MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Espaços desorganizados, mentes desorganizadas

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Este artigo trata de um problema aparentemente sem importância, mas que afeta muitas pessoas e foi questão de terapia nas últimas semanas de trabalho, tema importante a ser compartilhado.

18 Mai 2015 · Leitura: min.
Espaços desorganizados, mentes desorganizadas

Adorei quando me perguntaram essa semana sobre como conseguir organização pelo treinamento diário, tendo em vista o mundo caótico em que vivemos e o bombardeamento de informações que recebemos a todo instante. O tema, a princípio parece sem graça, mas se pensarmos mais a respeito, vemos que se trata de um assunto que mexe com vários aspectos de nossas vidas.

Como psicóloga e também consultora em organização de espaços, chamou-me a atenção o relato de uma paciente cujo discurso trazia uma "carga emocional" em relação à organização de sua própria "bagunça" e de como isso a deixava estressada durante seu cotidiano, mesmo se percebendo como uma pessoa "naturalmente desorganizada".

Nessa fase em que conseguimos perceber como nossos espaços percorridos fazem parte do nosso cotidiano psíquico, sinto-me à vontade para dizer que realmente esses assuntos estão totalmente conectados.

Na realidade, ao entrarmos em um local, os nossos olhos captam a energia que ali está, se o local está revolto, nossa mente ficará revolta, confusa, consequentemente nossos sentidos ficarão inertes, sem forças para a tomada de ações; nessa linha de raciocínio, quando começamos a arrumar nossas coisas, arrumamos nossa mente e levamos nossos sentimentos a uma gradual organização interna, mais rápida ou mais demorada, não importa, mesmo porque o tempo é relativo a cada personalidade, o que interessa aqui é que isso nos traz constância, calma e força para aplacar as bagunças internas e tomarmos atitudes a partir das ordenações que fazemos.

Então, quando começamos a arrumar e organizar os espaços, mesmo que seja um objeto de cada vez, uma roupa de cada vez, uma peça por semana que seja, esses pequenos passos nos levam a um caminho de reencontro conosco, com nossa história de vida, a arrumação nos areja a alma, limpamos por fora, limpamos por dentro; a questão aqui não é o tempo de limpar, de arrumar, mas sim o primeiro passo em direção a uma "arrumação" interna, um rearranjo de ideias e sentimentos, devagar, sem medos, sem cobranças, sem julgamentos, com mente aberta para um reencontro consigo. Essa é uma das várias ferramentas para iniciar uma jornada de reestruturação psíquica e integral.

Outro exemplo prático em que podemos pensar são os acumuladores, quanto mais acumulam, mais "bagunçadas" ou desorganizadas suas mentes estão; é a constatação da forte conexão entre o externo e o interno em nossas vidas.

É verdade que todas as vezes em que nos vemos com excessos e misturas, nos sentimos sufocados e sem rumo; não é à toa que em uma famosa e tradicional "tarefa de ano novo", quando está próxima a virada do ano, todos falam que já estão deixando para trás o que não serve mais, seja roupa, contas de papel antigas, sapato, livro, pessoas, etc., para receber o ano novo esvaziado, pois não dá para o novo entrar se o espaço está cheio.

Portanto, a organização dos espaços, seja no trabalho ou em casa, organiza a mente, organiza a vida e reorganiza os sentimentos, trazendo saúde e bem-estar.

Foto: por markchadwickart (Flickr)

Escrito por

Giseli Nunes Pereira

Deixe seu comentário
Comentários 6
  • Wailen

    Esse texto é uma cura para a alma, obrigado!

  • Vitor freitas

    estou completamente desorganizado tenho dificuldade em saber por onde começar e não sei quem sou, minha personalidade.

  • Edilma de Oliveira Castro

    Perfeito, o texto. Tenho alguns clientes com esse" perfil de desorganização, de acumulação e com grande sofrimento psíquico.Gostaria de receber, se possível, informações sobre consultoria em organização de espaços. Obrigada!

  • CarlaCristina

    Me encontrei nesse texto, gostaria de ser treinada ou receber a orientação para organizar e manter organizada..Estounacumuladora ou quase e tenho 37 anos. Por favor me.ajude quero uma.ajuda de uma psicóloga na minh casa pra ver o que falo. obrigada e bjos

  • Leila Neves de Miranda

    Amei esse texto, tenho certeza que era isso que eu procurava obrigada, vou por e-mail prática!!

  • Aline Alves Cardoso

    Boa tarde! Gostei bastante do texto. Me trouxe um pouco de conforto. Minha mãe é acumuladora e no momento estamos sem sala. Às vezes fico muito deprimida porque eu queria reformar 2 cômodos da casa para deixar um espaço para rua, mas não consegui ajuda das outras pessoas da casa e infelizmente sozinha eu não consigo.