Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Como terminar o ano estando mais próximo daquilo que você busca?

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Está batendo aquela sensação de que outro ano chega ao fim e você não fez praticamente nada do que planejou? Compartilhamos neste artigo 4 reflexões, que evitarão que isso ocorra novamente.

25 DEZ 2017 · Leitura: min.
Como terminar o ano estando mais próximo daquilo que você busca?

O ano está chegando ao fim, e é impossível não ter a sensação de que os 12 meses passaram voando. Isso sem contar o pensamento latente de que não foi possível fazer quase nada daquilo que se desejou na virada do ano anterior.

Para tentar evitar que isso aconteça novamente, a psicóloga Maitê Hammoud elaborou quatro reflexões simples. O objetivo é ajudar a terminar esse ano com uma sensação diferente, estando muito mais próximo dos objetivos que você busca, não só para o próximo ano, como para sua vida!

Afinal, todos os dias tem 24 horas, isso não mudou até hoje e nem mudará. Portanto, quem deve fazer ajustes é você, não é mesmo?

1) Basta de justificativas

Quando aquele alarme interior dispara, fazendo você pensar que não fez nem metade do que você gostaria de fazer, sua mente busca justificativas, para proteger você da angústia que tais pensamentos despertam.

É essencial para a sua qualidade de vida fazer uma reflexão:

Independente da vida que você leve, seja de mãe, pai, avô, adolescente, seja trabalhando, desempregado, a vida será sempre corrida, até que você organize seu tempo, colocando limites que permitirão desfrutar daquilo que lhe dá prazer e considera importante.

Ao invés de pensar que você depende de algo ou de que alguém, mude! É a única forma de ter um tempo para você. Permita-se. A meta que você tanto almeja não depende do seu chefe parar de mandar e-mails durante a madrugada, mas sim de você parar de checar os e-mails durante a madrugada. Compreende?

A partir do momento que você internaliza este conceito, você não depende de um marco como o Réveillon para mudar sua postura, você pode simplesmente começar agora.

Tente hoje mesmo fazer algo que está na lista de metas para o próximo ano. Se matricule naquela aula de pilates que você tanto quer, desligue o celular por 40 minutos e se permita ficar em silêncio, vá ao cinema, saia do trabalho no horário em que ele deveria terminar e aproveite para ver aquela exposição que você ficou com vontade de ir e está quase acabando.

shutterstock-562641067.jpg

A decisão de mudar não depende de viver diferente um dia específico do calendário, mas sim de você aceitar que qualquer momento é momento para que ela seja tomada. Seria maravilhoso se você se permitisse que fosse agora! Nos iludimos acreditando que o momento ideal chegará, por isso, apenas tente neste momento que você está vivendo agora!

2) Repense valores

Há um conceito muito simples que aprendemos quando crianças, que costuma se perder ao longo da vida adulta... Você nasceu com a altura que você possui hoje, andando tranquilamente? A resposta é não, verdade?

Vamos tentar voltar no tempo. Quando você tinha seus 12 meses, estava começando a engatinhar. Pouco depois, começou a ensaiar seus primeiros passos e caiu muitas vezes. Nesse cair, a voz de alguém querido com certeza transmitiu um ensinamento muito importante sobre a vida:

Calma, tente um passo de cada vez.

Eu realmente não imagino como surgiu, mas a verdade é que estamos contaminados por uma verdadeira epidemia. Ninguém parece estar livre dela: adolescentes, adultos, idosos e até mesmo as crianças estão começando a se contaminar. Trata-se de uma epidemia de pressa, e dentro dela existe muita ânsia para alcançar objetivos.

Como efeito colateral, inúmeras pessoas ficam vulneráveis ao fracasso. Pensemos: e se quando você aprendia a andar ninguém tivesse falado tantas vezes e com tanto carinho "Um passo de cada vez"? Se você se olhar com os olhos de quem você é hoje, muito provavelmente teria desistido de aprender a andar. Este aprendizado vale para tudo na vida.

Diante dessa epidemia de pressa em que vivemos, colocamos objetivos muito altos e fazemos um esforço fora do normal para tentar pular etapas. Claro que será muito difícil alcança-los assim! Seria o mesmo que cobrar de um bebê que está aprendendo a andar que corresse em uma maratona profissional com a obrigação de ganhar a medalha do primeiro lugar.

Identifique coisas que você deseja mudar e dê um passo de cada vez. Por exemplo, se você deseja perder 10 kg, ao invés de tentar na próxima segunda-feira uma dieta altamente restritiva, que envolve muitos sacrifícios, por que você não tenta agir dentro das possibilidades que você tem hoje? Coma metade da sobremesa, ao invés de comê-la inteira. Se não é possível fazer 2 horas de academia, tente ao menos dar uma volta no quarteirão de sua casa, ou ir caminhando para fazer algo que você costuma fazer usando algum meio de transporte.

shutterstock-622709009.jpg

Realize o que está dentro das suas possibilidades hoje, talvez amanhã você tenha encontrado formas de ter mais possibilidades, a partir da experiência que você se permitiu hoje. Dar um passo de cada vez deixará você mais perto do que busca!

3) Não deixe as necessidades básicas do corpo de lado

Vamos imaginar que sua vida está muito bem no que diz respeito a conquistas, e finalmente você comprou aquele carro zero que sonhou ter desde criança. É segunda-feira, você está animado para ir para o trabalho e o carro está bem ali, estacionado na sua garagem. Tem sua cor favorita, design arrojado, bancos de couro, ar condicionado, aparelho de som de primeira geração... todos os requisitos para tornar qualquer viagem uma experiência única.

Você se senta no banco do motorista, o coração está palpitando de alegria e você está prestes a viver um momento de absoluto prazer. Ao dar a partida, o carro não liga. Você tenta novamente e nada. Estressado, identifica que o carro está sem gasolina. Revoltado, percebe que terá que adiar sua experiência de absoluto prazer até ir ao posto de gasolina a pé, que está a muitos quilômetros de distância.

Quão prazerosa seria essa caminhada? Imagino que a essa altura da reflexão, você já entendeu onde quero chegar:

A epidemia da pressa e a sobrecarga da rotina provavelmente não mudarão. Não temos o poder de muda-la, mas temos o poder de fazer escolhas mais inteligentes, que a tornem mais leve. Para isso ser possível, não podemos deixar nossas necessidades básicas de lado.

Mesmo que não fosse o carro dos seus sonhos, e até sendo um carro bem inferior, com o tanque cheio, naquele momento, atenderia muito melhor sua necessidade. Alimentos, água, sono, um pouquinho de atividade física e tempo para o lazer são os combustíveis básicos e essenciais para o funcionamento do seu corpo.

Mesmo que não dê para estar no patamar de excelência, ter pequenos cuidados, fazendo escolhas melhores, é o diferencial que você precisa. Não deixe de fazer seus exames de rotina, não passe muito tempo em jejum, se esforce e beba um pouquinho a mais de água do que está habituado. Se esforce para dormir 30 minutos antes do normal ou dormir 30 minutos a mais.

Parece pouco, mas esse é o combustível que o seu corpo precisa para funcionar. Com ele funcionando melhor, será mais fácil encontrar soluções para alcançar seus objetivos, sentir mais prazer em viver e não esquentar só com a virada de ano, estando satisfeito com quem você é, mesmo que você não esteja onde gostaria de estar.

shutterstock-475521070.jpg

4) Você está se comparando com quem?

Existem duas frases que ajudam na reflexão deste conceito:

  1. Não se compare com os outros, se compare com o melhor que você pode ser.
  2. A grama do vizinho é sempre mais verde.

Podemos nos inspirar em pessoas que estão próximas ou não, mas nunca se comparar. Cada pessoa é totalmente individual e subjetiva, se comparar com os outros sempre trará a sensação de estar em débito consigo mesmo.

Ao invés de se comparar, anulando suas próprias qualidades, defeitos, talentos e limitações, se compare com o melhor que você pode ser, com os recursos que você possui hoje. Internalizar esse conceito é indispensável para caminhar na direção do que você busca para si. Se comparar seria como viver permanentemente na sombra de alguém. Seja protagonista de sua vida, o sucesso dela requer essa postura.

_____________________________________________

O futuro que você busca depende do presente que você constrói hoje. Você estará muito mais próximo daquilo que busca, se construir algo hoje, com apenas um passo. Dê um passo de cada vez e dê hoje mesmo, será muito mais fácil e prazeroso viver se você fizer esse movimento, ao invés de fazer uma nova lista a cada 1 de janeiro.

Não são necessárias promessas, simpatias ou grandes sacrifícios, é necessário apenas que você viva o dia de hoje com mais qualidade. Tenha a certeza de que, assim, o amanhã, janeiro, julho, primavera, verão... serão muito melhores!

Repense e, sentindo dificuldade, não deixe de procurar a ajuda de um psicólogo. Apoio profissional representa uma escolha inteligente, e não fraqueza. O processo de autoconhecimento permite encontrar aqueles caminhos que você busca, para fazer os ajustes que tanto precisa!

Fotos: por MundoPsicologos.com

Escrito por

Maitê Hammoud

Psicóloga Número do CRP: 06/112988

Psicóloga clínica com curso de aperfeiçoamento em psicanálise, é especialista no atendimento de adolescentes, adultos e terceira idade. Seguindo a abordagem psicanalítica e da terapia breve, atua com foco em transtornos emocionais e comportamentais, relacionamentos interpessoais e questões familiares.

Ver perfil
Deixe seu comentário

últimos artigos sobre dicas de psicologia