Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Psicoterapia: entenda o que é e por que fazer

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

A psicoterapia é um método para tratar problemas psicológicos e emocionais. Reunimos alguns conceitos, que podem ser o empurrão que você necessitava para contatar um profissional.

26 NOV 2014 · Leitura: min.
Psicoterapia: entenda o que é e por que fazer

Muita gente ainda acredita que procurar ajuda de um psicólogo é atestar algum tipo de loucura. Nada mais incorreto! Principalmente se pensarmos nas funções de um psicoterapeuta, por exemplo, que têm suas bases na capacidade de guiar o cliente rumo ao enfrentamento de dificuldades psicológicas e cognitivas.

Independentemente do problema que você estiver enfrentando ou da abordagem utilizada pelo profissional, há um objetivo comum aos atendimentos: que o trabalho feito no consultório sirva para gerar bem-estar para o cliente.

Se você é desses que ainda têm dúvidas sobre o que é um processo de psicoterapia e quais suas principais finalidades, reunimos alguns conceitos, que podem ser o empurrão que você necessitava para contatar um profissional especializado.

1) O que é a psicoterapia?

É um método para tratar problemas psicológicos e emocionais, conduzido por um profissional com formação em psicologia clínica.

As técnicas utilizadas podem se basear em diferentes abordagens, sendo a psicanálise, a terapia cognitiva e comportamental algumas delas.

Dois dos objetivos principais é promover autoconhecimento e provocar alterações no comportamento da pessoa, justamente para conseguir uma melhor adaptação.

É o que comenta a psicóloga Vanderlúcia Macario:

"Durante muitas fases da vida, acontecimentos marcantes rompem com o equilíbrio com o qual a pessoa estava habituada, gerando stress e sentimentos como angústia, ansiedade, preocupação, medo, entre outros. Nessas situações de crise, o sujeito é levado a repensar sua maneira de viver, buscando se reorganizar para se adaptar às novas condições".

2) Qual o melhor momento para procurar um psicólogo?

As psicoterapias são indicadas às pessoas que não se sentem felizes, nem satisfeitas com rumo de sua vida. Vale ainda para aqueles que sofrem e não sabem como enfrentar ou superar o problema que causa tal mal-estar.

flickrnicksarebi.jpg

O momento para recorrer a um processo terapêutico é aquele em que você toma consciência de que vem sendo prejudicado por questões internas, e que já é hora de conseguir mais da vida.

O fundamental é estar disposto, já que as mudanças de comportamento não acontecem sem que a pessoa esteja aberta a elas.

3) Em que casos a psicoterapia pode ajudar?

A psicoterapia está indicada para pessoas com diferentes sintomas, da tão falada ansiedade, passando pelo já conhecido stress até problemas como transtorno de humor ou de comportamento, distúrbios alimentares e vícios.

As possibilidades são diversas, incluindo superação de medos, depressão, dificuldades de relacionamento, ciúme, angústia, entre outros.

"Para cada sentimento existe alguma situação que ocorreu anteriormente que provocou este estado. É nesse momento que a psicoterapia pode surgir como um processo que auxiliará no autoconhecimento e a identificar aquilo que não está legal no nosso cotidiano", resume Vanderlúcia.

4) Quando se começa a perceber os resultados?

A psicóloga explica que é impossível medir ou prever resultados. Entretanto, somente por começar um processo de autoconhecimento, a pessoa já conquista um avanço importante.

"Muitas vezes surgem sentimentos confusos, que, ao longo do processo, vão sendo desmistificados e resignificados. Acima de tudo, trata-se de um processo de aprendizagem sobre você mesmo e sobre como desenvolver novos comportamentos. É a forma de aumentar sua capacidade de agir da forma que você quer agir."

5) Como escolher um psicoterapeuta?

Além de ouvir, o psicólogo deve estar preparado para analisar e interpretar o que o cliente lhe diz em consultório, ensinando estratégias que poderão produzir mudanças na vida do indivíduo. Por isso é fundamental escolher um psicólogo com a devida formação e com registro ativo no Conselho Federal de Psicologia.

"O psicólogo atuará como um facilitador, traduzindo enigmas internos, reestruturando comportamentos e resignificando emoções do paciente. Entendo a psicoterapia como um trabalho em dupla, em que cada um deve fazer a sua parte, para que os resultados sejam profundos e duradouros. Para tanto, o comprometimento com o processo é fundamental para o bom aproveitamento do tratamento", finaliza Vanderlúcia.

Fotos (ordem de aparição): alexdecarvalho, nicksarebi (Flickr)

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
3 Comentários
  • Davi Macedo de oliveira

    Sem dúvida esclarecimentos bem claros e definidos parabens

  • Dionisio Xavier

    Eu preciso muito de um profissional que me ajude

  • antonio cesar da silva sena

    Ok, muito bom! Obrigado, tudo de bom para vocês, tá?

últimos artigos sobre terapias e abordagens