MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Os vários tipos de luto

Desde muito cedo, os lutos fazem parte da vida das pessoas. Não me refiro somente ao luto relacionado à morte física do corpo que tradicionalmente atrelamos a essa palavra.

1 Jun 2015 Atualidades sobre psicologia - Leitura: min.

psicólogos

Desde muito cedo os lutos fazem parte da vida das pessoas. Não me refiro somente ao luto relacionado à morte física do corpo que tradicionalmente atrelamos a essa palavra. Gostaria de me referir aos diferentes lutos com os quais é preciso lidar ao logo da vida.

Um dos primeiros é o "Luto do corpo". Ao longo do desenvolvimento humano, o corpo passa por transformações. De bebezinhos passamos a criança, poucos anos depois de criança a adolescente, posteriormente de adolescente a adulto e finalmente atingimos o corpo de terceira idade.

Tanto o ser humano que vivencia a mudança do seu corpo quanto os que o cercam como seus pais, filhos, tios, irmãos e outros nem sempre conseguem processar esse tipo de luto e isso pode interferir e muito nas suas relações, sejam elas afetivas, familiares ou sociais. Isso em função da recusa em aceitar a mudança dos aspectos físicos ou às cobranças impostas a essa nova fase de desenvolvimento podem aprisionar o sujeito em um corpo que o sujeito não reconhece.

Um exemplo disso são os adultos com mais de 40 anos que vivem com seus pais se comportando como um adolescente ou os pais que insistem em tratar um filho adulto como um adolescente. Da mesma forma pais também têm dificuldades de processarem o luto do corpo de adolescentes de seus filhos.

É muito comum quando nos deparamos com crianças perguntarmos para elas "o que você vai ser quando crescer?" Num processo terapêutico envolvendo adolescentes e pais uma ótima pergunta é cabível para os pais que é justamente a pergunta oposta que fazemos para seus filhos: "o que você vai ser quando seu filho crescer?"

Outro tipo de luto é o "luto das relações", como por exemplo, o término de uma amizade, de um casamento ou de um namoro. Esse tipo de luto para algumas pessoas é tão dolorido, mas ao mesmo tempo tão significativo que há uma recusa em aceitá-lo e a pessoa pode passar a viver de forma inautêntica e em uma relação fantasiosa que em alguns casos pode se perdurar por anos e fazer com que a pessoa se abstrai de vivenciar outras possibilidades.

Já o "luto das conquistas" está relacionado à perda de um trabalho, de um imóvel ou qualquer outro bem material seja em quaisquer circunstâncias (crise econômica, acidentes naturais, desapropriações, etc.). Trata-se de um luto que também pode ser difícil de ser processado dependendo do significado que a pessoa dá ao objeto de perda em questão.

Por fim gostaria de mencionar o "luto da funcionalidade" que podemos exemplificar com a perda de saúde ou da participação na família como em muitos casos da terceira idade, entre outros. Nesse tipo de luto também penso que seja possível incluir, por exemplo, o casamento de um filho quando a função de educadores e provedores que pertencia pais deixa de existir e nessa situação os pais podem apresentar uma dificuldade de processar esse luto.

Muitos clientes chegam ao espaço terapêutico desejando esquecer esses lutos, porém o movimento nessa direção é o de dar um novo significado, pois não deletamos de nossas memórias fatos tão importantes e que fazem parte de um capítulo de nossas vidas. A qualquer momento que você se deparar com conversas que falem desses capítulos eles virão imediatamente à sua memória daí ser impossível deletá-los.

Se você conseguir ir no movimento de dar um novo significado haverá uma grande chance de você relembrá-los de forma bem tranquila. Isso também vale para o luto da morte tradicional a que estamos acostumados a associar essa palavra. Em um processo terapêutico o cliente tem a possibilidade de refletir sobre seus lutos ampliando sua consciência, mobilizando energia para uma mudança e se responsabilizando pelas suas escolhas.

Foto: por david (Flickr)

0 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Você não pode deixar de ler...