MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Como saber se um adolescente está deprimido?

Não é fácil saber quando dias de desânimo se convertem em algo mais difícil de enfrentar como a depressão, especialmente se falamos de adolescentes. Veja sintomas e saiba como lidar.

26 Jun 2015 Crianças e adolescentes - Leitura: min.

psicólogos

Ter dias de desânimo e introversão não é sinônimo de depressão. Mas é preciso estar atento aos sintomas, porque o problema da depressão pode ser traiçoeiro, especialmente na adolescência, quando há tantas confusões e conflitos, naturais da idade.

O diagnóstico deve ser feito por um psicólogo especializado, mas há sinais que podem indicar um quadro que necessita de atenção profissional. Fique atendo a informações básicas sobre sintomas e dicas de como lidar com um filho adolescente com depressão.

Quais os sintomas da depressão na adolescência?

Os sintomas da depressão podem ser muito variados e diferentes em cada pessoa, porém há manifestações que são recorrentes, e que não se limitam à infância ou adolescência:

  • irritação persistente e tristeza durante a maior parte do dia
  • inquietação e retraimento social
  • o adolescente está sempre indisposto e cansado
  • é perceptível que há uma desesperança e sentimentos de pessimismo

flickriantmcfarland.jpg

  • há uma sensação de que está desamparado, sozinho e que ninguém é capaz de compreender o que sente
  • se sentem inúteis e despreparados
  • não conseguem se concentrar e sofrem com alterações de sono e apetite (excesso ou falta)
  • já não sentem mais prazer nas atividades habituais, tanto no lazer como na escola. Isso pode afetar inclusive o desejo sexual
  • dores crônicas nas costas, cabeça e estômago podem ser algumas das manifestações físicas
  • o adolescente também pode expressar ideias de morte e suicídio

Normalmente, esses comportamentos se encaixam em três grandes grupos: estreitamento do campo vivencial (perda de prazer), inibição psíquica (perda de interesse) e sofrimento moral (baixa autoestima). Um psicólogo com experiência em lidar com depressão está preparado para observar as manifestações do adolescente e ir encaixando em cada um dos grupos, para afrontar o sintoma e buscar os recursos mais eficazes.

Como lidar com a depressão da adolescência?

flickrdavissteve32.jpg

É preciso que haja um acompanhamento psicoterapêutico, mas a eficácia do trabalho depende da vontade do adolescente em avançar e melhorar. Para um pai ou mãe, não é fácil ver tanto sofrimento. Cautela e compreensão são palavras-chave. Algumas dicas para sobrelevar a situação são:

  • não julgar - o adolescente já se sente oprimido e receoso em manifestar seus sentimentos. Quando isso acontece, precisa sentir que há um porto-seguro para extravasar seus sentimentos, inclusive com crises de choro.
  • ser um parceiro - o adolescente necessita de uma pessoa que tenha empatia pelo que ele está passando, não de alguém que tente racionalizar todos os seus comportamentos, indicando caminhos ou soluções. Deixe este trabalho para a psicoterapia.
  • dar espaço - é uma fase difícil e o adolescente precisa ter espaço para pensar e se tranquilizar. Respeite a decisão de ficar recluso no quarto, por exemplo, mas sempre deixando claro que você está disponível para ouvir a ajudar.

E não deixe de buscar ajuda especializada! Você também precisa do suporte de um psicológico para enfrentar essa situação.

Fotos (ordem de aparição): por Send me adrift, iantmcfarland e davis.steve32 (Flickr)

0 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Comentários (1)

Você não pode deixar de ler...