A importância da psicoterapia

Como disse Benjamin Franklin, viver é enfrentar um problema atrás do outro. O modo como você o encara é que faz a diferença.

25 NOV 2014 · Última alteração: 26 NOV 2014 · Leitura: min.
A importância da psicoterapia

Você já sentiu, mesmo que por um curto espaço de tempo, angústia, depressão, ciúmes, medo, intolerância, preocupação ou ansiedade? Estes são alguns dos sentimentos que cercam a vida de muitas pessoas na atualidade.

O aumento de pessoas afetadas por perturbações deste tipo deriva de diversas circunstâncias como a cobrança do mundo e da sociedade em função do 'ter', a ausência do lazer, a falta do contato social e a necessidade de executar inúmeras tarefas constantemente.

Atualmente não conseguimos ter tempo nem para olharmos para nós mesmos e perceber o que realmente nos deixa feliz, ou a ponto de explodir. É nesse momento que entra a figura do psicólogo, por meio da escuta atenta, da análise precisa e das técnicas apuradas, auxiliar aquele que necessita de ajuda.

Ele tem o papel de amparar o paciente, auxiliando-o na busca por novas alternativas para a tomada de decisão, além de assistência no desenvolvimento de suas potencialidades, habilidades e virtudes, favorecendo, seu crescimento e a autonomia.

Não há o período certo da vida para recorrer à ajuda psicológica, basta a pessoa querer e se sentir bem com a situação de ser auxiliada por um profissional. Já se compreende que a psicoterapia, além do conforto que proporciona, ela normalmente encontra a raiz do problema, pois, através da análise, paciente e terapeuta identificam o motivo da dor emocional e trabalham para que isso não se torne uma recorrência, uma doença mal curada.

Além disso, ser psicoterapeuta é algo profundo. Ajudar alguém a se ver, a se conhecer, a tomar posse de si mesmo é algo que, sem humildade, dificilmente acontecerá o tratamento. A responsabilidade e a complexidade da tarefa de responder terapeuticamente ao pedido de ajuda de outro ser humano justificam a necessidade de maior consciência do futuro profissional sobre a concepção a respeito do que é ser psicoterapeuta e sua implicação de ordem prática na qualidade da sua formação profissional.

Portanto, não perca tempo devido ao receio ou resistência de perceber a necessidade de ajuda interior. Faça uma análise honesta de sua própria vida e não tenha vergonha de procurar ajuda!

Foto: por h.koppdelaney (Flickr)

Escrito por

ReConecta Assessoramento

Ver perfil
Deixe seu comentário