MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

O papel do orientador profissional - vocacional

O homem é, antes de mais nada, um projeto. Um projeto que se vive subjetivamente. (…) O homem não é outra coisa senão aquilo que se faz. Jean Paul Sartre

12 Abr 2016 Trabalho - Leitura: min.

Brusque Santa Catarina

8 Recomendações

O processo de orientação ou reorientação profissional é uma atividade que vem despertando interesse de jovens prestes a ingressar no mercado de trabalho, geralmente por cursos técnicos e cursos de graduação. Para auxiliar nessa escolha, poderão contar com o auxílio de profissionais capacitados nesse campo – o orientador profissional.

Por volta dos 18 anos de idade o jovem percebe que suas escolhas poderão ir além da escolha de uma profissão. Outras questões estão em jogo, tais como relações familiares, relações amorosas, planejamento para o futuro, viagem ao exterior, aprendizado de idiomas, etc. Muitas situações novas surgem ao iniciar a vida adulta e muitas vezes sente-se despreparado para os novos desafios.

Para auxiliar no processo de orientação ou reorientação profissional, o orientador profissional lança mão de diversas estratégias, entre outras, entrevistas e diálogos iniciais, aplicação de testes, visitas às empresas e promoção de bate-papo com profissionais que já atuam na área em que o orientando demonstra interesse. O orientador é um profissional que deve perceber o orientando como um sujeito em processo de evolução e não deve estar focado tão somente em auxiliar na escolha da profissão informando sobre carreiras e profissões. Embora o objetivo final seja definir uma profissão, deverá estar compromissado na busca de uma identidade pessoal, com vistas a um projeto de vida mais amplo, que englobe outras facetas da vida, não limitado à profissão. Deve promover o autoconhecimento do orientando com vistas a desenvolvê-lo para a vida.

Conforme aponta Bohoslavsky (1993), serviços de orientação profissional cujo objetivo limita-se a dispor informações sobre diferentes profissões, apresentam resultados muitas vezes insatisfatórios. Não levam em conta que somos dinâmicos, que estamos num processo contínuo de mudança de personalidade. Da mesma forma, o mercado é dinâmico e certas idealizações no presente poderão não representar a realidade futura.

  • Entre outras questões, caberá ao psicólogo avaliar as seguintes questões junto ao cliente:
  • Este é o momento mais adequado de iniciar um processo de orientação profissional?
  • É possível definir uma profissão sem a necessidade de processos psicoterápicos?
  • O orientando dispõe de maturidade para iniciar um processo de orientações profissional?

Por fim, mas não esgotando o assunto, o próprio orientador deverá autoanalisar-se e ponderar se é o profissional mais indicado para auxiliar no processo de escolha.

A psicoterapia aliada à orientação profissional proporcionará ao jovem maior assertividade em suas escolhas. O projeto tem determinado tempo de duração. Iniciará com a psicoterapia e em determinado momento iniciar-se-á o processo de orientação profissional.

Para aqueles que buscam um processo de reorientação profissional, os mesmos aspectos acima deverão ser considerados, acrescentando uma variável: por qual razão a pessoa deseja mudar de profissão, de carreira? Diferentes circunstâncias da vida poderão motivar essa necessidade, logo, vale destacar que "a maioria das pessoas tem potencialidades que jamais são desenvolvidas simplesmente porque as circunstâncias em suas vidas jamais as exigiram" Gardner (citado por Lorsch e Tierney, 2003).

Vale destacar que tão somente a aplicação de testes é limitada e poderá resultar em escolhas equivocadas. O processo é complexo e dinâmico, e deverá contar com total empenho do orientador e orientando para o alcance de resultados plausíveis.

Foto por: CollegeDegree360 (Flickr)

0 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Você não pode deixar de ler...