Sexóloga Walkíria Fernandes

Belo Horizonte (Minas Gerais)
Rua Espírito Santo, 2727-sala1105- Lourdes, Belo Horizonte (Minas Gerais)  -  Minas Gerais
Conectado
Responde em menos de 24h

O consultório

O consultório
Psicólogo responsável:
  • 5894/04
Serviços
Especialidades:
  • Queixas sexuais, ansiedade, depressão, problemas de relacionamento,dificuldade em dizer NÂO, etc.
Atendemos habitualmente a:
  • Adultos
  • Idosos
  • Casais
Horário do consultório:
  • Segunda a sexta de 8:00 às 19:00h
Preço médio de uma sessão (preço orientativo):
  • Mais de R$ 100

Descrição

A Sexóloga Walkíria Fernandes, 04/5894, tem experiência de mais de 30 anos no tratamento de pessoas com as mais diversas queixas sexuais. Oferta um tratamento rápido e objetivo, com o intuito de ajudar os pacientes.

Especialidades

A profissional atende pessoas com disfunção erétil, ejaculação precoce ou retardada, diminuição do desejo sexual, dor na relação, vaginismo e outras. também trabalha com terapia de casal. A psicóloga tem formação em Psicologia com pós-graduação e especialização em sexualidade. Walkíria também é professora de Psicologia do Comportamento Sexual e Psicologia Multimodal do Comportamento na faculdade de Psicologia do Instituto Cultural Newton Paiva, em Belo Horizonte., há mais de cinco anos.

Localização

O consultório da Sexóloga Walkíria Fernandes é um lugar discreto, acolhedor e aconchegante. Está localizado em Belo Horizonte-MG. Entre em contato para mais informações.

Peça informação a Sexóloga Walkíria Fernandes

Informe-se agora: totalmente grátis

Depressão

A depressão é uma doença e deve ser tratada. Ela pode apresentar sintomas como tristeza, apatia, falta de motivação, dificuldade de concentração, pessimismo, insegurança e muitos outros. Se não for tratada ela pode levar a pessoa a apresentar outros males como problemas digestivos, enxaquecas,distúrbios do sono, tensão na nuca e ombros, cansaço, alterações no apetite e no peso, dores em todo o corpo principalmente costas e peito, baixa imunidade levando a outras doenças.

Ansiedade

Ajudo pessoas a trabalhar a sua ansiedade, para que consigam realizar tarefas sem grande desprendimento de energia. A pessoa ansiosa sofre por antecipação e no momento em que a situação esperada acontece, muito do que a pessoa sofreu foi em vão. Trabalhar a ansiedade ajuda a pessoa diminuir o leque de opções dos seus pensamentos, dirigindo-os de forma mais construtiva e objetiva para a situação em questão.

Stress

O stress pode acometer pessoas em qualquer idade. Seus sintomas mais comuns são: Falta de concentração, e memória,nervosismo intenso acompanhado de irritabilidade,preocupação em excesso, falta de apetite sexual,tensão muscular, problemas cardíacos e intestinais etc. A terapia cognitivo comportamental ajuda a pessoa a lidar com as situações da vida sem passar pelo alto stress e a diminuir a sensação de ansiedade que suas escolhas podem causar.

Pânico

A síndrome do pânico pode ser um transtorno com sintomas tão fortes que a pessoa pode confundir com a sensação de estar tendo um ataque cardíaco ou de um tumor cerebral. Muitas vezes essas sensações podem dar a impressão de que a pessoa está prestes a morrer. Através das técnicas da Terapia Cognitivo Comportamental a pessoa aprende a identificar e a confrontar os pensamentos que geram a forte ansiedade que originam a síndrome do pânico.

Fobia

Fobia é um tipo de ansiedade muito forte caracterizada por medo ou repulsa persistente de um objeto, animal ou de uma situação. Os sinais e sintomas dependem muito do tipo de fobia que a pessoa tem. No entanto, algumas características são comuns aos quadros de fobias: Sensação de pânico incontrolável, terror ou temor diante de uma situação de pouco ou nenhum perigo real, sensação de dever fazer todo o possível para evitar a situação que causa a fobia, taquicardia, sudorese, falta de ar, etc.

Terapia cognitiva

É uma abordagem teórica de terapia em que se obtém um conhecimento de como somos e como nossa psiquê funciona. Nesta visão, os pensamentos, as emoções, as crenças e as ações e comportamento da pessoa são compreendidos de maneira a levá-la a um maior autoconhecimento a fim de proporcionar as modificações dos comportamentos considerados por ela como inadequados ou insatisfatórios.

Terapia comportamental

É uma abordagem de terapia mais ativa e focada no presente da vida da pessoa, com a intensão de aliviar ou remover os sintomas para a obtenção de maior satisfação ou resultados num prazo de tempo mais curto. É mais direcionado ao tratamnto de depressão, ansiedade, síndrome de pânico, problemas sexuais e conjugais.

Terapia de casal

Conflitos no relacionamento conjugal. Dificuldades no estabelecimento do vínculo amoroso, respeito ao espaço pessoal no vínculo conjugal, ciúmes, infidelidade e diversos outros conflitos conjugais. A terapia de casal torna-se necessária quando o casal já não consegue se comunicar, quando há um distanciamento de uma ou de ambas as partes, agressividade aparentemente sem motivo, problemas sexuais e tantos outros conflitos no relacionamento conjugal.

Psicologia clínica

Atendimento de pessoas adultas, idosas e de casais. Abordagem de diversos fatores responsáveis por conflitos pessoais ou conjugais através de terapia individual ou de casal.

Atendimento de urgência

É o atendimento de pessoas que apresentam um conflito qualquer e que sente grande aflição por não saber lidar com ele. Muitas vezes apenas uma sessão é suficiente para ajudar a pessoa. Outras vezes a terapia breve pode ser indicada.

Idosos

Atendimentos a pessoas que já se encontram acima dos 60 anos e que apresentam dificuldades em lidar com as transformações que a idade pode causar. Muitas vezes a partir desta idade, muitas transformações não só físicas mas também emocionais ocorrem e que nem sempre são ruins como as pessoas pensam. Muitas delas são até muito importante e imprescindíveis para se fazer boas escolhas na vida. Enfim, envelhecer é uma arte e nem todas as pessoas sabem disso!

Timidez

A pessoa muito tímida normalmente se preocupa em excesso com a avaliação que os outros irão fazer dela e desta forma sentem-se inseguras e na dúvida se serão ou não aceitas pelos outros. A timidez normalmente se apresenta em dificuldades de tomar a iniciativa de um primeiro contato com o outro, de falar em público ou em qualquer situação em que a pessoa de sente em exposição. Na terapia é importante se trabalhar a assertividade da pessoa para combater a sua timidez.

Medo

O medo é um sentimento comum. No entanto é preciso distinguir o medo racional do irracional. Mesmo no medo racional, a pessoa deve aprender a lidar com ele para que ele não a paralise e com isso a impeça de realizar as tarefas ou de fazer as escolhas diante da vida. Em algumas situações o medo pode ficar tão intenso que a pessoa passa a evitar a situação que o originou. No processo da terapia a pessoa aprende a lidar com os pensamentos que passam pela sua mente e a enfrentar os seus medos.

Orientação sexual

Dúvidas quanto à sexualidade e comportamento sexual de modo geral ou na educação dos filhos. Conflitos quanto à própria orientação sexual no sentido de ser homo, hétero ou bissexual. Orientação sexual diz respeito à atração afetivo/ sexual que a pessoa sente em relação à outra pessoa. Quando essa atração é por pessoa do mesmo sexo, temos o homossexual, se é por pessoa de sexo oposto, temos o heterossexual e quando é por ambos os sexos, temos o bissexual. Falando assim de uma maneira mais simples

Disfunção erétil

Dificuldades em obter e /ou manter uma ereção para o ato sexual. Normalmente o homem com disfunção erétil apresenta fortes expectativas de um bom desempenho sexual pela preocupação com a satisfação da parceira. É muito raro encontrar causas físicas . Elas podem ocorrer quando o homem já se encontra numa idade mais avançada e acometido por algumas doenças que podem levar á disfunção erétil. O tratamento é rápido, objetivo e sem nenhuma necessidade de medicamentos.

Impotência

Impotência sexual é um termo que não se usa mais. O que se usa hoje é o termo disfunção erétil, que já foi descrito anteriormente. É raro se encontrar causas orgânicas para esta disfunção, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa.

Psicoterapia breve

É a terapia em que se define o foco ou situações problemas a serem trabalhados. As sessões são diretivas e focadas nas causas da queixa trazida ao consultório.

Terapia sexual

É uma terapia muito específica onde são trabalhados os problemas sexuais trazidos pela pessoa, assim como investigadas e tratadas as suas causas. Normalmente as disfunções sexuais acabam atingindo o casal e não somente a pessoa que traz a queixa. No entanto, o tratamento nem sempre deve envolver o casal. Isso deve ser avaliado pelo terapeuta pois, muitas vezes as causas da disfunção apresentada, estão na educação que a pessoa teve ou nas experiências que ela teve ao longo da vida.Terapia breve.

Angústia

Quem nunca se sentiu agoniado diante de uma escolha ou situação difícil? A sensação de sufocamento pode extrapolar os limites psicológicos manifestando-se no corpo físico como uma forte dor no peito. Algumas pessoas chegam ao hospital achando que estão tendo um infarto e muitas vezes o médico encontra é um quadro de angústia. Se esta situação ocorre com frequência, a pessoa deve ser tratada por um psicólogo ou psiquiatra, caso contrário ela pode deixar de tomar grandes decisões na sua vida.

Ciúmes

O ciúme normal é transitório e baseado em fatos. Para algumas pessoas ele é uma prova de amor. Para outras é uma forma de insegurança e baixa autoestima. Já o ciúme patológico é baseado muito mais na fantasia que a pessoa tem em relação ao parceiro do que no que realmente acontece com ela. No ciúme patológico a pessoa sente-se no direito de controlar os sentimentos e comportamentos do outro, necessitando checar tudo o que acontece para sentir-se seguro. Isso acaba com o relacionamento.

Transtorno de humor

São alterações fortes do humor e do afeto na vida da pessoa. Isso afeta toda a sua vida, nos aspectos familiar, conjugal, social e profissional.A depressão e a distimia devem ser tratadas com medicação e psicoterapia.No transtorno de humor a pessoa também pode oscilar entre uma fase de depressão e de mania, excitação, agitação.Esse transtorno também afeta a pessoa em todas as áreas da sua vida. São comumente chamadas de "mau humoradas" e a convivência com elas torna-se algo extremamente difícil.

Separação

Quando o relacionamento conjugal deixa de valer a pena, a separação pode ser um caminho para a reestruturação da vida de cada um. No entanto, algumas pessoas, mesmo vivendo em um relacionamento insustentável não conseguem tomar a decisão de se separar devidos aos seus medos, muitas vezes inconscientes. Por outro lado, a separação pode parecer ser o melhor caminho quando o casal não encontra saída para o relacionamento. A terapia pode ajudar a pessoa ou o casal a encontrar a melhor saída.

Violência sexual

É o ato sexual que envolve uma criança ou adolescente com uma pessoa mais velha, expressando-se através de exploração ou abuso sexual.Não é raro essas situações ocorrerem dentro do ambiente familiar envolvendo o próprio pai da pessoa envolvida ou alguém supostamente confiável no convívio da pessoa envolvida. Normalmente traz traumas ou dificuldades de lidar com a situação, refletindo em um comportamento de esquiva e evitação num relacionamento afetivo e sexual futuros.

Homossexual

Conflitos pela não aceitação da homossexualidade. Dificuldades em estabelecer um vínculo afetivo/sexual, problemas no relacionamento conjugal. A homossexualidade se caracteriza por padrões de experiências afetivo/sexuais com pessoas do mesmo sexo e quando isso gera conflito, a terapia torna-se necessária.

Bissexual

A terapia é destinada à pessoa em conflito com sua orientação sexual, sentindo desejo por ambos os sexos e sem saber como lidar com isso. Algumas pessoas apresentam dúvidas, preconceitos e definições erradas que dificultam no entendimento da bissexualidade, podendo gerar conflitos internos ou dificultando o relacionamento conjugal.

Transexual

É quando a identidade de gênero é diferente da do nascimento e a pessoa quer fazer uma intervenção cirúrgica para a mudança de sexo. De forma mais simples, é quando a pessoa nasce com um sexo físico/biológico mas se sente como pertencendo ao sexo oposto a esse e desta forma, que fazer a mudança de sexo através de cirurgia para se sentir realmente uma pessoa mais inteira e completa.

Vaginismo

Dores ou impossibilidade de uma penetração vaginal. Contrações vaginais involuntárias impedindo a penetração sexual. Tensão, ansiedade, conflitos conjugais e diminuição do desejo sexual em função da queixa. Atendo em meu consultório mulheres com alguns anos de casamento e que ainda não conseguiram ter ao menos uma relação com penetração , devido à contração da vagina. É um tratamento rápido e bastante objetivo.

Anorgasmia

Dificuldades em atingir orgasmo no ato sexual, masturbação ou sexo oral. Tensão ou expectativa diante da impossibilidade do orgasmo ocorrer.

Ejaculação precoce

Dificuldade em obter um controle ejaculatório. Ansiedade de desempenho. Tensão e preocupação por não conseguir postergar o momento da ejaculação. A maioria dos homens que apresentam essa queixa, a apresentam desde o início da sua vida sexual ainda na adolescência. Não são encontradas causas físicas para a ejaculação precoce. As maiores características dos homens que têm ejaculação precoce são a ansiedade e a dificuldade de dizer não.

Autoestima

A autoestima diz respeito ao valor que a pessoa se dá e ao quanto ela gosta e se orgulha de si mesma. uma pessoa com uma boa autoestima geralmente não apresenta grandes dificuldades na vida. Ao contrário da pessoa com autoestima baixa, que tem dificuldades em vários setores da vida. Todos os aspectos, social, familiar, profissional, sexual e conjugal podem ser afetados.

Assertividade

A falta de assertividade leva a pessoa a ter dificuldades de dizer não, Insegurança para se posicionar de forma positiva e clara, dificuldades de falar em público ou de participar de reuniões de maneira efetiva. Dificuldade de fazer valer os seus direitos.

  • Problemas psicológicos
    • Angústia
    • Ansiedade
    • Ciúmes
    • Depressão
    • Fobia
    • Medo
    • Pânico
    • Separação
    • Stress
    • Timidez
    • Transtorno de humor
    • Violência sexual
  • Psicoterapias
    • Psicoterapia breve
    • Terapia cognitiva
    • Terapia comportamental
    • Terapia de casal
    • Terapia sexual
  • Sexualidade
    • Anorgasmia
    • Bissexual
    • Disfunção erétil
    • Ejaculação precoce
    • Homossexual
    • Impotência
    • Orientação sexual
    • Transexual
    • Vaginismo
  • Desenvolvimento pessoal
    • Assertividade
    • Autoestima
    • Liderança
  • Abordagem psicológica
    • Psicologia clínica
  • Outros
    • Atendimento de urgência
    • Idosos
  • Psicólogos por localidade
    • Minas Gerais

Recomendação

Só posso dizer que vale a pena. É um investimento. Ainda estou em processo de tratamento e estou amando

4.7
Tempo de resposta
Muito rápido
Custo-benefício
Alto
Nível de satisfação
Muito alto
Ver todas(1)

Pedir informação a Sexóloga Walkíria Fernandes

Li e aceito as Condições legais e a Política de Proteção de Dados (receberá ofertas por e-mail e poderá pedir o cancelamento das comunicações a qualquer momento).