MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Cinco dicas para escolher a carreira certa para você

Muitos fatores são relevantes no momento da escolha profissional, entre eles: condições econômicas, sociais, educacionais, familiares e psicológicas.

11 Fev 2019 Trabalho - Leitura: min.

Muitos fatores são relevantes no momento da escolha profissional, entre eles: condições econômicas, sociais, educacionais, familiares e psicológicas. Por isso, neste artigo vamos ver cinco dicas práticas para ajudá-lo na escolha.

1) Autoconhecimento

Escolha baseada em seus valores. O primeiro passo é sempre o autoconhecimento, Faça um estudo pessoal e avalie quem você é. Selecione as principais atividades que você gostas de fazer e também seus interesses e habilidades. 

O conhecimento de si mesmo, poderá ajudar no momento da escolha profissional, e não somente ajudará a encontrar suas habilidades e interesses como também a se ver como o indivíduo que realmente é, incluindo seus valores pessoais, crenças, qualidades e limitações. É por isso, que o autoconhecimento é um processo complexo, mas com benefícios incríveis para quem o faz e o carrega consigo por toda vida.

Pensando assim, como seria possível realizar uma escolha profissional, sem conhecer-se?

2) Pesquise

Busque informações sobre as profissões e carreiras. Conhecer o que cada uma faz o ajudará a enxergar melhor o ambiente de trabalho da carreira. Se tiver em dúvida entre duas ou mais carreiras, entre em contato com os profissionais para conhecer suas rotinas de trabalho. Informe-se também consultando a grade de disciplinas dos cursos pretendidos.

carreira.jpg

3) Não levar em conta somente o mercado de trabalho ($$)

Alerta para esse tipo de escolha baseada em fatores financeiros. Se você gosta de uma área, vai fazer seu serviço bem feito e é muito provável que você seja bem-sucedido. Se você não gosta, mesmo que a área tenha bons salários, pode não conseguir crescer na carreira e não alcançar o sucesso financeiro.

Além de que, o mercado de trabalho é dinâmico, ou seja, muda constantemente. É mais fácil contar com sua criatividade e capacidade de invocação do que tentar prever as tendências. Lógico que acompanhar o mercado e entender s necessidades atuais é uma boa, mas tentar prever como estará o mercado em alguns anos, pode gerar expectativas erradas.

4) Cuidado com as influências (família/amigos)

Aprenda a lidar com a pressão da família. Se seus pais querem que você siga uma carreira e você outra, estude bem sobre a profissão que quer para saber argumentar com seus pais e explicar a eles porque a sua escolha é a melhor para você. Ao pedir ajuda para um amigo, cuidado com os estereótipos que essa pessoa pode ter sobre você. A escolha profissional deve ser feita com base no que você pensa sobre sua personalidade.

5) Cuidado com as ilusões/mitos/sonhos

Preste atenção nos seus sonhos de infância. Eles ainda permanecem? Eles estão relacionados com a sua realidade atual? Se você já pesquisou sobre suas áreas pretendidas, já deve ter desfeito algumas ilusões feitas ao longo de sua vida, como as informações que são passadas muitas vezes em filmes, novelas, séries.

Matérias escolares também podem confundir você. Quem não gosta de matemática, vai dizer: não vou seguir área de exatas. Não faça escolhas só com base nas matérias que ama ou odeia na escola. Pode ser que você não goste de, por exemplo, matemática, porque você não gosta do professor e não porque você não tem capacidade para aprender.

Como fugir dessas ilusões? Informando-se e pesquisando.

A reflexão final deve ser talvez pensar: quem é que eu quero ajudar? E como eu posso ajudar? Alie suas habilidades ou desenvolva habilidades que possam contribuir com sua realização profissional.

Artigo escrito pela psicóloga Luciana Marolla Garcia, inscrita no Comitê Regional de Psicologia de São Paulo 

Fotos: MundoPsicologos.com

1 Curtir

Deixe seu comentário

INFORMAÇÃO BÁSICA SOBRE PROTEÇÃO DE DADOS
Responsável: Verticales Intercom, S.L.
Finalidades:
a) Envio de solicitação ao cliente anunciante.
b) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços próprios.
c) Atividades de publicidade e prospecção comercial, por diferentes meios e canais de comunicação, de produtos e serviços de terceiros de diferentes setores de atividade, podendo implicar repasse dos dados pessoais a esses terceiros.
d) Segmentação e elaboração de perfis para fins publicitários e para prospecção comercial.
e) Gestão dos serviços e aplicativos oferecidos pelo Site ao Usuário.
Legitimação: Consentimento do interessado.
Destinatários: Está previsto o repasse dos dados aos clientes anunciantes para atender suas solicitações de informação sobre os serviços anunciados.
Direitos: Tem o direito a acessar, retificar e eliminar os dados ou se opor ao tratamento dos mesmos ou a alguma das finalidades, bem como outros direitos, como se explica na informação adicional.
Informação adicional: É possível consultar a informação adicional e detalhada sobre Proteção de Dados em br.mundopsicologos.com/proteccion_datos

Você não pode deixar de ler...