganho, você ganha! Em minhas pesquisas também observo o mesmo que as pessoas não pensam e por esse motivo querem que a vida resolva por elas, sequer pensam em implicar no processo e ajudar na construção de um mundo melhor tornando-se um ser humano melhor e automaticamente o mundo ficaria melhor.

Nós seres humanos somos extremamente egoístas segundo o budismo cada um de nós está em um nível espiritual e não há como ensinar a quem esta no subsolo o quanto a vista do 15 andar é maravilhosa, se está pessoa nunca esteve lá. Precisamos apoiá-la a ver essa vista para que possa ter esse desejo sincero de evoluir.

Se minha tia e madrinha não amasse tanto o RJ e o meu primeiro passeio aos 03 anos não fosse vir ao Rio, com certeza não teria me apaixonado pela cidade. Pense no quanto influenciamos cada pessoa com nossa maneira de ser, comece mudando a si mesmo e uma pessoa ao seu redor, não deixe passar despercebido devido ao som no ouvido de que somos "um", conheça quem está do seu lado, estimule, incentive ou apenas ouça.

Continuando com Meiler: tenho 33 anos, sou empresário fundador e presidente de uma empresa de segmento de moda. Tive o prazer de conhecer muitos negócios geniais com iniciativas transformadoras mundo afora. são capitalistas conscientes, respeitados e divulgados globalmente como grandes exemplos. Destaco duas iniciativas: a da americana Patagônia, que tem o propósito para inspirar e implementar soluções ambientais (…)descobriu que aterros sanitários recebem 2,5 bilhões de roupas por ano e que em medida leva 250 anos para decompor.

O que ele fez? Lançou uma campanha pedindo que seus consumidores comprassem menos produtos. É isso mesmo! Ivon anunciou em jornais: "Este produto foi feito para durar, portanto não compre mais do que um. Se você enjoar dele, use nosso marketplace para vendê-lo e, se precisar traga-o a loja que o consertaremos. "Absolutamente genial! E a empresa já fatura mais de U$ 1 bilhão por ano.

Meisler conta também a historia da empresa Calcados Toms, onde você compra um sapato e a empresa doa outro para uma criança de países subdesenvolvidos, ajudando na diminuição de causadas pelos pés descalços. Precisamos tomar consciência e assumir nossa participação para um mundo melhor, para completar ouvi a musica de John Lenon. "Imagine": (..) Imagine todas as pessoas Vivendo para o presente Imagine não haver países Não é difícil de fazer Nada para matar ou morrer E nenhuma religião também Imagine todas as pessoas Vivendo a vida em paz Você pode dizer, eu sou um sonhador Mas eu não sou o único Eu espero que algum dia você se junte a nós E o mundo será como um só Imagine não ter posses Imagino se você pode Sem necessidade de ganância ou fome Uma Irmandade do homem Imagine todas as pessoas Compartilhando o mundo todo Você pode dizer, eu sou um sonhador Mas eu não sou o único Eu espero que algum dia você se junte a nós E o mundo será como um só".

Realmente precisamos desligar a TV e pensar um pouco mais sobre o mundo que queremos deixar para nossos filhos, netos, bisnetos, tataranetos. etc.

*Quando culpar o estado sairá de moda? Rony Meisler

Foto: por Moyan Brenn (Flickr)

psicólogos
Linkedin
Escrito por

Doutora Aparecida Paula Santos

Deixe seu comentário