Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Por que é tão difícil cumprir as metas estabelecidas no ano novo?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Não é nenhuma novidade as grandes promessas que fazemos a nós mesmos com a chegada do ano novo. Mas por que é tão difícil realizá-las? Leia este artigo e atinja todas suas metas em 2019.

8 JAN 2019 · Leitura: min.
Por que é tão difícil cumprir as metas estabelecidas no ano novo?

A maioria das pessoas costuma quebrar suas promessas antes do final do mês de janeiro, entrando em um ciclo contínuo de arrependimentos e lamentações com o inevitável balanço de final de ano.

Neste artigo, a psicóloga Maitê Hammoud elabora 5 conceitos e faz reflexões para que seus resultados sejam diferentes este ano!

1) Comprometimento

A grande maioria das pessoas tem facilidade em cumprir metas e compromissos quando estabelecidos com outra pessoa, mas quando os compromissos são consigo mesmo costuma ser aquela velha história de “tudo bem deixar para depois”. É importante a conscientização de que um compromisso estabelecido consigo mesmo tem a mesma validade que compromissos estabelecidos com pessoas importantes na sua vida. Internalize o conceito de que os prejuízos e benefícios ao cumprir as etapas necessárias para conquistas de seus objetivos serão exclusivamente seus e você é protagonista de sua vida.

2) Vá além de desejar, estruture um processo: 

Este é outro grande sabotador para realização de metas. A maioria das pessoas desejam intensamente algo, mas não estabelecem um processo para que atinjam estes objetivos e, as estratégias que você adota são a grande chave para o sucesso! Pense: para emagrecer não basta desejar, é preciso estabelecer um plano alimentar e de atividades físicas; um novo emprego depende da atualização de currículos, candidatura em vagas, pesquisas de mercado, etc;

shutterstock-1110893468.jpg

3) Estabeleça prazos e metas reais: 

Um importante componente que aumenta as chances de desânimo e desistência é o fato de estabelecer metas desproporcionais ou irreais ao que é possível. Quando traçamos um objetivo e o processo que será necessário percorrer para esta conquista devemos considerar prazos reais. Por exemplo, ao desejar perder 10 kg, seria irreal por mais esforço que seja feito, perde-los em apenas uma única semana.

4) Persistência:

A persistência é um fator chave para que se atinja metas e objetivos. Expectativas desproporcionais combinadas a imprevistos e falhas resultam quase sempre na desistência e abandono de planos. É fundamental lembrar que todo processo prevê falhas e necessidades de melhorias. Quando temos a percepção de que falhas fazem parte do processo, diminuímos consideravelmente as chances de desistência diante de uma frustração.

5) Questione-se todos os dias:

O funcionamento quase padrão da maioria das pessoas é refletir no final do dia sobre o que poderia ter feito diferente ou sobre o que deixou de fazer. A reflexão é importante para o desenvolvimento, mas não dá margem para que mudemos o passado tampouco a forma como conduzimos um dia que já foi vivido. A reflexão mais valiosa que podemos ter quando pensamos em mudanças e conquistas se dá logo no começo do dia – acorde e se questione: “o que farei por mim hoje?”, “O que posso fazer hoje para atingir meus objetivos hoje?”. Por menor que seja o investimento ou movimento, cada passo será determinante para a realização e conquista de qualquer plano.

shutterstock-1254347605.jpg

Pense de maneira honesta que apenas você poderá realizar seus planos e sonhos. Sua vida depende de você e grandes resultados dependem de investimentos diários. Além disso, se você sente que se auto sabota ou constantemente enfrenta medos comuns diante de mudanças, não deixe de contar com apoio profissional. A psicoterapia por ser um processo de autoconhecimento oferece um novo olhar de si mesmo através de outras perspectivas, tornando-se um aliado diante de mudanças e dificuldades.

Fotos: MundoPsicologos.com

Escrito por

Maitê Hammoud

Ver perfil
Deixe seu comentário

últimos artigos sobre desenvolvimento pessoal