Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

O papel do psicólogo no recrutamento e seleção

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

O papel do psicólogo organizacional vai mais além de entrevistas ou aplicação de testes. Veja as principais funções e por que é importante contar com um bom profissional.

25 ABR 2016 · Leitura: min.
O papel do psicólogo no recrutamento e seleção

Muito do que uma empresa é capaz de fazer e alcançar está associado a seu potencial humano, à capacidade de reunir no quadro de funcionários pessoas talentosas e com perfil para desempenhar suas funções. Numa organização, recrutar os melhores candidatos é responsabilidade do departamento de Recursos Humanos.

Se a empresa não tem um próprio, há inúmeras consultorias especializadas, que terceirizam tal serviço. Mas qual a relevância do psicólogo neste processo? Em que medida é importante o trabalho da psicologia organizacional? Saiba mais neste artigo e compartilhe sua dúvida ou experiência na seção de comentários.

Variáveis objetivas e subjetivas

Não é qualquer profissional que está preparado para conduzir um processo de seleção e ir mais além do simples teste de conhecimentos gerais. Buscar um bom perfil significa estar atento aos aspectos físicos e psicológicos dos candidatos, algo bastante natural para um psicólogo.

As entrevistas, as dinâmicas em grupo, os testes psicológicos servem para identificar aptidões mentais, psicomotoras, destreza, tempo de resposta, resistência, dentre outros fatores. Neste sentido, o papel do psicólogo é justamente cruzar os resultados com o que necessita a vaga.

A personalidade de um candidato é tão importante quanto sua capacitação. Por isso, cada vez há mais espaço no mundo corporativo para a psicologia organizacional.

Todo o processo de recrutamento e seleção deve ser conduzido de forma séria e respeitosa, porque o psicólogo, responsável pelo primeiro contato do candidato com a realidade da empresa, é o cartão de visita. Se sua atuação não cumpre com o standard previsto, contribuirá para uma mala imagem da organização.

Pilar da cultura organizacional

Faz parte também das responsabilidades de um psicólogo que atua em Recursos Humanos treinar o potencial humano da organização e facilitar a transmissão da cultura organizacional. Ele utiliza sua percepção para identificar zonas de atrito, pontos de debilidade, potenciais desaproveitados, respondendo segundo a necessidade de cada caso.

O bom psicólogo organizacional tem um olhar diferenciado e uma percepção apurada, é capaz de trazer sensibilidade para a realidade da empresa e conseguir com que as pessoas estejam alinhadas com os objetivos da organização. Neste sentido, a bagagem teórica é fundamental para desempenhar suas funções com eficiência.

psicólogos
Linkedin
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário
2 Comentários
  • José Eduardo de jesus Araujo

    Este artigo é d uma riqueza tamanha vem demonstra a fundo a importância do profissional em uma seleção.

  • Catia

    Texto muito bom! Porém nao consigo identificar qual é o autor do artigo.