Acesso consultório Cadastre grátis seu consultório

Casamento à prova de filhos

Dicas de como proteger seu casamento, revendo alguns conceitos da psicologia moderna.

21 MAI 2014 · Leitura: min.
Casamento à prova de filhos

Desafiando o senso comum, Andrew G. Marshall, terapeuta de casais inglês, que tem mais de 30 anos de experiência propõe que o modelo atual, que coloca a/s criança/s como o centro das atenções da família, seja uma das causas para o alto índice de separações e desarmonia conjugal. Segundo ele, é fundamental investir na relação.

Andrew lançou recentemente "I love you, but you always put me last (ainda sem previsão de lançamento no Brasil: "Eu te amo mas você sempre me deixa por último"). Faz sentido, não? Afinal, quantos casais se separam - se não fisicamente, afetivamente - depois que nasce uma criança?

Pesquisas mostram o impacto do nascimento do primeiro filho, que muitas vezes coincide com o momento da separação. A seguir, algumas dicas dele:

  • não tentar bancar a super mãe ou super pai
  • valorizar o/a parceiro/a - o que geralmente combate interesses em casos extra conjugais
  • investimento erótico - ser pai ou mãe não deveria extinguir o desejo (apesar de o tempo para isto ser reduzido)
  • manter uma boa conversação, sem acusações: assertiva, sem ser agressiva, estando aberto/a a ouvir críticas e buscar soluções
  • afinar-se como time e incluir o/a parceiro/a nas decisões a respeito dos filhos
  • diversão a dois - manter o clima, renovando constantemente a relação. Segundo Marshall, os filhos não se sentem deixados de lado. Pelo contrário, ficam mais seguros ao perceberem a união do casal e se tornam menos despóticos. A relação estabilizada é a melhor fonte de segurança.

Não sabe como fazer isto? Procure um/a psicólogo/a.

Foto: por VinothChandar (Flickr)

Escrito por

Thays Babo

Ver perfil
Deixe seu comentário

últimos artigos sobre terapia de casal