MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Dificuldade nos estudos: como lidar com os nossos filhos

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Como olhar e lidar para nossos filhos que apresentam dificuldades em se concentrar nos estudos? Como auxiliá-los a liberar a energia represada e se sentirem mais motivados a estudar?

3 Fev 2016 · Leitura: min.
Dificuldade nos estudos: como lidar com os nossos filhos

Quando nossos filhos apresentam dificuldades para se concentrar nos estudos, este sintoma pode ser um sinal de que eles estão vivendo um sofrimento psíquico e emocional.

As crianças sofrem e não possuem uma mente suficientemente desenvolvida para perceber, compreender, colocar em palavras ou elaborar este sofrimento. E, sejamos sinceros, nem nós adultos! E mesmo quando percebemos o nosso sofrimento em algum grau, ainda temos que expandir a mente, por meio de reflexões e terapia, até atingirmos a compreensão satisfatória para encontrar algum pensamento que dê conta para processar e elaborar, minimamente, aquela dor.

Quando uma criança não consegue se concentrar nos estudos, pode ser sinal que a sua mente, seus afetos e a sua energia está represada em algum sofrimento e, por isso não, flui para as coisas que acontecem ao redor desta criança. Nestas ocasiões, o mundo interno consome os recursos por ela estar indignada, lutando para aceitar, se conformar, se sentir angustiada, ansiosa ou em agonia e não sobra mente e afeto dentro dela para estudar.

Por isso, quando nossos filhos tiram nota baixa, ao invés de ralharmos e ficarmos possessos por eles não corresponderem nossas expectativas quanto pais e ainda ferirem o nosso ego e nossa imagem perante os outros, precisamos deixar de olhar para nós e para a nossa frustração e voltar nossos olhos para eles.

Precisamos demonstrar interesse no sofrimento deles, encontrar meios de nos abrir para escutá-los e emprestar nossa mente aos nossos filhos para juntos encontrarmos soluções que os tirem deste estado de sofrimento e liberte a energia aprisionada no problema que eles estão atravessando.

Desta forma eles começarão a fluir nos estudos, na vida e se desenvolverão melhor. Esta é a nossa tarefa como pais, e não nos zangar e ralhar porque eles não trazem as boas notas como troféus para nós. Afinal, não podemos perder de vista que eles estudam para si próprios e não para nós!

Esta postura e este gesto da nossa parte, por si só, já auxiliará para que nossos filhos melhorem nos estudos, e principalmente desfrutem a vida com alegria.

Um abraço,

Léa

Escrito por

Léa Michaan

Deixe seu comentário