MundoPsicologos.com
MundoPsicologos.com
No Google Play Na App Store

Acredite, irritabilidade numa relação é bom sinal

<strong>Artigo revisado</strong> pelo

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Algumas discussões no dia a dia podem ser saudáveis e servirem como ponto de partida para se evitar problemas maiores na relação. Quer saber mais? Então leia o artigo a seguir.

7 Out 2017 · Leitura: min.
Acredite, irritabilidade numa relação é bom sinal

Quando se fala em uma relação amorosa, é provável que a maioria das pessoas busque algo tranquilo, leve e sem grandes complicações no dia a dia. Afinal, qual o motivo de estar com alguém se isso implica em brigas, discussões e prejuízos emocionais?

Porém, tudo depende do tamanho e da intensidade das discussões. Quando se trata de algo rotineiro, provavelmente vira sinônimo de danos, alguns difíceis de serem superados.

Mas nem tudo é negativo. Alguns momentos de irritabilidade, aliás, podem ser saudáveis para o relacionamento. Podem mostrar que existe confiança, que há a necessidade de se mudar certos comportamentos e, fundamentalmente, para promover o autoconhecimento.

Veja alguns pontos que podem ser destacados para mostrar que a irritabilidade pode ser um bom sinal para a relação:

1) Sinal de conforto

É mais difícil demonstrar irritabilidade com alguém quando não se sente confortável, principalmente numa relação amorosa. É normal não concordar com todos os comportamentos do parceiro, o que necessita ficar claro por meio de uma conversa baseada na confiança e respeito.

Quando a relação é equilibrada, ambos se sentem confortáveis para discutir questões que incomodam. Isso abre espaço para mudanças, evitando, assim, desgastes maiores.

2) Sinal de que ainda há sentimento

O fim de um relacionamento nem sempre é causado por uma grande discussão, mas, sim, pelo acúmulo de certas questões e comportamentos do dia a dia, o que vai desgastando o amor.

Normalmente, quando já não há mais sentimento, um comportamento distinto e inesperado do companheiro pode não causar mais a tal irritabilidade. No entanto, se isso ainda incomoda, é sinal de que existe algo para ser trabalhado com atenção.

shutterstock-116467450.jpg

3) Oportunidade para o crescimento

Na maioria dos casos, a irritabilidade pode ser sinal de que existem pontos de conflito na relação, de que há diferenças que necessitam ser equilibradas, com o intuito de evitar desgastes irreconciliáveis.

Ou seja, a irritabilidade não deixa de ser um sinal de que certos aborrecimentos podem ser evitados com diálogo. Isso faz com que ambos os parceiros cresçam, que a relação também evolua e amadureça.

É preciso entender o que provoca irritação

Psicólogos especializados em terapia de casal explicam que a melhora do relacionamento passa por entender questões que incomodam. Às vezes, o que irrita não é o fato de o companheiro ter deixado de lavar a louça. O que incomoda é a demonstração dafalta de comprometimento com responsabilidades que devem ser divididas igualmente entre o casal, para haver equilíbrio no dia a dia.

Em algumas situações, a irritabilidade ainda serve para promover uma autorreflexão. É preciso parar e se perguntar se as cobranças e a irritabilidade são exageradas, acima do normal. E entender os casos em que são consequência de problemas externos, como o stress e a ansiedade, não estando diretamente relacionada com a dinâmica interna do casal.

Conversar, dizem psicólogos, é o melhor caminho. É o que torna possível entender o companheiro e saber o que desencadeia a irritabilidade. O amor é uma construção cotidiana, na qual cada peça tem o seu valor.

Fotos: por MundoPsicologos.com

psicólogos
Escrito por

MundoPsicologos.com

Deixe seu comentário